quinta-feira, 31 de maio de 2018

Words Challenge 2018 - Simba - O Rei Leão

Olá amores!

Este, com certeza, é um dos meus textos favoritos. O Words Challenge vem sendo uma grande surpresa positiva para mim e é com alegria que trago o texto baseado no Simba, do filme "O Rei Leão", um clássico. Para aqueles que ainda não leram, super indico o texto da Pam do Blog Interrupted Dreamer que também está maravilhoso!!!!


As palavras da vez foram: caixa, confeitaria, violeta, linha, obrigatoriedade e conforto. Vamos ver como ficou?


Words Challenge 2018 - Simba - O Rei Leão


Você ganha responsabilidades desde o momento em que nasce, pode não ser algo tão visível naquele momento, mas ao analisarmos toda a situação, a sua apresentação a sociedade já é um grito de esperança e otimismo. Talvez por isso os pais sejam rígidos, há o medo de serem decepcionados e frustrarem todo o futuro.

Após a perda do meu pai tudo caiu no meu colo e eu fiquei desnorteado. Senti como se a caixa de pandora tivesse sido aberta e todos os males me atingiram de uma vez só. Perdi o conforto, perdi a segurança, perdi a confiança no mundo. Todos aqueles ensinamentos começaram a fazer sentido e percebi o quanto minha imaturidade, arrogância e indisciplina o fizeram mal. Jurei não cometer os mesmos erros dali em diante.

Levei a obrigatoriedade de ser responsável e justo a outro nível, mas não posso negar que quando deito a cabeça no travesseiro todas as noites ouço as risadas altas e claras daqueles que tentaram me fazer mal um dia. Parecem hienas maldosas que traumatizaram meu coração. Ah meu pai... Aquele forte e protetor... Sr. Mufasa estaria orgulhoso de quem me tornei?

Ando em linha reta observando o por do sol. Descalço sob a grama úmida, inspiro o aroma das violetas que Nala tanto ama. Nosso jardim parece uma confeitaria, todo colorido e de aroma doce. Suspiro. Finalmente entendi que tudo na vida é um ciclo e é necessário respeitar os caminhos traçados por Deus. A natureza está ali como lembrança de um passado feliz, mas também como lembrete de um amanhã melhor.






Espero de todo meu coração que vocês tenham gostado, pois é um pouquinho de mim. Obrigada por todo apoio que vocês estão me dando. <3

- Alessandra Salvia

terça-feira, 29 de maio de 2018

Série: The Rain

Olá amores!


As séries estão mais escassas aqui, porque estou dando prioridade aos livros, mas isso não quer dizer que as deixarei totalmente de lado, não é mesmo? Hoje, vamos falar de The Rain, uma série da Netflix dinamarquesa que estreou a pouco tempo e tem 8 episódios disponíveis


O enredo é sobre o mundo pós apocalíptico, onde um vírus contaminou a chuva e a maioria da população morreu. Simone e o irmão, Rasmus, encontram-se seguros em um abrigo subterrâneo. Porém, após 6 anos, a comida está acabando e os irmãos decidem se aventurar na superfície em busca do pai cientista que os abandonou para tentar consertar a situação da chuva.


A série é bem rapidinha, episódios com cerca de 40 minutos, tornam a história mais ágil e empolgante. Tem algumas partes mais paradas, mas ao todo o ritmo é o grande ponto forte da série. Você consegue criar várias teorias e no final, nada é surpreendente, porém você fica feliz com o desenvolvimento de tudo. Principalmente com o final, porque eu achei condizente. Simone toma a atitude certa e isso abre possibilidades para grandes continuações. 

Alguns personagens são bem irritantes e em contrapartida, alguns são bem legais. Martin e Lea são os meus favoritos e o crescimento deles é bem notório. Simone também é uma protagonista forte, ela tem suas opiniões e faz de tudo para proteger o irmão que é um idiota bananão, rs. Enquanto isso, Beatrice é uma incógnita para mim. Nos primeiros episódios, em paralelo com a ação, há uma volta ao passado para descobrirmos o que cada um estava fazendo na hora de chuva e o motivo pelo qual sobreviveram.


Com um toque de The Walking Dead, tanto no roteiro quanto a fotografia/produção, acho que The Rain não inova muito, faz o trabalho direitinho, mas não traz a originalidade que precisávamos para essas histórias distópicas que estão se tornando 'mais do mesmo'. Assim... Não se engane, eu gostei muito, torço por uma renovação, só que isso acontece porque eu gosto da temática, gosto do que é feito. Ela se torna mais simples que The Walking Dead por não querer inventar muito em cima do que lhe foi apresentado, as coisas são como são, não há aquela discussão intelectual que TWD quer trazer, com planos mais fechados e sensibilidade extrema. The Rain é algo mais jovem adulto.

Uma comparação que a maioria das pessoas estão fazendo é The Rain e Dark. Eu já adiando que não acho nada parecido e até ouso dizer: que injusta fazer essa análise! Dark tem um tom totalmente diferente, uma preocupação diferente, o enredo é mais detalhado, mais desenvolvido e utiliza da física quântica para explicar tudo, enquanto o foco de The Rain não é explicar a parte lógica da chuva e do vírus, o que você precisa entender é que ocorreu uma mutação e ponto, essa nova série foca nas relações pessoais, na questão familiar e até mesmo ética médica. 


Ainda sem confirmação de uma renovação, The Rain cumpre o seu papel de entreter. Indico a série se você gosta de histórias de sobrevivência e rápidas, porque essa dá para maratonar facilmente em um sábado de frio e chuvoso. 

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia 

segunda-feira, 28 de maio de 2018

5 Motivos para assistir "A Barraca do Beijo"

Olá amores!


Recentemente, vi "A Barraca do Beijo", um filme original Netflix que foi baseado no livro homônimo da autora Beth Reekles que será publicado pela Editora Astral Cultural aqui no Brasil. 


Para quem não sabe nada sobre a obra, Elle e Lee são melhores amigos e eles precisam de uma ideia para arrecadar fundos na festa da escola. Eis que surge a barraca do beijo... E refletindo sobre essa comédia romântica, trouxe para vocês 5 motivos pelos quais vocês precisam conhecer a obra. Vamos lá?


1) É extremamente divertida;

Já devo adiantar que eu não sou uma fã de comédia, acho chato e até falso quando situações absurdas acontecem, porém nesse caso achei tudo muito natural, talvez mérito dos atores... Elle é a personagem mais divertida sem dúvidas! Acho Lee um pouco exagerado e até meio irritante, às vezes. Mas a interação dos personagens é ótima. Em diversos momentos, eu gargalhei com as situações absurdas com aquele fundinho de realidade, rs.

Cena Destacável: Elle acordando no quarto de Noah após uma bebedeira. E as cenas escondidas do casal também! HAHAHAH


2) Elle é gente como a gente e é feminista;

Elle é corajosa, tem opinião própria e sempre se impõe, principalmente em relação aos garotos. Além do fato de jogar futebol na escola. Ela não tem frescura e se importa para com os outros. O filme constrói uma personalidade para a protagonista muito forte, com diversos momentos de amadurecimento e análise pessoal.  

Cena destacável: Noah tenta discutir com Elle sobre a inadequação da sua saia, porém ele mesmo admite que irá parecer um idiota. 


3) Existe sim amizade entre homem e mulher;

Um dos pontos que eu mais amei amei amei. Porque, geralmente, em comédias românticas a amizade sempre evolui para um relacionamento amoroso e nesse caso, não. Elle e Lee são amigos mesmo e precisam aprender os limites dessa amizade, mas isso não quer dizer que o amor romântico esteja envolvido.

Cena Destacável: Lee consolando Elle depois de um encontro desastroso. Além de várias outras que não conto para deixar vocês rindo com as cenas, rs. 


4) É amorzinho demaaaais!

O enredo é clichê, o casal é previsível, mas tão lindoooooo! Um bad boy que se apaixona e mostra o ótimo coração é tudo aquilo que a gente gosta nesses filmes que assistimos de forma despretensiosa. Garanto muitos suspiros, até porque o ator que faz o Noah (Jacob Elordi) é um grande crush, rs.

Cena Destacável: Ah gente... Todas? rs A cena do primeiro beijo na barraca e a cena do Noah com o pai da Elle são memoráveis e emocionantes. 


5) Reflexões da protagonista;

Como falei no item 2, a personalidade da Elle é muito discutível, pois por mais que ela seja um ser individual, a sociedade molda suas escolhas e quando ela toma consciência de tudo, é um grande aprendizado. Não somente para ela, como para quem assiste ao filme, já que muitas vezes, levamos como uma verdade ou decisão a escolha daquelas pessoas que estão próximas a nós e não pensamos no que realmente queremos/precisamos. Saber ter voz é importante e Elle nos ensina isso.

Cena Destacável: O final. A reflexão final de Elle no aeroporto super merece um destaque. Caso você queira spoiler, selecione a frase a seguir: Elle pode ficar ou não com Noah, no final só o tempo dirá o que acontece, porém ele sempre será parte de quem ela é. E cena destacável 2: uma amizade está ao seu lado em qualquer circunstância, mesmo não concordando com sua atitude. Fim do spoiler, rs.


BÔNUS: o casal principal namora na vida real!!!! Eles se conheceram nas filmagens e estão juntos há mais de um ano. Um amorzinho, né??? ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ 


Estou completamente apaixonada por esse filme e já coloquei o livro na minha listinha de desejados. Ainda não temos nenhuma confirmação de continuação, mas a torcida é grande, viu? 

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Favorito!

- Alessandra Salvia

sábado, 26 de maio de 2018

Livro: Antes dos Vinte

Olá amores!


Esse era um livro MUITO esperado por mim e quando recebi o convite da Cinthia Freire para lê-lo meu coração se encheu de alegria. "Antes dos Vinte" já havia sido publicado há alguns anos no Wattpad, mas como eu tenho um pouco de dificuldade para ler no celular, eu acabei me perdendo e com a novidade de que ele seria lançado em e-book, eu não pude deixar de ficar empolgada! Então, preparem o coração que Pete e Moranguinho estão chegando na Amazon!!!!!


E esse é o tipo de livro que eu queria falar muito, mas tenho medo de soltar spoilers, então vamos com cuidado, rs. Luana é nossa protagonista sonhadora e cheia de problemas familiares. Após um acordo com seu pai, ela e a amiga louquinha Giovanna vão para a Disney em busca de diversão e claro, da Cinderela. Mas essa viagem também pode ser a oportunidade que Lu precisava para marcar mais um item na sua listinha de coisas a se fazer antes dos 20: beijar um americano

Pensa em um livro divertido, alto astral e ao mesmo tempo relevante e emocionante? É uma comédia romântica com toques de realidade nos momentos certos. O livro é o mais diferente que a Cinthia escreveu até o momento, porque ela sempre gosta de pesar no drama, né? E esse, além de ter aquele fator chave que te faz refletir, também é leve, gostoso e imensamente alegre! (Às vezes, você pode ficar na dúvida se chora ou se ri, porém vale a pena, rs). 


Luana é explosiva, impulsiva, corajosa, ela não é do tipo de leva desaforo para casa. Enquanto Pete utiliza o deboche como máscara para seus medos e angustias. Ambos batem de frente a maior parte do tempo e isso mostra uma certa imaturidade dos protagonistas. Não, isso não é ruim, pois no decorrer da obra há aprendizado, há amadurecimento e muito muito muito humor

Confesso que Pete não é nada convencional e ele demorou a me conquistar. Porém, aos poucos fui entendendo que a ligação dele com Luana era forte... Sabe quando você sente aquela tensão sexual entre duas pessoas? O flerte, as implicâncias, as brigas... Pete é marcante. Ele é o Pete. Único. E quando se une a Moranguinho... Ah, Moranguinho... A ligação é inegável!!!! 

Observação: Moranguinho é o apelido carinhoso que Pete dá para Luana, porém NÃO vou contar o motivo disso! 😂


Preciso dizer também o quanto os personagens secundários me marcaram. Alex, principalmente, afinal ele é um dos meus crush's literários mais fortes, rs. Ele é seguro, estável, calmo. Enquanto Pete é uma zona, é ousado, é sexy. A personalidade de Luana condiz com Pete. Já Alex é o meu coração, rs. Em determinada cena, pelo seu posicionamento perante a situação apresentada, vemos sua nobreza e força por fazer o certo, mesmo que seja difícil.

Outro personagem que merece destaque é Giovanna. A amizade é uma temática forte em 'Antes dos Vinte' e digo com toda a certeza que Luana não seria a mesma sem a melhor amiga. As duas possuem uma cumplicidade tão forte, que às vezes as imaginei como Meredith e Cristina Yang de Grey's Anatomy, rs. 

Fazia um tempão que não passava uma madrugada lendo e 'Antes dos Vinte' me trouxe essa sensação de novo. Eu consegui sentir a mágica acontecer, me emocionei sim em alguns momentos mesmo sendo um livro alto astral na maior parte do tempo, eu absorvi aquele enredo como se eu fosse a própria Luana! Passei a admirar Pete e sua coragem, seu modo de ver e viver a vida. E não tem como... Tornou-se um dos meus livros favoritos.


Para aqueles apaixonados pelo Alex, assim como eu, há um conto no Wattpad chamado "Apenas Uma Garota" que eu também já devorei e em breve, trago a resenha para vocês. Prometo!

Agora me contem, o que vocês acharam da dica de hoje? Vou deixar AQUI o link para o livro no skoob e AQUI para compra na Amazon. Não fiquem de fora, é uma obra maravilhosa que precisa ser conhecida por vocês!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Favorito!!!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 25 de maio de 2018

4 Anos de "Estante da Ale" - Desabafos!

Olá amores!

Parabéns para nós! Hoje o blog 'Estante da Ale' faz 4 aninhos e eu não poderia estar mais feliz. Venho agradecer a cada curtida, cada comentário, cada compartilhamento, cada um de vocês que leem o que escrevo. OBRIGADA, OBRIGADA, OBRIGADA. Sem vocês, esses 4 anos não existiriam, vocês fazem eu ver que não estou sozinha nessa blogosfera. ♥ 

E para comemorar, venho desabafar um pouquinho com vocês sobre alguns momentos de dificuldade que tive nesses 4 anos, afinal, não foi uma jornada fácil, mas que realmente valeu a pena! 

Desabafo nº 1: falaram que eu não iria conseguir!

E OLHEM ONDE ESTOU HOJE! 4 anos. 4 anos correndo atrás daquilo que eu amo, correndo atrás para sempre trazer o melhor conteúdo para vocês. E a cada palavra de descrença ou menosprezando aquilo que faço aqui, eu fico mais forte. Vou contar um caso para vocês... Esses dias, uma familiar me disse: 'quero só ver se você vai conseguir' e minha mãe lhe respondeu: 'ué, ela já conseguiu'. Naquele momento, meu coração se encheu de felicidade, primeiro porque tenho apoio daqueles que importam, mas também porque eu consegui mesmo, não é uma mentira. Eu consegui! E nada me dá mais prazer do que saber que estou onde quero estar e de que tenho a força para conquistar o que está por vir.


Desabafo nº 2: romances não são fúteis!

Não pense que os romances são irrelevantes! Existem muitas formas de abordar temas sérios e importantes, contar uma história é a prova disso. Os autores utilizam o exemplo para nos ensinar mais sobre assuntos como a depressão, suicídio, traumas, feminismo, relacionamento entre pessoas, aprendizado, amadurecimento, relações familiares, auto-conhecimento... O romance usa um protagonista para mostrar ao leitor quais são as possibilidades da vida. E nada se compara quando você encontra um livro que conversa com seu coração. Acredito que seja esse o gênero com mais paixão e sentimentalismo, o leitor aprende se colocando no lugar do outro, gerando a empatia. Quer algo mais importante que isso?


Desabafo nº 3: diga não ao preconceito literário!

O projeto com a literatura nacional veio um pouco depois da existência do blog. Vocês podem perceber que os romances são constantes por aqui, mas a natureza deles varia muito. Dou preferência aos nacionais, pois além da resposta do autor ser melhor e mais rápida, é algo mais 'nosso', sabe? Porém, não deixo de ler os estrangeiros. A literatura não precisa ser uma briga ou uma questão de escolhas, tem espaço para todos e se nesse mês não deu para comprar o novo livro da Paula Pimenta, porque o Stephen King lançou algum, pense que o cartão vira todos os meses e você conseguirá a obra na próxima compra! O preconceito atrapalha muito todos os autores e gera uma limitação nos leitores. Ninguém é melhor do que ninguém e nenhuma forma de conhecimento deve ser diminuída. Os livros estão aí para quem quiser apreciá-los, independente de como, quando ou onde.


Desabado nº 4: ser youtuber não te faz melhor do que os blogs de escrita!

Por que vocês valorizam mais o youtuber do que quem escreve? Por que vocês seguem mais, curtem mais e compartilham mais uma gravação do que um texto? Queria entender, juro! É preguiça? A resenha pode ser a mesma, a opinião igualzinha, vocês sempre vão para o lado do youtube. E não, não estou julgando, porque eu mesma acompanho booktubers e gosto, um exemplo disso é a Pam Gonçalves que faz vídeos e escreve livros maravilhosos, mas por que vocês tentam fazer o blogueiro de texto virar youtuber? Já cansei de responder o questionamento do porquê mantenho o blog nesse padrão e vou repetir: meu objetivo é escrever, treinar a escrita, por que eu preciso mudar??? Sério. Faça aquilo que você quer fazer, só não desvalorize o meu trabalho porque eu não mexo no programa de edição, ok? 


Desabafo nº 5: parcerias! - (Item polêmico)


Parem de achar que a parceria vai resolver seus problemas, que você vai virar um blogueiro rico e famoso só com as editoras por trás de você. O que faz alguém ler seu blog é a paixão que você tem ao escrever, é aquela empolgação, são as novidades que você traz. E vou dizer mais, tá? Isso não vale só para editora, mas também para autor nacional: não adianta vocês criticarem os blogs se vocês mesmos não dão assistência. Eu e minha amiga, Pam do Interrupted Dreamer conversamos muito sobre isso. Conseguimos algumas parcerias no começo do ano, porém os autores não nos ajudam a ajudá-los, rs. Nós não recebemos informações, nós não recebemos material para divulgação, nós não recebemos nem e-mails. E não estou pedindo livro não, porque tem autores que nem parceria tenho, mas faço questão de divulgar os materiais que me mandam. Nós, blogueiros, queremos apenas ser lembrados, queremos que vocês compartilhem nossas resenhas, queremos a valorização de nosso trabalho, assim como valorizamos e amamos o de vocês.

P.S.: Vou deixar claro que tenho parceiros maravilhosos e que se você (autor) está lendo isso nesse momento,  deve relaxar, porque você não se encaixa nesse item. Os autores que fazem pouco caso do nosso trabalho, nem se importam em nos visitar de vez em quando, coisa que você está fazendo nesse momento. 😊

P.S.2: Estou revoltada, eu sei, mas é porque a gente nunca pode falar o que pensa. E sei que muitos autores podem não me escolher para parceria ou até mesmo irão romper comigo por conta dessa opinião. Mas de verdade? Acredito que talvez seja o melhor, porque eu quero ler, eu quero resenhar, eu quero divulgar. Quero uma via de mão dupla. 



E acho melhor eu parar por aqui, porque foram muitas polêmicas, rs. Novamente, eu agradeço a você e espero que esses 4 anos se multipliquem por mais e mais. Quero trazer novidades em breve, colunas novas e muuuuuuuita literatura! Um OBRIGADA gigantesco.

- Alessandra Salvia

terça-feira, 22 de maio de 2018

Livros: "Sonhos" e "Despertar"

Olá amores!


Vamos terminar de falar da série Nefilins da Mari Scotti? Hoje, a resenha será dupla: "Sonhos" e "Despertar" são as continuações de "Insônia", obra já resenhada AQUI.


A história de Suzana continua de uma forma mais sombria e intensa. Eu não gostaria de dar spoilers, então para manter o suspense vou apenas dizer que cada escolha tem sua consequência e mesmo não sendo uma escolha consciente, é necessário enfrentar julgamentos por ela. 

Com mais ação e explicações, ambas as obras me agradaram muito por serem mais ágeis e esclarecedoras. O grande problema, para mim, é Suzana suas reclamações, indecisão e seu vitimismo me deixam um pouco irritada, porém, temos a sorte dos outros personagens compensarem esse lado mais 'fraco' da protagonista.

A questão de céu e inferno, anjos e demônios é muito bem abordada. Acredito que haja um grande trabalho de pesquisa por parte da autora e mesmo assim ela conseguiu desenhar sua história com respeito para com outras religiões. Isso reflete na credibilidade da obra, que por mais que seja fantasia, traz ensinamentos e reflexões (não apenas ideológicas) importantes.


De toda a trilogia, o que eu mais gostei foi "Despertar" e essa questão de escolhas x consequências, ou certo x errado. Será que estaríamos dispostos a abrir mão de tudo para seguir o caminho dos anjos? Ou o inferno é nosso destino final? 

Há guerra, há romance, há grandes revelações. A trilogia é um prato cheio para fãs do gênero e para aqueles que não acreditam na fantasia nacional. A qualidade das obras são inquestionáveis e te farão ficar fã da Mari. 

Caso você queira adquirir seu ebook, vou deixar os links abaixo:

Espero que tenham gostado da dica de hoje e se joguem nessa trilogia!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5)

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Words Challenge 2018: Úrsula

Olá amores!

Um dos Words Challenge mais esperados por mim é esse. O da ÚRSULA!!!!! Vocês não tem ideia do quanto foi difícil escrever esse texto, ainda mais com a Srta. Pâmela (do Interrupted Dreamer) dificultando nas palavras, rs. Mas cá está o resultado. Lembrando que as palavras foram: jogo, luz, surpresa, intenção, estrela, intenção e gaivota


Words Challenge 2018 - Úrsula

Unhas vermelhas. Batom retocado. Jogo o cabelo para o lado direito... Não. Não ficou bom. Jogo para o esquerdo e o movimento me parece adequado para a ocasião. O vestido preto está justíssimo marcando todo meu corpo. Sinto-me poderosa. Sou poderosa.

Os saltos altos serão necessários para comportar a minha presença. Não será surpresa quando todos os olhares se virarem para mim. As luzes serão acesas e eu caminharei de encontro ao meu único objetivo: o poder. Dou uma risada alta e maléfica que sem querer é acompanhada de um trovão intenso e assustador. Até a meteorologia está a meu favor, quem diria, não é mesmo?  

A chuva está torrencial e eu me beneficio disso. Meu relacionamento com a água é íntimo, sinto-me ainda mais sexy e capaz rodeada pelo brilho translúcido do elemento. Olho-me no espelho e o colar dourado se destaca sob minha pele. Admiro-me com orgulho.

Algo que ninguém pode negar é o quanto corro atrás daquilo que quero. Dedicação e persistência são lemas que carrego sempre e hoje a noite nada será fora do planejado. Minha intenção é obter sucesso? Pois é com o sucesso que voltarei para casa mais tarde.

Na parede a esquerda, vejo um quadro alaranjado, gaivotas sobrevoando um lindo pôr-do-sol. Pequenas belezas que não posso me dar ao luxo no momento, afinal, o mundo aguarda que eu seja a estrela que nasci para ser.



O que acharam? A opinião de vocês é muito importante para mim! E não se esqueçam de correr para o blog da Pâm, o Interrupted Dreamer para ler o texto dela que está sensacional!!!!!

- Alessandra Salvia

domingo, 6 de maio de 2018

Dicas Culturais do Final de Semana

Olá amores!

Hoje, trouxe para vocês um pouco do meu final de semana. Uma das dicas pode ser para todos, porque é o filme recém lançado no cinema: "Vingadores - Guerra Infinita" e a segunda dica é mais para quem mora em São Paulo, é o teatro "Os Miseráveis" que está em cartaz aqui na cidade. O mais legal disso tudo, é que eu nunca trouxe uma dica de teatro e uma dica dupla para vocês, então espero que esse tipo de post seja do agrado da maioria.



Dica número 1) Vingadores - Guerra Infinita:


Para quem ainda não sabe, essa é uma adaptação dos quadrinhos da Marvel e merece todo o destaque que vem tendo. Não vou dar spoilers, mas é recomendável você assistir todos os filmes de heróis antes de assistir esse, porque a história já começa em alta tensão desde a primeira cena, não haverá explicações de quem é quem e o porque Thanos é tão perigoso.

O filme é impecável, se eu arrumar algo negativo para falar seria que meu personagem favorito, o Capitão América, apareceu pouco. Mas de resto... A Feiticeira Escarlate brilhou com seu poder e coragem, mesmo tendo a difícil missão de ir contra o seu coração. Thor finalmente tem um papel aceitável e Hulk está bem rebelde, rs. Gostei muito da interação dos Guardiões da Galáxia com os Vingadores e não estou com raiva do Peter pelo final como a maioria fica, acho que foi condizente com o personagem dele e o auto-controle naquele momento não seria possível, coloquem-se no lugar dele, por favor.


Sobre o polêmico final: foi exagerado, foi intenso, foi impactante, mas novamente digo que fez sentido. Se Thanos é tão poderoso quanto dizem, aquele acontecimento se faz necessário. Claro, há várias teorias rolando soltas e a minha é que tudo não passa de um plano do Dr. Estranho. Ponto, só isso vou falar, rs.

Ah, outra observação: eu quase (quase mesmo) entendi o Thanos. Ele é um personagem malvado? Acho que não, ele apenas acredita que os fins justificam os meios e ele realmente se acha superior. Não conheço a história e como ele se tornou dessa maneira, mas não iria me admirar um enredo cheio de perdas e dificuldades para ele. 





Dica número 2) Os Miseráveis:


Amores, meus amores... Que peça de teatro! Primeiramente, preciso destacar a incrível adaptação de roteiro. Eu amo musicais, mas a forma como as músicas foram minimizadas para destacarem a emoção e o coração de cada personagem me tocou de uma forma única. A história é forte e com mensagens positivas de luta, liberdade, honestidade e até mesmo sonhos.

Se você ainda não conhece, 'Os Miseráveis' é uma obra literária escrita em 1862 por Victor Hugo, porém que pode ser considerada atemporal por sua abordagem sobre a desigualdade, miséria e a busca da revolução. O protagonista é Jean Valjean um ex-prisioneiro que muda de vida, mas se vê obrigado a esconder quem é e bate de frente com muitas das condições impostas ao povo na França do século XIX.


A peça é simples e muito delicada. Ela permite que os atores brilhem! Cada detalhe é importante e bem executado. Em determinadas cenas, você mergulha na emoção e a utilização das luzes, sombras e vozes chega a arrepiar o público. A utilização de um narrador foi muito inteligente e um ponto fundamental para a história se fechar com a maestria. 

Preciso destacar também, a sensibilidade dos atores que ao final da peça se apresentaram ao público. Em minha sessão, 'sem querer' o público formou um coração na platéia e o ator Paulo Novaes (muito emocionado) disse a seguinte frase: 'sei que isso é uma prova de que Victor Hugo, esteja onde estiver, está feliz que sua história atingiu os corações de vocês essa noite'. Aquilo foi o toque final, foi como se estivéssemos realmente conectados com a apresentação e com a história nos apresentada.

A peça foi produzida pela Companhia do Ator que tem um projeto maravilhoso de levar o teatro a quem não tem tantas condições financeiras, afinal, vocês sabem que cultura (hoje, no Brasil) não é de fácil acesso e esse grupo tem a missão de espalhar o amor e sonhos por onde passam.

De todo o coração, foi uma peça maravilhosa que só de lembrar enchem meus olhos de lágrimas. Parabéns a toda a equipe! Vocês realmente merecem, tudo foi perfeito e podem contar com minha presença em mais espetáculos.



Espero que vocês tenham gostado das dicas de hoje, ambas bem opostas, mas incríveis! Deixem seus comentários o que acharam e se esse perfil de postagem é do agrado de vocês.

Muito obrigada!

- Alessandra Salvia 

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Livro: Felizes Para Sempre?

Olá amores!

Hoje, trago uma resenha das mais esperadas por mim, como vocês sabem eu sou amiga e parceira da Nohane Carvalho e quando ela me convidou para ler "Felizes para Sempre ?", o segundo volume da série Devaneios de Uma Famosa em Apuros eu fiquei mega empolgada! Ambos os livros já estão disponíveis na Amazon.com e também tem um conto super amorzinho, no final da resenha deixarei os links para vocês. 


Para quem ainda não conhece, a história é sobre Helena, uma famosa que após um acidente com o refletor perde a memória e ao acordar encontra-se casada com um famoso e sexy astro do rock, Thor. No primeiro livro a adaptação e aceitação da nova vida é o foco principal, mas essa continuação Helena precisa lidar com as lembranças de um passado inesperado e um marido cheio de segredos

Quando iniciei a leitura, confesso para vocês que esperava algo totalmente diferente. Um chick-lit leve, gostosinho e divertido. Porém, a Nohane superou todas as expectativas, ela fugiu do óbvio e trouxe um emocionante história sobre relacionamentos, confiança e família. Claro, com o bom humor e as referências costumeiras de seus livros, mas os plot's dos personagens cresceram muito! São intensos e relevantes, há diversas reviravoltas que te envolvem cada vez mais e mostram um amadurecimento ao compararmos aos livros anteriores.


Essa obra continua com a escrita direta da autora, ela não costuma enrolar nos acontecimentos e tudo se fecha perfeitamente no final. Posso te prometer que será uma leitura rápida e com sentimentos a flor da pele. Com uma abordagem muito real, os personagens cometem erros e acertos, ninguém é perfeito e há o exercício da compreensão e do perdão em diversos momentos. Lembro que falei muitas vezes para a Nohane que não tomaria tal decisão, mas a mesma condizia perfeitamente com o que o personagem era ou pensava, isso fez a diferença, pois consegui respeitar as escolhas individuais e entender as consequências daqueles atos.

Os personagens secundários também merecem ser mencionados, porque há um crescimento nítido  e arrisco dizer que vocês ficarão bem chocados com alguns detalhes explorados. A narrativa ganha seu peso e abre possibilidades para spin-offs futuros


Algo que preciso destacar também é sobre a força que a Helena demonstra na reta final da obra, gosto do fato dela ter um plano e confiar naquilo sente. Os ciúmes, desconfiança e mal entendidos seriam o caminho óbvio e clichê, mas não. Em 'Felizes Para Sempre?' ,  confiança em si mesmo e no amor, algo (na minha opinião) muito nobre e difícil de encontrar nos livros (e na vida) hoje em dia.

E para quem é de São Paulo, nesse sábado dia 05/05 teremos o evento de lançamento na Unibes Cultural às 15h:


Link do Evento: AQUI
Link do Skoob "Devaneios de Uma Famosa em Apuros" - AQUI
Link da Amazon "Devaneios de Uma Famosa em Apuros" - AQUI
Link da Resenha "Devaneios de Uma Famosa em Apuros" - AQUI
Link do Skoob de "Amor e Outras Confusões" - AQUI
Link da Amazon de "Amor e Outras Confusões" - AQUI
Link da Resenha de "Amor e Outras Confusões" - AQUI
Link do Skoob de "Felizes Para Sempre?" - AQUI
Link da Amazon de "Felizes Para Sempre?" - AQUI

Amores, espero que de todo coração vocês gostem da obra. Ela não tem apenas um significado especial para a Nohane, como para mim também. Leiam, se apaixonem, se emocionem e venham nos contar as opiniões hein?

Minha Classificação: (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia