domingo, 19 de maio de 2019

Livro: Império de Tempestades - Tomo 2 - Trono de Vidro #5

Olá amores,

Como estão? Sei que havia colocado como meta terminar de ler os livros da série 'Trono de Vidro' em 2018, porém tive alguns imprevistos e optei por lê-los com calma agora em 2019. Tanto isso é verdade que hoje voltamos as resenhas especiais da série com: "Império das Tempestades - Tomo 2" também escrito pela Sarah J. Maas e publicado pela Editora Galera Record.


Para facilitar, deixarei abaixo os links das resenhas que fiz sobre essa série, afinal, o que vamos falar hoje é sobre o 5.2 (quinto livro, parte 2):



E como já é de costume, vou fazer uma parte com e outra sem spoilers, ok? Assim, tem resenha para todos, afinal, o mundo precisa sim conhecer essa série incrivelmente bem feita e envolvente chamada: Trono de Vidro. 


SEM SPOILERS:
O mais legal em chegar até aqui na série é ver o quanto a premissa e os personagens evoluiram. A história é uma crescente e seu aprofundamento é algo que precisamos destacar a quem ainda não sabe se começa a ler ou não estas obras. De início, Trono de Vidro era para ter uma sinopse básica: e se a Cinderela fosse uma assassina? Só não contávamos a quantidade de surpresas e reviravoltas que a autora nos ofereceria. 

Há uma riqueza de detalhes, uma sociedade muito bem construída e diferentes temáticas abordadas, pois não pense que é só um livro de fantasia, não não não. Podemos dizer que é "O" livro de fantasia, com tudo aquilo que os fãs mais amam. Temos  uma mescla de problemáticas, discussões relevantes do que é certo e justo perante uma guerra, se os fins justificam os meios... Há todo um 'desenho' para a história se formar e é maravilhoso quando você chega ao final do livro 5 (desesperada, claro, porque o final é de roer as unhas) e se dá conta de tudo está se fechando e fazendo sentido!

E posso até tentar, mas não há um defeito para apontarmos. A série realmente só melhora e deixa o leitor de boca aberta pela ousadia e inteligência da autora em criar e unir tantos personagens icônicos de uma maneira equilibrada e envolvente. 



Agora, vamos a parte COM SPOILERS:
Eu estava empolgada para embarcar nessa aventura com Aelin Galathynius, a herdeira do fogo, contra os valgs, seres escuros e terríveis que querem a destruição de tudo e todos, pois senti que no Tomo 1 foi apenas a preparação para os grandes acontecimentos dessa segunda parte. E não me arrependi. O ritmo de leitura é maravilhoso, pois você não se cansa e em cada capítulo há um detalhe que faz a diferença para o rumo da história. 

"Império das Tempestades" sustenta sua história e ainda nos deixa mais empolgados pela sua continuação. O óbvio nunca acontece e seus personagens saem dos padrões. Dorian e Manon são exemplos claros de que as primeiras aparições não fazem jus à eles. A força de ambos, faz com que a Aelin não se torne protagonista sozinha. O leitor lê sobre os outros personagens com a mesma empolgação com que temos com o plot central. Lysandra, Aedion, Elide, Lorcan... Cada um mostra sua relevância e nos encanta. É impossível não torcer, não se emocionar com cada um deles.

E falando isoladamente de Aelin, só tenho elogios a fazer, pois por mais que muitas vezes, ela seja fria, arrogante e sanguinária, ela nos tira da zona de conforto que a maioria das histórias nos trazem. Aelin não é politicamente correta, ela te faz pensar em cada atitude tomada, ela age conforme é necessário e está sempre à frente, por mais que isso prejudique sua imagem para com os companheiros de viagem. Aliás, mais um adendo aqui... Falando sobre seu romance com o Rowan, um exemplo de relacionamento equilibrado e confiante. Rowan apoia Aeliln, luta a seu lado, não há conformismo ou restrições. 


Após o final dessa obra, sei que fiz a escolha certa em voltar a lê-la agora. O final me deixou arrepiada e LOUCA LOUCA LOUCA por mais. Tanto que já comecei "Torre do Alvorecer" e comprei o último livro da saga (Reino das Cinzas) que chegará em breve. Não conheço nenhuma pessoa que leu e não se entregou a esse mundo novo criado pela Sarah. Espero que tenha conseguido passar para vocês um pouquinho do meu amor por essa saga já que considero uma das melhores séries da atualidade.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Favorito!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Words Challenge 2019 - Touro

Olá amores,


Hoje, o Words Challenge traz uma personagem taurina: forte, amante do conforto e da vida, esforçada, sentimentalista, emotiva e que está sempre com fome, rs. Espero que gostem e não deixem de conferir o texto da Pam do Interrupted Dreamer também, tá?


Words Challenge 2019 - Touro


"- Eu estou com fome.

Ok. Meus amigos já sabiam disso. Era talvez a terceira vez que eu repetia isso dentro de um período de 15 minutos, mas que culpa eu tenho se eles só me colocam em enrrascadas? Eles me trouxeram para fazer um trilha especial em comemoração ao meu aniversário. E eu sei que deveria estar agradecida e tal, mas vocês já viram o tamanho dessa montanha?

Normalmente, eu sou corajosa e enfrento meus problemas de frente, mas, infelizmente, eu vim com esses tênis novos que fazem meu pé doer e essa blusa térmica que não me deixa tomar nem um ventinho fresco. Ai Deus, tudo dói. Se arrependimento matasse...

- Quer voltar?

Meu amigo João sussurra, já que ele percebe que não estou muito feliz com a situação. João me conhece melhor do que eu mesma. Somos amigos desde o jardim de infância e é impossível esconder a verdade dele.

- Quero, mas não vou desistir, você sabe!
- Sei, rs. Mas não custa perguntar, né? Não seria errado admitir que está difícil. Sabe que se precisar, eu posso te carregar.

Dou a maior gargalhada possível, mesmo com o fôlego me faltando.

- Você? Magricela desse jeito?
- Ei, eu estou fazendo academia há uma semana!
- Nooosssaaaaa, desculpe The Rock!
- Não me zoa! Talvez minha forma física não esteja perfeita, mas vai ficar, só me dá mais alguns meses.
- Se te faz feliz... Só estava aqui pensando... Poderíamos chegar em casa e pedir aquele hamburguer duplo com bacon do Sr. Olavo...
- Você está me boicotanto, Patrícia. Isso não é justo.
- O que não é justo? Eu querer comer um hamburguer duplo com bacon? - Eu frizo a palavra bacon só porque sei que é seu ponto fraco. Ele não vai resistir.
- Você sabe que eu amo o hamburguer do Sr. Olavo. Ok. Posso voltar a dieta na segunda-feira. 

Sorrio com orgulho. Venci. João sorri de volta como se soubesse o quanto aquilo era importante para mim. Mas o momento é quebrado quando nossa amiga Júlia grita lá da frente:

- Chegamos, pessoal! Vejam se não valeu a pena o esforço!!!!

Encaro o mirante de boca aberta. É a vista mais linda e inspiradora. Mentalmente faço uma oração agradecendo aquele momento e aquelas pessoas que me fizeram vir até aqui. Cada um do grupo senta em um local, ou para tirar fotos ou para tomar água e eu só consigo ficar hipnotizada com aquela paisagem. 

Por trás, João se aproxima de mim e coloca um pacote em minha mão que está estendida ao lado do corpo. Antes que eu possa me virar, ele se afasta e abro a caixinha pequena que contém um laço vermelho. Uma gargantilha com o pingente dourado escrito 'corajosa' reluz ao sol da tarde. Uma lágrima caí e eu nem a enxugo. Estou feliz em estar aqui. Estou feliz em viver."


- Alessandra Salvia

terça-feira, 14 de maio de 2019

Série: Shadowhunters - Season 3

Olá amores,


Como estão? Semana passada, a série "Shadowhunter" que está disponibilizada aqui no Brasil pela Netflix chegou ao seu final e eu vim falar um pouco sobre isso, afinal, foram três temporadas acompanhando a saga.


Baseando-se na série de livros "Instrumentos Mortais" da autora Cassandra Clare, "Shadowhunters" não foi uma adaptação fiel. Podemos dizer que os produtores utilizaram as ideias da Cassandra Clare para criar novas situações na série de TV. Eu, particularmente, não gosto muito dos livros, mas admiro a premissa e o mundo criado pela autora, então me aventurei nas obras chegando ao final do livro 6, o chamado "Cidade do Fogo Celestial" somente esse ano e por conta do final da série também que me empurrou, rs.


Eu queria dar spoilers nesse post, pois acho que é importante para vocês entenderem minha frustração com essa temporada final. Não vou mentir, eu até que gostava sim da série, via que o elenco estava se esforçando para melhorar, tanto que se você ver a primeira temporada e a segunda percebe nitidamente o quanto a produção como um todo estava se encontrando. Porém, veio a notícia do cancelamento e tudo foi desestabilizado. 

Essa segunda parte da terceira temporada foi fraca, rápida e decepcionante. Tudo foi muito fácil, nenhum plot foi realmente desenvolvido, as ameaças se resolveram num piscar de olhos e nem deu tempo de nos emocionarmos. Quero dizer, fora Malec que é a melhor coisa de todas nessa série. Magnus e Alec se tornaram meus personagens favoritos e deixaram no chinelo o casal Sizzy (Simon e Izzy) que até então, eram meus favoritos nos livros.


Se você está se perguntando qual o final do livro e o final da série, eu vou contar, pois vai ser o perfeito exemplo do quanto os produtores reaproveitam ideias: o final da Clary na série, é o final do Simon no livro. E eu não gostei. Não pelo fato de ser aberto, mas por achar que tornar-se humana, não condiz com a protagonista que realmente 'se encontrou' no mundo das sombras. Quantas vezes Clary disse que não trocaria aquilo por nada? Elas nasceu assim, não sabiam e no decorrer da vida achou seu lugar! Já Simon, é diferente porque ele se tornou submundano num 'acidente', não era para ser assim. Acredito que essa até seja uma fala do Magnus no epílogo do livro e fez total sentido para mim.

Outros personagens tiveram seus finais jogados também: Luke, Maia, os clãs de vampiros e seelies... Faltaram diversas explicações e sinceramente? Não precisava ser assim. Sei que o corte de orçamento foi um dos principais fatores, mas acho que a série e os fãs mereciam mais respeito. Os produtores até explicaram como seria a quarta temporada para tentar justificar o final corrido só que nada muda, né? Temos que analisar o que nos foi apresentado.


Sendo assim, finalizo dizendo que é uma pena, mas o final foi decadente perto da ascensão que a série estava tendo. Se tiver interesse, ainda recomendo a leitura dos livros, lembrando que o mundo das sombras é bem maior que Jace e Clary e temos diversas obras da Cassandra para matar a saudade dos nossos Shadowhunters.

Minha Classificação:♥ ♥ (2/5) - Regular, só Malec salva!

- Alessandra Salvia

domingo, 12 de maio de 2019

Livro: Quando Ela Desaparecer

Olá amores,

Hoje, vamos falar de "Quando Ela Desaparecer" escrito por Victor Bonini publicado pela Faro Editorial. Este, é o terceiro livro publicado do autor, porém como a experiência foi bem positiva, já coloquei os outros na listinha de próximas leituras!


A premissa de "Quando Ela Desaparecer" é muito atual, uma adolescente desaparece na cidade de SP e a polícia precisa investigar o que realmente aconteceu com ela. Acredito eu que você deve ter visto nas redes sociais o grande marketing que a editora fez nesse livro com a #CadêAKika? Mas se não viu, eu explico: Kika é o nome dessa garota desaparecida e por muitos pode ser considerada uma adolescente problema com seu temperamento difícil, palavreado inadequado e roupas curtas. Todo mundo tem uma opinião sobre o caso e a investigação fica ainda mais misteriosa quando descobrimos que este crime, não é o primeiro envolvendo o nome da garota.

Para mim, o grande brilho do livro é o quanto tudo parece real com a narrativa no estilo jornalistico. Eu moro em SP e não conheço muito Guarulhos, porém tenho uma noção e sei que os lugares citados são reais, sei o quanto as pistas, os argumentos das testemunhas podem ser verdadeiros. As opiniões, ora acusando Kika, ora a defendendo são iguais a casos reais de desaparecimento, afinal, quem nunca viu alguém culpando a vítima? Ou querendo condenar sequestradores a morte?

Não estou dizendo que é certo ou errado, estou apenas relatando os fatos: Kika tinha muitas inimizades e também atitudes estranhas, o que será que levou ao desaparecimento dela? Será que ainda está viva?

Comprei a obra já autografada que estava no Shopping Eldorado, em SP
Bom, não posso responder porque seria um spoiler, né? rs O que posso adiantar é que se tem um livro que você precisa ler, é esse. É uma história extremamente bem construída e que posso até considerar como um dos melhores thrillers que li até hoje. A história da Kika é cheia de reviravoltas e só quem lê minuscuiosamente percebe o quanto tudo está interligado.

E o mais interessante, é que falando um pouco sobre a minha relação com este livro do Bonini, eu posso dividir em duas partes: a primeira que eu estava num ritmo leeeento de leitura, pois parecia que tudo ia ser previsível e a segunda parte com surpresas e leitura interrupta. O autor me quebrou como leitora, pois por mais que eu tenha adivinhado o final da obra, eu fiquei na dúvida a todo momento com os detalhes e surpresa escondidas no enredo. Falo de verdade quando digo que não esperava a complexidade de como tudo aconteceu e em diversos momentos, eu duvidei sim de que todos os pontos seriam fechados. Porém, para minha alegria, nada ficou para trás: nada, nada.

A reta final é deixar qualquer um roendo as unhas, pois tudo parece tomar um rumo e no final é outro completamente diferente. Um verdadeiro plot twist! A obra é para bagunçar a cabeça do leitor, te tirar na zona de conforto. 


Destaco também a maravilhosa edição da Faro Editorial, a diagramação está impecável e fez com que o leitor imersasse na história pela sua veracidade. (P.S. para deixar tudo claro: "Quando Ela Desaparecer" é uma ficção que não parece ser, rs).

Termino essa resenha elogiando muito o trabalho do Victor Bonini e querendo que o mundo o conheça, pois foi uma grande surpresa toda a construção da história e como ele se reinventou em algo que poderia ser 'mais do mesmo'. Estou chocada e não vejo a hora de devorar "O Casamento", livro também escrito por ele.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Uma Amiga Indicou: Filmes para o dia das Mães

Olá amores,

O dia das mães está chegando e por que não trazermos dicas de filmes com essa temática? Eu e minha mãe somos bem companheiras e felizmente, sempre estamos vendo filmes juntas. Então quando nós do grupo, "Uma Amiga Indicou" ('A Colecionadora de Histórias', 'Infinitas Vidas', 'Caverna Literária' e 'Interrupted Dreamer') selecionamos esse tema, sabia que poderia trazer muitas dicas bacanas à vocês!



Dica 1) Minha Mãe Quer Que Eu Case:


Um filme de 2007, mas que merece destaque. É uma comédia no melhor estilo romântica. O elenco é maravilhoso e conta com a presença de grandes nomes como Diane Keaton e Mandy Moore. Graças a Deus, minha mãe não é assim, mas como eu me diverti vendo as enrrascadas de Milly e de Daphne. Confesso que é um clichêzão, só que aqui em casa, a gente é fã desse tipo de filme! HAHAHA



Dica 2) Mamma Mia!


Esse é para quem ama um musical. Um dos poucos que consegui assistir com minha mãe, pois ela não é muito fã do gênero, só que aqui existe um diferencial: as músicas são do ABBA e eu duvido que sua mãe não goste delas!!! A obra é muito alto astral, divertida e te faz querer dançar mesmo no sofá de casa. O filme teve uma continuação chama "Mamma Mia - Lá Vamos Nós de Novo". Perfeito para deixar o dia das mães animado! 


Dica 3) O Quarto de Jack:


"O Quarto de Jack" como é conhecido aqui no Brasil também pode ser achado como "Quarto" (Room) nas livrarias. A história de uma mãe que teve um filho de seu sequestrador e precisa se desdobrar para criá-lo em um quarto minúsculo é um verdadeiro ato de amor, tanto isso é verdade que ela treina o garoto para fugir e mesmo com grandes questões psicológicas o prioriza. Um filme emocionante que trouxe o Oscar de Melhor Atriz a Brie Larson. 



Dica 4) Para Sempre Alice:


Também sendo uma adaptação literária, o filme na verdade nem tem como temática central essa relação materna, a premissa seria uma mulher responsável e inteligente descobrir que possui Alzheimer precoce. Porém, antes dessa doença a definir, Alice é mãe e isso nos derruba, pois ela mostra o quanto estamos frágeis e suscestíveis aos imprevistos da vida. Essa obra é para quem gosta de histórias sensíveis e emocionantes, temos uma mensagem de sempre valorizar aqueles que estão ao nosso redor, sempre dizer o quanto os amamos e viver sem arrependimentos. 



Dica 5) Sexta-feira Muito Louca:


Um clássico. Lembro de assistir esse filme muitas e muitas vezes com minha mãe e nunca me canso. Uma obra na qual mãe e filha não poderiam ser mais diferentes e quando ambas trocam de corpo, as confusões começam! É divertido, emocionante e com uma trilha sonora ótima. Lindsay Lohan está em sua melhor forma e nos traz a reflexão sobre nos colocar no lugar do outro. 



Espero que tenham gostado e que aproveitem muito esse final de semana especial com aquelas que merecem o mundo!!!! Feliz Dia das Mães ♥

- Alessandra Salvia

terça-feira, 7 de maio de 2019

Série: Station 19

Olá amores,

Como dica de série hoje, vamos falar de "Station 19", o spin off de Grey's Anatomy que possui sua primeira temporada disponível na Netflix e a segunda encontra-se em exibição no canal Sony.


Essa série é beeeem mais tranquila que Greys, mesmo tenho a assinatura da Shonda Rhymes. Ela retrata o dia a dia dos bombeiros da estação 19 e paralelamente a isso, a vida pessoal de cada um, principalmente, os casos amorosos, rs.


Confesso para vocês que está para nascer uma protagonista mais chata que a Andy. Ela é arrogante e utiliza sim do benefício de ser 'filha do chefe' para ter vantagens. Não digo que ela é má profissional, ela não é, mas como pessoa... Não concordo com muitas atitudes que ela tem e isso gera uma certa antipatia na maioria dos episódios. 

O triângulo amoroso que ela forma com Jack e Ryan é meio desconstruído e não agrega em nada, tanto que está se tornando totalmente irrelevante perto de outras problemáticas. Acredito que a sorte seja dos personagens secundários serem tão maravilhosos e assim esquecemos totalmente de ficar com raiva da Andy. E quando digo 'personagens secundários', me refiro a todos. A equipe é muito unida e sempre estão dispostos a tudo para ajudar o próximo. Chega a ser emocionante o carinho entre eles! É uma série inspiradora no sentido de fazer a gente a querer ser melhor e ter coragem para enfrentar nossos medos diariamente.

Participação da Miranda Bailey de Grey's em Station 19

Ah, e ainda tem algo que eu gosto bastante em séries que é o fato de que cada episódio tem seu caso que precisa ser resolvido. Algum incêndio, algum resgate... Há sim um plot maior sendo desenrolado, mas pequenas histórias também são o foco. É uma ampliação da visão que temos dos bombeiros, fiquei ainda mais admirada com a força e coragem que é preciso ter para seguir a profissão.

"Station 19" está em sua segunda temporada e uma promessa de futuro promissora. Estou adorando o ritmo da história e o quão envolvente ela é abordando temáticas de maneira menos dramática, mas muito impactante.


Vocês já assistiram? Gostariam de assistir? Me contem!!!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito boa!

- Alessandra Salvia

domingo, 5 de maio de 2019

Livro: A Verdade Oculta

Olá amores,

Como estão? Hoje, vim conversar um pouco com vocês sobre o livro "A Verdade Oculta" da Juliana Dantas que está disponível na Amazon em ebook e para caso alguém prefira livro físico, a Editora Pandorga publicou.


Para quem gosta de romances dramáticos como eu, esse livro é um prato cheio. Aqui, conheceremos a história de Andrew e Melinda, um casal com uma forte atração, porém separado por grandes segredos. Eles se conheceram em um clube secreto para homens, um clube luxuoso no qual Melinda estava servindo os clientes. Tudo foi rápido demais. Intenso demais. Só que Andrew não conseguiu descobrir quem estava por baixo daquela máscara azul. 

Um ano se passa e o destino pode trazer grandes surpresas a Andrew quando Melinda aparece na casa de sua família como babá. Ou... Será que é mesmo ela?

O livro guarda grandes reviravoltas e surpresas para o leitor, sendo uma delas a descoberta de um enredo sensível e apaixonante. Por mais que no início, pensemos que será um livro recheado de sexo e intrigas, quando a história avança percebemos que os personagens são consistentes e o dramas familiar é a verdade temática central da obra


Não quero dar spoilers, porque grande parte do impacto da história é o grande segredo que Melinda guarda. Porém, digo que é impossível não se envolver com a família Waldorf e ter uma opinião sobre o assunto. Não gosto de muitas atitudes de Andrew, ele é um pouco mimado e senhor da razão (por isso não dou 5 estrelinhas a obra), mas depois quando a verdade o impacta de uma maneira muito cruel consegui me solidariezar um pouco mais com o personagem.

Melinda por outro lado é mais comedida e quando ela explode, sua atitude surpreende a todos. Ela cresce durante a trama e percebemos que ela era uma bomba relógio, prestes a explodir com o tamanho de seus segredos. É algo bem emocionante.

Agora, o final. Precisamos falar sobre o último capítulo, ou talvez última frase do livro. EU ADOREI. Achei que deu um toque de suspense incrível para a história e até acho que poderia haver um spin off por aí, com uma pegada mais thirller. Seria sensacional!!!


Ah, algo que eu queria destacar aqui é que a escrita da Juliana Dantas é MUITO viciante, ela usa do simples e do clichê para construir suas próprias histórias e com isso traz uma identidade para a obra. Eu não conseguia parar de ler, mas também preciso dizer que acho que é um determinado tipo de leitor que se sentirá assim com o livro. A Juliana Dantas tem a mão pesada para o drama, ela poderia (facilmente) escrever novelas que seriam sucesso, só que se você não gosta desse estilo mais 'mexicanizado', talvez a obra não seja para você. 

Com narrativa intercalada, "A Verdade Oculta" é um livro único que pode ser adquirido AQUI. É para leitores que gostam de sorrir e chorar em uma mesma obra. 

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia