segunda-feira, 27 de abril de 2020

TAG: Quarentena Book

Olá amores,

Fui indicada pela Tami do "Meu Epílogo" a responder a TAG e vou copiá-la na cara dura: hoje, 27 de abril de 2020 é o meu 42º dia de quarenenta e não, meu psicológico não está nada bem. Espero que você esteja melhor que eu, mas não estiver saiba que podemos chorar juntos, ok? 😓 


A TAG foi criada originalmente pela Karine Leôncio do "Kabook TVpara nos ajudar a trocar dicas e também nos divertirmos um pouquinho... Agora, vamos as perguntas e respostas:

1) Você acaba de se trancar em casa e não sabe por onde começar: Indique o primeiro livro de uma série que te deixará preso neste mundo até o último volume.
Resposta: Trono de Vidro da Sarah J. Maas. Pela premissa, a série já me deixou curiosa: e se a Cinderela fosse uma assassina? Aqui teremos uma das melhores personagens femininas literárias! Resenha AQUI.


2) Hora de experimentar uma leitura diferente: Indique um livro que te tirou da zona de conforto.
Resposta: "Daisy Jones & The Six" era um livro que eu não teria vontade de ler se fosse apenas por sua premissa, um tipo de 'documentário' sobre uma banda fictícia não me era tão atrativo, porém foi um tapa na cara e acabou se tornando um dos meus livros favoritos. Resenha AQUI.

3) Você já superou todas as suas expectativas e se sente um leitor ávido: Indique um livro do seu gênero favorito.
Resposta: Eu amo romances dramáticos e a Colleen Hoover é perfeita para descrever meu gênero preferido. Nada do que ela escreve me decepciona. É sempre certeira. Vou indicar então uma das últimas obras que li dela, "Todas as suas Imperfeições". Resenha AQUI.


4) Esta é a sua quarta leitura e você já está sentindo os primeiros sintomas da ressaca literária. Indique um livro que vai te curar desse mal.
Resposta: "Teto para Dois" foi um livro tão gostoso de ler que até deixa saudade... Resenha AQUI.

5) O fim da ressaca chegou! Seu diagnóstico de animação para ler está mais forte do que nunca: Indique um livro que faça você lê-lo em um único dia, do início ao fim!
Resposta: "Segredos de uma Noite de Verão" da Lisa Kleypas. Vale a pena colocar um romance de época aqui para os fãs ficarem felizes, rs. Resenha AQUI.


6) Sua quarentena está em reta final e você precisa renovar sua animação na leitura: Indique um livro 5 estrelas e favoritado!
Resposta: "As Três Partes de Grace" foi uma obra delicada e emocionante. A resenha sairá em breve.

7) Para fechar sua quarentena com chave de ouro, nada melhor do que uma leitura impactante: Indique um livro que superou suas expectativas!
Resposta: Meu último livro lido que me deixou impactada foi "Punk 57" da Penélope Douglas. Tanto que ele me viciou na autora, rs. Resenha em breve.


8) Nada de abraçar o amiguinho: Indique um amigo para responder a TAG e se proteger dos males do mundo.
Resposta: Pâm do Interrupted Dreamer e quem mais quiser responder. ♥

Espero que tenham gostado das dicas e por favor, peço que se puderem permaneçam em casa, seguros. ♥

- Alessandra Salvia

sábado, 25 de abril de 2020

Livro: A Paciente Silenciosa

Olá amores,

Depois de tanta propaganda, resolvi ler "A Paciente Silenciosa", o thriller escrito por Alex Michaelides e publicado pela Editora Record. Preparados?


O livro retrata a vida de Alicia, uma mulher de 33 anos que dá 5 tiros no rosto do marido e após o ocorrido, simplesmente não emite mais nenhuma palavra. Mesmo no julgamento. Mesmo ao ser internada num hospital psiquiátrico. Agora, o psicólogo recém chegado a clínica Grove, Theo Faber tentará obter respostas. Será que Alicia voltará a falar?

O thriller é muito bem escrito, muito bem estruturado e envolvente. As cenas são rápidas e diálogos simples, fazem a leitura ser bem rápida e com isso, todo o desenvolvimento é muito bom. Não fiquei entediada em momento algum e super leria outra obra do autor, PORÉM é isso. O livro não é algo surpreendente ou que te marca com o seu suspense, como a editora insiste em vendê-lo, infelizmente. 

Para mim, o que pode fazer a obra funcionar nas telonas (os direitos já foram vendidos) é se explorarem a questão psicológica da protagonista, isso sim deixa o livro mais forte, questionável e interessante. Talvez seja exatamente isso que eu buscava e o final não entregou. Queria algo mais interpretativo, mais envolto na psique de Alicia. Vou dar um spoiler para quem leu, selecione a seguir caso queira saber: lembram da parte que a Alicia diz ao primo que o pai a matou no lugar da mãe? Eu esperava que Alicia tivesse morrido no lugar do marido e o autor fosse um gênio para dar uma grande reviravolta e dar sentido em toda essa loucura. Só que não. É algo meio que previsível e normal.

Uma pena, eu queria tanto uma história arrebatadora que me desse uns tapas na cara... Talvez seja o fato de eu já estar inserida no mundo do suspense, às vezes, sinto que já esgotei as possibilidades do gênero, sabe? Vocês já se sentiram assim? Meio exauridos?


Para finalizar, quero deixar claro uma coisa: não pensem que é um livro ruim, não é está longe de ser, o que estragou toda minha experiência foram as expectativas nele colocadas. Vão com menos empolgação e vão gostar bem mais do que eu. Certeza.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ (3/5) - Bom!

- Alessandra Salvia

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Livro: O que há em mim

Olá amores,


Temos lançamento de mais uma parceira!!! "O que há em mim" é o novo livro da Thays M. de Lima publicado na Amazon e ele faz parte da série Flores que tem já resenhas publicadas aqui no blog! Vamos descobrir mais sobre essa super novidade?




Contando agora a história de Júlia e Lucas, melhores amigos desde sempre, o novo livro Lírio Branco é para emocionar o leitor! Circunstâncias do destino podem os afastar, mas quando é para ser... O amor puro de Lucas o guiará para trazer Jujuba de volta (insira suspiros aqui, por favor!).

Não quero falar muito sobre a sinopse, porque acredito que nesse caso, o menos é mais, sabe? Para quem já conhece a Thays sabe que ela começa suas obras de maneria tímida e aos poucos solta os grandes dramas, aí é impossível parar de ler. E por mais dramática e complicada que a problemática abordada seja, em momento algum a narrativa se torna pesada ou depressiva. O amor de Lucas a torna esperançosa, a torna doce. 

Aqui os personagens jovens passarão por inseguranças, pelo afastamento até aprenderem que ninguém está sozinho nesse mundo. É uma jornada para voltarem a acreditar em si mesmos (Júlia, principalmente) e a aprenderem que ao se apaixonarem, estamos aceitando toda a bagagem pessoal do outro. Pode ser sim um enredo clichê, mas é o que eu sempre digo, não me incomodo com a previsibilidade se o desenvolvimento for bem executado e é exatamente o que acontece aqui. Mensagens importantes, reflexões sobre amor, amizade e aceitação no meio de uma história de amor clichê que abraça o leitor. Além de ser uma leitura super rapidinha!


Eu sei que se você gosta desse gênero, já está pensando: vou correr na Amazon para garantir o meu, porque é certeza que vou me apaixonar! kkkkkk Então, abaixo deixo os links para vocês:






Ah, para fãs de Gui e Gabi, fiquem tranquilos! Dá para matar um pouco a saudade do nosso casal, mas resta a dúvida... Será que a autora está se programando para mais livros dessa série? Eu, com certeza, não iria reclamar, rs.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Livro: Por trás dos Holofotes

Olá amores,

Como estão? Com alegria, venho contar para vocês que "Por Trás dos Holofotes" já está disponível no site da Amazon! OBAAAAA! Esse é o segundo volume da série (Im)Perfeitos que é escrita pela Helô Delgado.


Para quem ainda não conhece, o primeiro livro se chama "Um Pai de Presente" e nos conta a história de superação e perdão de Laila e Murilo Dako, o famoso cantor de rock da banda M. Dako, quer resenha? Clique AQUI. Agora, nesse segunda parte, o "Por trás dos Holofotes" veremos a história de Levi e Keila. Ele é o segurança e o melhor amigo de Murilo, enquanto Keila trabalha como "faz-tudo" para a banda, é querida por todos e muito competente. 

Essa será uma obra de aquecer o coração com o famoso toque de realidade da Helô. Personagens reais vivendo problemáticas reais no meio musical. Afinal, quem não ama um toque de rock 'n' roll? rs. Por mais que Levi não seja ativo nos palcos (ele não toca nada!), ele tem seu lado sexy beeeem apurado e nos encanta a cada interação, não apenas com Keila como também com a pequena Vanessa, filha de seu melhor amigo. O nosso muralha é educado, protetor sem exageros e o tipo de homem que a gente quer pra gente. Ai Ai Ai, Levi. É impossível ler e não suspirar por ele...

Enquanto Keila é uma... Bom, vocês vão descobrir. Não quero dar spoilers, mas só tenho a destacar sua força e perseverança. Uma mulher inspiradora que assim como Laila tem sua bagagem e não esmorece diante das adversidades. Se tem alguém que merece Levi, é Keila. E se tem alguém que merece Keila, é Levi. MEU CASAL LINDO DEMAIS! ♥


Eu poderia classificar essa leitura como certeira, daquelas para ler em uma 'sentada' e sem medo porque com certeza vai te tirar da ressaca, sabe? Você lê e fica apaixonada pelo coração puro de cada personagem, já que não é aquele romance onde várias coisas dão errado, com vilões ou tramas com planos mirabolantes e enrolados. Aqui, em poucas horas, você lerá uma bela história e permanecerá com o sorriso no rosto pela pureza e delicadeza dos sentimentos abordados. É para se sentir renovada.

Abaixo, vou deixar abaixo os links de compra e do skoob. Vale lembrar que "Um Pai de Presente" ganhou uma capa nova e um capítulo do Levi, viu? Então, se você ainda não conhece essa turma, sugiro que corra para a Amazon. Ah, e os dois livros estão no Unlimited também!!!






Para mim, existem poucos autores que fazem o que a Helô Delgado faz. Ela transforma simples enredos em grandes obras que tocam meu coração de uma maneira única. Tenho muito carinho não apenas pela autora e seus protagonistas, como por todos os secundários que fazem a narrativa completa e com gostinho de quero mais... 

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

sábado, 18 de abril de 2020

Livro: A Missão Traiçoeira

Olá amores,

Hoje, falaremos sobre "A Missão Traiçoeira", a continuação de "O Beijo Traiçoeiro" escrito por Erin Beaty e publicado pela Editora Seguinte


Vale dizer que o livro é uma sequência e precisa sim ser lido na ordem, porém não vou dar spoilers sobre a primeira parte da história, caso queiram relembrar a resenha do livro 1, deixo AQUI o link. O que vocês precisam saber sobre esse segundo volume é que Sage entrará em uma missão secreta em nome da Rainha para proteger o príncipe mais novo, Nicholas. Simples assim? Bem... Não, mas não quero estragar nenhuma surpresa para vocês, rs.

Aqui, a trama política vai crescer ainda mais, Sage fará descobertas importantes sobre o reino e que pode desencadear uma sanguinária guerra, então novamente teremos a valorização da protagonista feminina, sempre a colocando como a mais esperta e mais corajosa. Confesso que em alguns momentos, sinto que a autora força um pouco a barra, pois o Capitão Quinn (que fica meio sumido no início do livro, mas volta também nessa missão com Sage) é mais inteligente do que foi retratado, por mais que existam traumas a serem superados, acho que ele e todo seu batalhão foram muito fragilizados em decorrência da valorização e da proteção da autora para com a Sage. Até porque, estamos falando de um caso político difícil de ser desvendado, novos povos e artimanhas secretas são pontos chaves para o desenrolar do conflito. E uma garota que nunca viu nada disso antes, é a salvação desses problemas.

Agora, se você é como eu, deve estar se perguntando onde se encaixa o romance nessa história, certo? Pois é, aquela promessa de 'para sempre' está ameaçada por algo muito comum: a falta de comunicação dos personagens. Após as perdas do livro 1, muitas cicatrizes permaneceram e será preciso muita paciência e dedicação para fazer as coisas darem certo. Sage continua achando que é menosprezada e com isso, se coloca em situações de perigo constante. Confesso que, às vezes, isso é irritante, rs.



Vale dizer que o lançamento do livro 3 já foi divulgado pela Editora Seguinte, "O Reino Traiçoeiro" ganhará resenha em breve, pois é claro que necessito saber qual será a próxima enrascada de Sage e Capitão Quinn. A gente gosta de sofrer, viu? kkkkkk

Narrado em terceira pessoa, "A Missão Traiçoeira" traz aquele ritmo gostosinho, podem ser 452 páginas, mas a leitura é super rápida. A reta final da obra tem uma carga dramática forte e foi o que eu mais gostei, por isso, ao avaliar o todo dou uma nota positiva para essa segundo volume da série. Espero que vocês, assim como eu, estejam animados com o desfecho da saga e fico no aguardo dos seus comentários, hein?

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Words Challenge: 1945 - Segunda Guerra Mundial

Olá amores,


Mais um Words Challenge para a conta e percebi que meus textos esse ano estão mais esperançosos, por mais difícil e tristes que alguns temas sejam, quero sempre trazer um lado bonito do que poderia ter acontecido. As palavras indicadas foram: oliva, único, musical, resultado, coruja e caneca. Espero que gostem e não se esqueçam de ler o texto da Pam no Interrupted Dreamer também!

Words Challenge: 1945 - Segunda Guerra Mundial

"Devagar, desço as escadas de madeira ouvindo uma coruja piar na árvore em frente a casa na qual estamos escondidos. Todos dormem. Ou será que fingem dormir? Eu cansei de fingir há mais ou menos um mês quando os vizinhos foram descobertos no meio da madrugada e levados ao campo de concetração mais próximo. Eu não posso arriscar. 

Meus dois filhos juntamente com três desconhecidos estão no andar de cima, pois não tenho como me dar ao luxo de deixá-los em privacidade. Estou bebendo uma água quente nessa caneca vermelha, pois o chá acabou ontem. Uma pena, porque eu bem que precisaria de uma chá de camomila para acalmar os nevos. Ando sempre como se estivéssemos por um fio.

Suspiro ao pensar no que meu marido faria caso estivesse aqui. Ele era tão corajoso, provavelmente, teríamos conseguido sair do país antes de tudo explodir. Ele tinha aqueles olhos verde oliva tão impressionantes que me faria acreditar até no impossível. Minha pequena Laura tem os mesmos olhos. Será que algum dia ela verá a liberdade novamente?

Não sei se fico minutos ou horas em pé, atrás daquelas pesadas cortinas. Só sinto uma mão em meu ombro e dou um salto achando que tudo acabara ali, naquele instante. Mas não. É apenas Elias, um dos rapazes que está conosco nesse esconderijo e eu logo pergunto assustada, mas ao sussurros:

- Está tudo bem? Minhas crianças?
- Calma, Amalia. Está tudo bem. Preciso que suba para ouvir o rádio. Não quis chamar os outros ainda, está muito cedo.
- Rádio? Há alguma notícia? - subimos apressados as escadas, fazendo um pouco mais de barulho do que deveríamos.

O aparelho, ainda ligado no volume mínimo, há muito deixou de ser nossa distração musical. Agora, ele era nosso único vínculo com o mundo externo. Terrível e doloroso mundo externo. 

Aproximo a orelha dos alto falantes e ouço ao meio de ruídos e chiados as palavras: suicídio de Hitler e rendição. Eu não acreditava no que estava ouvindo e pelo visto Elias também não já que precisava da minha sanidade para ajudá-lo a manter a esperança. 

Lembro de ter devolvido o rádio a ele, apenas por ver o aparelho em suas mãos, pois nada mais fazia sentido. Lágrimas de alegria ou tristeza escorriam pelo meu rosto, já que finalmente, havia chegado o momento de enfim termos esperanças. Esperanças, não certezas.

Elias queria sair dali naquele mesmo dia, juntamente com a Sra. Elza e o Sr. Abrão. Eu não. Depois de perder meu marido num descuido bobo, eu não cometeria o mesmo erro. O resultado da guerra parecia catastrófico mesmo por dentro daquelas paredes amareladas, como poderia sair às escuras com duas crianças a tira colo? 

Fui recriminada por todos eles conforme saiam de nosso esconderijo. Diziam que meus pequenos não poderiam continuar ali por mais nenhum dia. Eu concordava, mas o amor de mãe falava mais alto. Ali ainda parecia mais seguro do que a desconhecida situação política. Afinal, e se fosse apenas uma alarme falso? Alguma armadilha para nos pegar? Fiquei ali mais uma semana, passando fome e frio. Ficamos. Juntos, eu e meus filhos. No silêncio, pois a Sra. Elza levou o rádio consigo.

O verdadeiro alívio só veio quando novas tropas invadiram a casa para nos dizer que tudo estava bem, que estávamos seguros novamente. Infelizmente, nunca mais vi Elias, mas sei que foi ele quem pediu para as tropas virem ao meu encontro. Ele sabia que eu estava traumatizada o bastante para ter coragem de sair. E até hoje, depois de mais de 70 anos sou grata a Elias por ter salvo meus pequenos. Se estou partindo desse mundo apenas agora, é graças a ele. Se meus filhos voltaram a brincar ao ar livre, é graças ao corajoso Elias."


- Alessandra Salvia

terça-feira, 14 de abril de 2020

Série: I am not Okay with This - Season 1

Olá amores,


Eu sei que estou trazendo as críticas das séries um pouco atrasadas, mas fazer o que? Felizmente, é porque temos muito conteúdo bacana para ser compartilhado e claro, eu dou a prioridade para as leituras! Hoje, vamos falar da primeira temporada de "I am not okay with this", que é uma adaptação de HQ pela Netflix.


Contando a história de Sydney, uma adolescente que após a morte do pai descobre que tem poderes telecinéticos. Paralelo a isso, ela precisa lidar com o crush que tem na melhor amiga, a Dina e também com a amizade improvável que surge com Stanley.


Confesso para vocês que não estava dando NADA para a série e fui surpreendida. Ela já começa com uma narração e uma promessa de Syd coberta de sangue, mas o tom mais jovem e divertido me impediu de ver o potencial ali guardado. Os episódios são muito lineares e no final há uma crescente. O toque de Stranger Things é perceptível só que mais sexualizado, sabe? E claro, com aquilo que a Netflix mais sabe abordar: diversidade

A atriz Sophia Lillis já é conhecida por interpretar a Bervely em "It - A Coisa" e para mim, foi perfeita como Syd. Não sou muito fã da personagem em si, pois acho ela chata demais e egoísta, mas as cenas mais intensas houve a emoção necessária (ou  melhor dizendo: a surpresa necessária, porque é ótimo quando as coisas acontecem e ela fica de boca aberta com suas próprias 'habilidades', rs). Meu favorito é Stanley (o ator também fez It - A Coisa)! Ele tem um bom humor e coragem notáveis, Syd tinha que ser mais sincera com ele, pois realmente acredito que ele a apoiaria 100%. Dina também foi uma revelação, gosto da lealdade da garota e quem nunca se envolveu com o boy errado? rs

O humor aqui é bem peculiar e presente. Talvez por isso me deixei enganar com o que a série relamente é, o toque cômico e sincerão de Syd deixa os episódios leves e ainda mais rápidos do que são e não percebi a ficção científica por traz de toda jovialidade da obra. Vale dizer também que a temporada é mega curta, temos só 7 episódios com cerca de 20 a 30 minutos cada, ou seja, em menos de 3 horas e meia você a termina. 


Dos mesmos produtores e do mesmo autor dos quadrinhos de "The End of the F***ing World", a nova série "I am not okay with this" poderia ser melhor? Poderia, mas cumpre seu papel e deixar o telespectador ansioso pela segunda temporada. O melhor talvez esteja por vir.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥  (3/5) - Boa!

- Alessandra Salvia


P.S.: Não li os quadrinhos, mas fiquei sabendo através de pesquisas que o final é diferente!!!

sábado, 11 de abril de 2020

Livro: Coração Sombrio

Olá amores,

A maratona de dark começou! rs Estou viciada na série Hades Hangmen da Tillie Cole e hoje trouxe a resenha do livro 2 da série, o chamado "Coração Sombrio" publicado pela The Gift Box.


Antes de mais nada, quero deixar claro que por mais que os casais sejam diferentes do primeiro livro, a série precisa sim ser lida em sequência para toda a experiência ser completa. Deixo AQUI o link da resenha do livro 1, o chamado "Prelúdio Sombrio", mas não se preocupem porque a resenha abaixo será sem spoilers, ok? 😉

Em primeiro lugar, vamos dar uma pincelada na história? Aqui, Delilah, a segunda Amaldiçoada deverá deixar para trás a seita religiosa 'A Ordem' para viver com Mae e Maddie no MC, o grupo motociclista que ganha a vida infringindo a lei, no qual Ky é o VP (vice presidente). Só que não é algo simples assim, já que Lilah realmente acredita que sua beleza é um pecado e corrompe as pessoas. O que posso dizer é: preparem seus corações!!!


Esse livro não é para os fracos. Ele consegue ser ainda mais forte que "Prelúdio" e mexe com muitas questões delicadas. Se você tem problemas com cenas de estupro, sexo e violência, não é uma história para você. Todas as temáticas são ainda mais intensificadas ao tratarmos de pedofilia, de abuso físico e psicológico e sangue, muito muito sangue derramado. Porém, por mais incrível que pareça, o que mais me chocou foram os questionamentos feitos em relação à religião. 

Não, não estou dizendo que o livro critica Deus, as reflexões apresentadas são sobre a religião e o poder o qual ela tem sobre seus fiéis. A fé em si na verdade é retratada como pura e concreta, o que corrompe a religião seria a ganância e o egoísmo do homem. Não vou mentir e dizer que enquanto lia, pedia perdão por estar pecando, mas no final fazendo uma reflexão total, é o que Ky diz para a Lilah: Deus prega o amor ao próximo e o perdão. Por mais que tenhamos um palavreado inadequado e cenas fortes, a mensagem de amor e de redenção em prol desse amor está ali, nítida.

Aproveito até para contar uma curiosidade sobre toda essa série: a Tillie se inspirou em relatos REAIS de ex-membros de diversos grupos de Novos Movimentos Religiosos, Cultos e Seitas. Assim como nos líderes que abusaram do poder que tinham sobre os membros, especialmente mulheres. Essas são palavras da própria autora que estão disponíveis como introdução a obra. Realmente, é para nos fazer pensar em cada detalhe ali exposto.

É uma série que te tira do casulo, te faz sentir até um gosto amargo, sabe? Talvez isso se deva ao fato de eu estar imersa nesse mundo e estar tão envolvida pelas sensações que me trazem, fico fisicamente desconfortável, mas é algo que eu adoro, é uma leitura que me modifica. E grande parte disso tudo é pela narrativa da Tillie Cole que me proporcionou uma verdadeira viagem. Confesso que não esperava gostar tanto do gênero Dark!!!


Para quem amou a história de Mae e Styx também os veremos de novo. Eles não serão o foco mas dá para saber como eles estão lidando com a vida após os acontecimentos finais de "Prelúdio Sombrio". Fazendo um comparativo rápido, essa sequência é tão boa quanto a obra anterior, tornando-se mais intensa e rápida por já conhecermos os personagens e sabermos os interesses de cada um. Teremos sim uma continuidade da seita, pois é claro que Irmão Cain não irá desaparecer sem lutar pelo que deseja, né?

Outro ponto que quero destacar para vocês é que por mais esse livro seja muito bom e tal, o casal Li e Ky não foi o verdadeiro destaque. Vocês já sentiram que estavam lendo uma história em busca dos personagens secundários? Pois eu estou encantada com a relação de Flame e Maddie. Bom, se é para ser sincera, estou encantada por Flame e sua complexidade. Quero entender esse personagem, quero entender os motivos pelos quais ele sofre, ele ama e ele protege. Maddie é uma querida também, porém Flame.... Ah, Flame.... Sei que vou sofrer demais com você.... 💔 (O próximo livro é "Alma Sombria" que já está em pré venda no site da The Gift Box).


Espero que estejam gostando do novo gênero ganhando destaque aqui no blog. Não vou abandonar os romances fofos e dramáticos, mas acho justo sempre inovarmos e trazermos novidade, né? Deixem seus comentários sobre o que acharam da dica do dia!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 10 de abril de 2020

Lançamentos: Abril/2020

Olá amores,

Vamos falar dos lançamentos de Abril/2020? Sei que estamos em uma fase complicada de quarentena, mas o bom é que o mundo dos livros não para e precisamos ajudar nossas queridas livrarias e editoras nesses momentos de crise:


Editora Arqueiro


Sinopse: "Jack e Faye começaram a namorar na faculdade: um garoto criado em berço de ouro e uma jovem que se esforçou para enterrar um passado sombrio. Quando ele decide criar uma empresa, ela deixa os estudos e passa a trabalhar de dia, dedicando as noites a traçar a estratégia do novo negócio.

A companhia se torna um sucesso bilionário, mas Faye se sente como um lindo pássaro preso numa gaiola, apenas cuidando da filha em casa e sendo exibida pelo marido, que toma todas as decisões da empresa. Jack agora despreza sua inteligência, esquecendo tudo o que ela sacrificou por ele.
Quando Faye descobre que ele tem um caso, a bela fachada de sua vida desmorona. De uma hora para outra, ela está sozinha, emocionalmente abalada e sem nenhum centavo – porém nada pode se comparar à fúria de uma mulher com um passado violento determinada a se vingar.
Jack está prestes a receber o que merece, e muito mais.
Nesta eletrizante história de sexo, traição e segredos, Camilla Läckberg prova ser uma das vozes mais importantes do suspense mundial."




Editora Pausa



Sinopse: "Ela é jovem, bela e esbanja alegria. Ele é um jovem sério e isolado pelo passado. O que poderá resultar do encontro desses dois?



Quando o pai da Srta. Coralynn Notley oferece a filha ao primeiro cavalheiro que aparece, ela percebe que deve fugir de sua casa ou será forçada a se casar com um homem desprezível. Impelida pelo desespero, ela se candidata ao cargo de governanta na Mansão Tanglewood, a casa do belo Sr. Jonathan Ludlow.
No momento em que Jonathan vê a Srta. Notley, ele fica intrigado. Ela é muito jovem e inexperiente, mas há algo nela que inspira uma certa esperança dentro dele. Será que ele ousa oferecer-lhe a posição de governanta ou vai fazer isso resultar numa catástrofe?"




Independente - Amazon Kindle Unlimited




Sinopse: "Inglaterra - 1641


Belle é uma bandoleira, uma ladra das estradas que percorre as florestas inglesas seduzindo nobres desavisados para que seus comparsas roubem todos seus pertences.

William Cavendish, Duque de Buckingham, é um nobre, pertencente a uma das famílias mais influentes e ricas da corte.

Em um assalto, seus caminhos se cruzam e a partir daí, nada mais será o mesmo.

Em meio a intrigas políticas para derrubar um rei, lutas de espadas e amores proibidos, bandoleiros e nobres se apaixonam e se envolvem nas mais incríveis aventuras. 


“Entre o crime e a nobreza” é um romance de época, porém, com uma linguagem contemporânea e ágil para conquistar todos os tipos de leitores."




- Alessandra Salvia