quinta-feira, 30 de julho de 2020

Livro: Daqui a Cinco Anos

Olá amores!


Recentemente, a Editora Paralela trouxe para o Brasil o novo livro da Rebecca Serle, o chamado "Daqui a Cinco Anos" e chegou a vez de eu falar um pouco sobre essa história.


A obra retrata a vida da bem sucedida Dannie, uma mulher que tem sua vida toda planejada com o futuro marido, David. Ela sabe onde exatamente estará daqui a cinco anos, até que um sonho tão real com um novo rapaz em sua cama a desestabiliza. Será que Dannie está ficando maluca? Não, foi apenas um sonho. Ou melhor dizendo, é nisso que ela quer acreditar, até que algum tempo depois, o misterioso homem aparece em sua vida, namorando sua melhor amiga. O que será que o futuro lhe reserva?

Eu, particularmente, amei essa premissa! Achei que seria uma grande diversão ver o nervosismo de uma mulher estruturada se apaixonar de uma maneira tão proibida, porém infelizmente, não foi exatamente isso que aconteceu. É... Não tenho como negar que fiquei um pouco decepcionada, mas insisti na leitura e até que gostei do rumo tomado, o problema para mim foi o timing.

Percebi que a história é muito mais séria e profunda do que eu esperava. Existe uma mensagem positiva em relação a rotina e a planejamento, mas também realista e dolorosa. E talvez, o momento pelo qual eu esteja passando tenha colaborado para minha experiência de leitura não ter sido tão boa quanto o que eu esperava. Ler esse livro no meio da pandemia do coronavírus foi como me afundar mais em minha angústia pessoal, eu fiquei mal e meio que travei, sabe? Tanto que terminar a obra não foi tão fácil, eu tive que dar umas paradas para respirar fundo e conseguir entregar essa resenha para vocês. E que fique claro: não é um livro ruim. Muito pelo contrário, ele é intenso e muito bem construído. Só que não é para mim, não nesse momento.

Sabe o que é engraçado? O final é do tipo que eu mais gosto. Mostra o quanto a vida é cheia de oportunidades e possibilidades. Não, isso não é spoiler, é a proposta da obra e é muito válida. Eu realmente sinto muito por não ter tido a oportunidade de sentí-la de uma maneira mais positiva.


Lançado inicialmente apenas em e-book, deixo AQUI o link de compra. Só quero que vocês tenham certeza que é o momento certo para se aventurarem em um livro tão sensível assim, ok? Se sua resposta for sim, se joga que vale a pena!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ (3/5) - Bom!

- Alessandra Salvia

terça-feira, 28 de julho de 2020

Filme: A Barraca do Beijo 2

Olá amores,


Falar sobre "A Barraca do Beijo 2" será um pouco complicado, porque sei que muita gente problematiza as comédias românticas clichês e a produção da Netflix não é lá muito famosa por acertar no seu primeiro filme... Mas lá vamos nós... Sem julgamentos, ok?


É isso. Eu gosto de filmes clichês adolescentes considerados ruim pela crítica. Assumo e não tenho vergonha disso. Eu realmente gosto mais de 'A Barraca do Beijo' do que 'Para Todos os Garotos que já Amei'. Nessa continuação, Elle nos conta como foi seu último verão com o Noah e agora está na hora de seguir em frente, ele em Harvard e ela em seu último ano na escola. Lee continua um babaca e Rachel, sua namorada está começando a perceber isso. 


Pessoalmente falando, eu ainda prefiro o jogo da conquista que temos no filme 1, porém a maturidade dos personagens nesse 2 tem seu brilho. Noah, principalmente. Entendo toda a problemática de Jacob Elordi nessa produção: ele não queria filmar com sua ex-namorada (Joey King) e como profissional, ele passou para um outro nível de atuação quando aceitou o papel de Nate em Euphoria, só que para mim, isso deu um 'mal humor' bem vindo ao papel. 

Enquanto paralelo a Noah, temos uma Elle ainda mais solta, divertida e humana (Joey faz um ótimo trabalho se divertindo enquanto atua!). Por mais que ela esteja insegura, ela é realista e acima de tudo bem resolvida em relação a Lee e Rachel. Ressalto aqui que toda a problemática desse "trio" se deve APENAS a imaturidade e falta de diálogo de Lee. Ele sim é o ponto negativo. O que me leva a falar mais um acerto da Netflix, ao colocar Rachel e Elle como aliadas no final. Não há motivos para culpar a melhor amiga se ela nem sabia o que estava acontecendo, certo? Sororidade falando aqui!


A premissa dessa obra vai além de um simples clichê de romance. Aqui, a amizade e relacionamentos de diferentes formas são o ponto central. A amizade entre homens e mulheres, o relacionamento amoroso entre pessoas do mesmo sexo sendo naturalizado e apoiado. Existe também um triângulo entre Elle, Noah e Marco, que pode ter balançado muitos coraçõeszinhos por aí, mas não o meu. Marco é lindo e divertido. Ok. Noah é mais... sexy, proibido, mais... Noah. kkkkkkkk


Sobre a continuação: no domingo, o elenco fez uma live especial e já confirmaram o filme 3. O mesmo já está filmado (foi feito de maneira simultânea com o 2) e será lançado em 2021. TODOS os elenco estarão presentes: Elle, Noah, Lee, Rachel, Marco e Chloe. Sobre isso, vou soltar alguns SPOILERS sobre o final para falar o que acho, ok? Elle realmente pode ir para Berkley com Lee e terminar com Noah, a presença de Marco e sua fala sobre ela 'valer a pena', pode ser um indício do futuro. PORÉM, EU, ALESSANDRA, NÃO QUERIA CONTINUAÇÃO. Meu crush no Noah é um fato assumido e fazer algo a mais que possibilite Elle e Marco, pode estragar toda a experiência até aqui. Deixa como está, o final em aberto, como se a vida deles realmente fosse continuar. E convenhamos... Tirando o fator financeiro (porque Elle já resolveu a questão), quem em sã consciência escolheria Berkley ao invés de Harvard? Acreditava que era um sonho de TODOS estudar em uma das melhores e mais famosas universidades do mundo. Mas, enfim... quem sou eu não é mesmo? Elle faça sua escolha que te apoiaremos!

É... Eu achei que não ia ter muita coisa para falar sobre o filme, mas acabou que a postagem ficou pronta rápido demais, rs. Recomendo que vocês assistam sim ao filme que é super gostosinho e animado. Você vai rir e se emocionar. Me peguei surtada em algumas partes e eu nem ligo se tenho quase 30 anos nas costas, eu amooooooooooo uma comédia adolescente! kkkkkkk

P.S.: Onde aperta para cancelar o Lee? kkkkk

- Alessandra Salvia

sábado, 25 de julho de 2020

Guia de Leitura Outlander - Parte 2

Olá amores,


Hoje, vamos a segunda parte do guia de leitura de Outlander? Infelizmente, os livros que mostrarei a vocês nessa postagem ainda não foram traduzidos para o português, mas acho importante estarmos preparados, pois quem sabe a Editora Arqueiro não se anima e nos traz? (POR FAVORZINHO, nunca te pedi nada Arqueiro! rs)




Caso vocês queiram ler a primeira parte do guia no qual falo das edições nacionais da série, só clicar AQUI e agora podemos prosseguir...

Paralela a série de 10 livros na qual Claire e Jamie são protagonistas, Diana Gabaldon criou uma série para Lorde John Grey, o oficial inglês que se torna melhor amigo de Jamie. Aqui, Claire não aparece pois o desenrolar das aventuras são nos períodos de 1756 a 1761, período este em que Claire está no futuro. Como ainda não li as obras, não posso falar muito para vocês, o que eu sei é que são mistérios históricos mais curtos e que devem ser lidos após a conclusão de 'Resgate no Mar', o livro 3 de Outlander.




E caso você esteja torcendo para que o personagem ganhe seu próprio spin off na TV também, infelizmente não vejo isso acontecendo tão cedo já que o ator David Berry se despediu de Outlander em seu instagram agora no final da temporada 5. Não sabemos ainda como acontecerá sua participação na temporada 6 já que ele tem um plot importante a ser contado, porém como ele não descarta um retorno futuro, ainda tenho esperanças que ele volte pelo menos para episódios especiais.

Existem também contos soltos lançados de maneira independente em e-books ou em outras obras. Exemplos: 
  • "A Leaf on the Wind of All Hallows" que nos conta o que realmente aconteceu com os pais do Roger; 
  • "Songs of Love and Death" é uma antologia organizada por George R.R. Martin que conta com nomes de peso como Neil Gailman, aqui Diana traz novamente a história do pai de Roger e seu drama de atravessar as pedras; 
  • "Lord John and the Plague of Zombies" Lord John Grey indo para a Jamaica ajudar o governador a enfrentar uma revolução escrava;

  • Em "The Space Between", Joan, a enteada de Jamie está a caminho da abadia para se tornar freira para encontra o Conde St German;

  • "The Custom of the Army", Lorde John Grey se envolve na batalha de Quebec;


Avançando mais um pouco nas pesquisas, encontrei dois livros de Compendium, isso significa livros que abrangem todos os detalhes desse mundo criado pela Diana, por exemplo, informações sobre os clãs, árvores genealógicas, datas... 


Falando em um terceiro Compendium, é neste que Diana revela como faz para escrever cenas imersivas e tão maravilhosas. Usando sua sensibilidade, ela não esconde seus segredos.


Outro livro que foi lançado lá fora, é a HQ (grafic novel/história em quadrinhos) de Outlander. Chamado "The Exile" é uma versão de A Viajante do Tempo contada por Jamie e Murtagh, porém não completa, só a primeira parte. O valor da obra está absurdamente caro na Amazon, mas vale ficarmos atentos à uma possível promoção:



Até livros de colorir, Outlander tem!!!



Infelizmente, nenhum desses livros constam no Unlimited e alguns preços são bem altos.

Ai gente, essa foi uma das postagens que mais gostei de fazer, pois vemos o quão grande é essa saga e que não sou só eu que fico obcecada por mais detalhes de cada personagem. Arrisco a dizer que o que mais me deixou curiosa foi o conto da Joan, enteada de Jamie, rs. 

Para o próximo mês, teremos mais uma postagem especial falando sobre a fantasia x realidade de cada temporada!

- Alessandra Salvia

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Livro: "Amor(es) Verdadeiro(s)"

Olá amores,

Vamos falar do terceiro livro que li da autora Taylor Jenkins Reid: "Amor(es) Verdadeiro(s)" publicado pela Editora Paralela.


Nessa obra, conheceremos Emma Blair, uma doce mulher que está prestes da se casar com Sam, mas seus sentimentos são colocados a prova quando seu primeiro marido, Jesse, até então dado como morto, retorna e quer retomar a vida de onde pararam. 

Já adianto que o livro tem uma abordagem muito diferente em relação a triângulos amorosos, a autora não utiliza grandes artimanhas e reviravoltas para nos deixar em dúvida. Muito pelo contrário, a beleza da obra é a narrativa, os sentimentos que nos trazem em relação ao amor e em relação a quem somos. É uma auto-descoberta, é um texto sensível e poético sobre o amor, sendo este próprio e também para com o outro

Fui totalmente surpreendida com personagens cativantes e apaixonantes! Os sentimentos são puros e sinceros. Sam, principalmente, altruísta e intenso. Jesse sendo mais impulsivo, demora um pouco mais para entender a profundidade da abordagem de seu relacionamento com Emma. Mas nem por isso um é melhor do que o outro. Essa é a mágica dessa leitura, todos são queridos a sua maneira

É importante dizer também que a proposta da história não é surpreender e eu até gosto disso, pois o final foi exatamente como eu queria! Acho sim que faltou um toque dramático a mais para eu derramar algumas lágrimas, porém para mim, Taylor Jenkins Reid toca nosso coração de uma forma tão singela e pura que não tenho nada a contrapor. A autora nos deixa uma mensagem positiva sobre a essência do amor. 


"Amor(es) Verdadeiros" foi o tipo de livro que me deu vontade de pintar com canetinha, cheio de quotes maravilhosos e com uma história intensa e gostosa de ser devorada. Não me canso de elogiar o trabalho da autora e não me envergonho em dizer que ela é minha nova queridinha! ♥

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

segunda-feira, 20 de julho de 2020

TAG: Quem é mais provável? (Versão Literária)

Olá amores, como estão?


FELIZ DIA DO AMIGO!!!!!!!!!! E para comemorar essa data suuuuuuper especial, eu trouxe uma TAG que é antiga (com algumas alterações) do "Quem é mais provável literário" que eu respondi com minha melhor amiga Pâm, do Interrupted Dreamer e espero que vocês se divirtam tanto quanto nós!


Perguntas: Quem é mais provável...

Voluntariar-se no lugar de quem ama nos jogos vorazes.
Resposta: Pâm.

Usar os feitiços imperdoáveis.
Resposta: Eu.

Gostar de um livro que ninguém gostou.
Resposta: Eu.

Desperdiçar um desejo indo pra Disney.
Resposta: Pâm.

Morrer na cornucópia dos jogos vorazes.
Resposta: As duas.

Dar uma de Margot (Dar a louca e fugir porque quer sumir de tudo).
Resposta: Eu.

Encontrar o final do labirinto. 
Resposta: Pâm.

Ser melhor em determinada matéria de Hogwarts (escolhemos Transfiguração e Feitiços).
Resposta: As duas, em ambas as matérias, seria uma briga boa... Então, eu deixaria ela ser melhor em Feitiços, se ela me deixasse ser a melhor em Transfiguração.

Montar um plano mirabolante de vingança (Cidades de Papel).
Resposta: Eu.

Desapegar de um livro.
Resposta: Pâm.

Conseguir patrocínio nos jogos vorazes.
Resposta: Pâm.

Acreditar na existência de Nárnia e conseguir atravessar o guarda roupa.
Resposta: Pâm.

Ser um comensal da morte.
Resposta: Eu.

Perseguir o coelho e parar no País das Maravilhas.
Resposta: Pâm.

Sentar no trono de ferro.
Resposta: Eu.

Ser um agente da HYDRA infiltrado.
Resposta: Eu.

Derrotar os Volturi.
Resposta: Eu.

Trocar o livro físico pelo e-book? 
Resposta: Eu.

Pegar spoiler do livro antes de ler?
Resposta: Pâm.

Assistir o filme antes de ler o livro?
Resposta: Nenhuma das duas.

Maratonar uma série literária?
Resposta: As duas. rs

Chorar lendo um livro?
Resposta: Eu.

Pagar mico num evento literário?
Resposta: Eu.

Se tornar uma autora famosa?
Resposta: Pâm.

Fazer anotações nos livros?
Resposta: Pâm.

Ler um livro sem ler a sinopse?
Resposta: As duas. Capas são importantes para nós.

Virar a noite lendo?
Resposta: Pâm.

RESULTADO
Respostas iguais: 13
Respostas diferentes: 7
Respostas Parciais: 7 (respostas como "ambas" ou "nenhuma" que bateram)

KKKKKKKKKKKKKKKK, eu estou rindo demaaaaais!  


Fiquem à vontade para fazer a TAG com sua melhor amiga também, tenho certeza que vocês vão se divertir ao comparar as respostas e as motivações de cada uma!

- Alessandra Salvia

domingo, 19 de julho de 2020

Livro: Minha Cura

Olá amores,

Após uma noite quase em claro, sentei para escrever essa resenha. "Minha Cura" é o último livro da série Segredos da autora Cinthia Freire e o e-book já está disponível na Amazon!


Aqui, (finalmente!) teremos o foco no nosso professor de História e músico favorito, Tomáz. Em uma noite de ano novo na praia, ele esbarra em Cristal, uma jovem que sempre acreditou no amor e que não está passando por um bom momento. A química entre eles é imediata e uma troca de números telefones se torna uma promessa de que a cura para o coração quebrado de Tomáz está próxima. 

Para quem ainda não conhece a série Segredos, abaixo deixo a ordem dos livros/contos e todos os links de compra, vale dizer que todos estão no Unlimited e é uma das melhores séries de romance dramático que eu já li na vida!

Cada livro possui o foco num casal diferente, porém é importante destacar a importância de você ler a série na sequência para entender e aproveitar todos os detalhes ali inclusos, tudo bem? Nesta resenha, não teremos spoilers dos livros anteriores, será mais um bate papo sobre o tantão de sentimentos que tive durante a leitura... E quantas emoções foram... 

A primeira coisa que vocês precisam saber é que esse livro realmente me destruiu. Ele mexeu comigo de uma maneira muito pessoal. Eu consegui me identificar! A dor que Tomáz sente (tanto em relação a sua família quanto em relação a Cristal) foi a minha. Nossas vidas não são nada parecidas, mas nós dois somos marcados pela perda de quem amamos e a maneira como a autora trata o assunto foi diferente de tudo que eu já tinha lido, só que por incrível que pareça, foi a mais verdadeira. Nem sempre a gente tem a força necessária para estar presente e as "falhas" que alguns podem ver em Tomáz, me mostram o quanto ele é humano, o quanto ele sofre e simplesmente só quer fazer tudo parar. Eu o entendo. O considero um dos personagens mais bem construídos de toda a série. E claro, não posso ignorar o seu grande coração que surge aos poucos quando Cristal quebra suas barreiras, somente com a presença dela, a gente consegue enxergar aquele Tomáz apaixonante que tínhamos em "Meu Erro".

Agora, falando um pouco de Cristal, gostei muito da maneira inteligente que a autora tratou as inseguranças da personagem. Ela quer ser amada por quem ela realmente é e posso dizer que fui totalmente trouxa em relação a ela. Espero que você também seja, porque é parte da grande experiência que é ler "Minha Cura". Garanto que você vai se apaixonar perdidamente por esse casal! ♥


E o engraçado é que fazendo essa resenha, fui dar uma olhada nas minhas resenhas anteriores e gente, eu favoritei todos os livros dessa série! kkkkk Mérito sem dúvidas da Cinthia que tem uma escrita tão linda, acho que até já falei isso antes, ela é exatamente o tipo de autora que desenha suas histórias com todo o carinho e respeito aos temas ali abordados. Temas estes que não quero dizer quais são pois seria spoiler, só saiba que assuntos como família, perdão e recomeços são nosso ponto de partida. É um livro de romance que possui uma narração poética admirável.

Agora, falando um pouco do livro como sequência de outros, o considero muito satisfatório, pois sabemos exatamente como cada casal anterior esta, mesmo após anos. Confesso que a passagem do tempo pode ser assustadora ao vermos que faz 10 anos desde que "Meu Erro" aconteceu (estou falando sobre a linha temporal do livro, não ano de lançamento, rs), entretanto tudo faz sentido e ao vermos que cada casal deu certo (a sua maneira) dá aquele quentinho no coração.

Ah, e uma observação importante que gostaria de fazer é que admiro demais a sabedoria da autora de saber encerrar um ciclo. Vou sentir muita saudade dessa série, desses personagens? Claro que vou! Mas também estou ansiosa para os próximos projetos. Cinthia, pode massacrar meu pobre coração, eu deixo. No final, eu fico extremamente feliz e honrada de ser sua leitora desde o início. Obrigada por compartilhar seu dom conosco!


"Minha Cura" é um dos livros mais sensíveis e emocionantes que já li. É uma leitura que te descabela. Eu chorei, eu sorri, eu não dormi, nossa... Valeu a pena por cada palavra. Um dos meus livros favoritos da vida! 


Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Favorito!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Mochilão Virtual da Record 2020

Olá amores,


Semana passada tivemos o Mochilão da Record de maneira virtual e hoje, eu trouxe para vocês todas as novidades que teremos daqui até o final do ano pelo Grupo Editorial Record, preparados?


Continuação de "Vilão" já está em pré venda


Distopia LGBTQ+


Este romance já foi destaque na terceira caixa do clube de leitura da Carina Rissi


Livro #12 da série Harry Hole


Nova trilogia da Cassandra Clare ainda no universo dos Caçadores de Sombras


Primeiro livro da nova série da Sarah J. Maas


O título em português será "Se Não Fosse Você"


Continuação de "Um de Nós Está Mentindo"


Spin off de "Talvez Um Dia" já tem o e-book para venda, mas o físico só em Novembro


Final da trilogia iniciada em "Uma Chama Entre as Cinzas"


A trilogia "O Príncipe Cruel" também será finalizada ainda esse ano.


Final da série "Tons de Magia"


A promessa do ano da Record, é um suspense/mistério


Ana Rosa e Lucas conduziram o Mochilão de uma maneira muito rápida e divertida!


Juan Jullian apresentou seu lançamento e ganhou nosso coração com um discurso animado e consciente


"Meia Noite, Evelyn" o novo romance de época ambientado da Inglaterra da Babi A. Sette chega em Outubro/Novembro


Eduardo Spohr lançará uma nova trilogia histórica

Perdida 6 está sendo escrito e a Carina divulgou o primeiro capítulo em primeira mão

E todos os participantes da live ainda ganharam 5 e-books, além dos sorteios que, infelizmente, eu perdi, rs. Eu gostei muito do formato virtual e acho que poderiam fazer mais vezes assim, pois é mais organizado e ninguém fica de fora! Os brindes serem e-books foi muito inteligente e deixou todos felizes! 

Agora, me conta: qual livro você está mais ansioso para devorar? Os meus, claro, são da Colleen Hoover, rs.

- Alessandra Salvia