Livro: Mulherzinhas

Olá amores,

Há algum tempo, eu trouxe a vocês a crítica da adaptação cinematográfica chamada "Adoráveis Mulheres", quem lembra? Se não, clique AQUI. E como eu gostei muito, resolvi me aventurar na obra clássica que inspirou esse filme, "Mulherzinhas" foi escrito por Louisa May Alcott em 1868 e atualmente possui diversas edições nas livrarias, a minha é da Martin Claret.


Sendo o filme bem fiel, temos a história das quatro irmãs March: Meg, Jo, Beth e Amy. Cada uma com seu jeitinho especial, uma é mais amável, a outra mais durona, ou então uma é mais musical enquanto a outra é uma habilidosa pintora...O que as une? Um amor incondicional pela família


A obra é uma linda reflexão sobre a bondade, amizade, sonhos e amor fraternal. A cada página, a cada situação apresentada é alguma lição para as garotas e uma das coisas que eu mais gostei, é que o leitor faz parte dessa jornada, pois as irmãs podem não ser perfeitas, mas elas são carinhosas e dispostas a sempre aprender e a fazer o correto. Há reclamações ou birras, entretanto sempre existirá algo positivo naquela situação. 

O feminismo é algo relevante na obra. Mesmo sendo escrito em 1868, a autora tinha uma visão bem igualitária entre homens e mulheres e ainda não menospreza nenhum tipo de sonho. Meg destaca a importância do diferente, sem julgamentos, apenas com respeito e admiração. E Jo traz as reflexões sobre o casamento e o papel da mulher frente ao homem. Nenhuma delas é submissa e com perspicácia encontram seu lugar no mundo.

Em relação a narrativa, eu gostei bastante, não achei intrincada como geralmente os clássicos são. O que atrapalhou um pouco o ritmo foi o fato de que já saber o final da história. O filme e o livro são contados com diferenças na linha do tempo, o livro é todo linear e o filme faz o vai e volta, porém nem isso salvou, pois eu sabia do final e de certa forma, é a parte mais triste/pesada e eu não queria chegar lá, sabe? Ou seja, para mim, a fórmula perfeita sempre será ler o livro antes do filme, caso seja ao contrário, em algum momento, eu vou travar. Ah, mas a história tem final feliz, vocês vão se emocionar e depois terminarão a obra com aquele orgulho das nossas garotas. ♥

Aproveito para deixar abaixo algumas das versões de "Mulherzinhas" que estão atualmente disponíveis:


Ler "Mulherzinhas" foi uma inspiração. É a prova de que não precisamos de grandes reviravoltas, assassinatos ou dramas romanticos com vilões para trazer um bom romance ao leitor. Sabe aquele feijão com arroz bem feito? É o que "Mulherzinhas" nos traz, momentos clichês que podem ter uma lição óbvia, mas que faz sentido e renova nossa fé na humanidade.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Oi, Alessandra como vai? Este livro é muito bom, apesar de toda a previsibilidade que a obra possui. Que bom que você gostou. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não achei tão previsível não, sabia? É que eu já sabia o que ia acontecer pelo filme.

      Excluir
  2. Oi Ale!
    Eu estou LOUCA para ler esse livro tem muito tempo, desde que assisti Friends e a Rachel falou que era o livro preferido dela, rs. Mas até hoje ainda não consegui e eu quero comprar uma boa edição, então talvez demore mais um pouquinho.
    Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  3. Opa, tudo bem por aí?

    Adorei as suas considerações sobre a obra. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas é um clássico. Frequentemente eu vejo as pessoas mencionando em resenhas que a obra é até bem atual em alguns pontos. É muito bom saber que, naquela época, já haviam mulheres a frente de seu tempo.

    Abraços!
    Acampamento da Leitura

    ResponderExcluir
  4. Não li o livro e ele não é de me chamar muito atenção, mas vi a adaptação e gostei bastante
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oie Ale, tudo bem?
    Eu tava louca pra que você postasse uma resenha desde quando me contou do livro e fiquei com o coração mega aquecido depois de ler! Esse livro parece ser demais e anotei aqui pra ler futuramente, com toda a ctz!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ale.
    Eu estava esperando seus comentários sobre esse livro. Eu quero muito ler ele, e depois que li Os sete maridos fiquei ainda mais curiosa com a história. Mas estava com receio por conta de ser clássico mesmo e ter aquela linguagem mais dificil. E acho que vou acabar comprando essa edição mesmo porque foi a que achei mais bonita hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM, eu vibrei quando vi a menção a Mulherzinhas, mas lá tinha spoilers, rs.

      Excluir
  7. Oiê Ale!! Ainda não li este livro mais achei a história bastante interessante! Ameiii. bjokas

    Segredosdamarii.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. ola
    interessante notar o ano que essa obra foi escrita
    náo sabia que era um classico e
    esse livro pode ser uma boa opçao para eu comecar a ler esse tipo de genero ate porque o assunto que ele aborda e bem atual

    ResponderExcluir
  9. Oi
    eu já assisti uma miniserie baseada nessa história, eu quero ler esse livro e todo mundo divulgando, as edições parecem ser uma mais linda que a outra, que bom que gostou da leitura.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Ale, tudo bem?
    Adoro quando histórias mais "lineares", sem tanto plot twist ou coisas grandiosas, nos conquistam. Parece que ficam mais próximas de nós, da nossa realidade, né? ♥
    Parabéns pela resenha!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. esse é um dos livros que sempre esteve na minha TBR e agora com o filme fiquei com ainda mais vontade de ler e assistir tbm

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  12. Oi Alê,
    Meu problema com esse livro é que ele é muito moralista. E gostei muito das mudanças na adaptação da Greta em relação a Amy.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é moralista, não nego, mas gostei do fato de não ter uma maldade explícita, sabe?

      Excluir
  13. Olá! Eu quero muito ver o filme e ler o livro, são duas coisas que preciso me programar para fazer nessa quarentena. Quero fazer meus dias renderem um pouco mais.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Ale,
    Comprei faz pouco este livro, estou esperando chegar, nesta mesma versão sua. Estava curiosa para saber sua opinião e já curiosa pela trama.
    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Eu amo tanto essa história. E que mesmo em épocas tão distantes, mulheres já lutavam pelos seus sonhos
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Alê, deu uma vontade de ler depois de ler a sua resenha
    HEHEHEHEHEHEE
    Confesso que eu me apaixonei pela segunda capa também e eu estou tendo o mesmo problema que você - se eu vejo sinopse ou o final, eu fico meio travada e atrapalha, mas eu ja fiquei interessada por voce dizer que é um ritmo diferente dos clássicos... fiquei curiosa hehe
    E ter final feliz, é claro <3
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem edições maravilhosas, é impossível escolher a favorita, rs. E na maioria das vezes, sinopse só estraga.

      Excluir
  17. Uau, é a primeira vez que vejo um post sobre esse livro e ele me aqueceu o coração, fiquei doida para conhecer! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Alê

    Eu assisti a adaptação com a Winona e a Kirsten, mas bem lembro muita coisa. Quero ler para assistir a nova versão. Tenho uma edição no kindle que peguei de graça há algum tempo na Amazon, mas se eu curtir certamente vou comprar uma da Amazon. Espero gostar e acho que é isso mesmo que vai acontecer.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Ale,

    Acho que estou precisando ler esse, sabia? Ando tão descrente do amor e da humanidade. Não consigo mais olhar o mundo como eu olhava, acho que preciso dessa história pura e inocente com um toque de mulheres forte e um romance inspirador.

    Beijos

    https://tear-de-informacoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que esse livro te inspire, acho que dá uma renovada sim.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Lançamentos Outubro/2022