Livro: O Príncipe Cruel

Olá amores,

Minha paixão por livros de fantasia está crescendo e nada como um ótimo lançamento para avançar nas leituras, não é mesmo? Hoje, apresento a vocês o "O Príncipe Cruel" da autora Holly Black, publicado pela Galera Record.


Na obra, conheceremos Jude, uma humana que após o assassinato dos pais, vai para o mundo das fadas com as irmãs. Lá, ela precisa aprender a se adequar e (sob o olhar atento do príncipe mais cruel, Cardan) sobreviver. 

Que a capa é maravilhosa, todo mundo já sabe, mas e a história? Será tão boa quanto os últimos livros do gênero que li? A resposta é siiiiim! Infelizmente, tive um grande problema no início da trama com a lentidão em que tudo acontece. O prólogo é bem forte, mas a partir do momento em que Jude vai para o mundo feérico o enredo fica mais devagar, entendo que precisamos ser apresentados aos novos personagens, a nova sociedade, as regras do local, só que as coisas podiam ser um pouco mais agitadinhas, rs. E o grupo do Cardan é um pouco extenso demais, o que me deixou confusa com tantos nomes. Mas tudo se ajeita, não se preocupe, não leve isso como algo que complique a leitura!


Conforme Jude ganha responsabilidades do Príncipe Dain, a história deslancha, pois foi ali que eu comecei a entender as tramas e a profundidade da obra. Tudo é um jogo de poder e para ser aceita, Jude precisa jogar. Só que como jogar de igual para igual quando um feitiço pode vir e hipnotizá-la? Como ser aceita quando nem a mesma comida, ela pode comer? Dain dá uma solução e talvez essa também seja sua perdição.

Jude se envolve com as maquinações do reino. Ela descobre segredos obscuros e isso pode lhe custar a própria vida. A sorte é que ela não costuma abaixar a cabeça. Pensa em uma protagonista emponderada, que deseja fazer o certo e que sabe se posicionar. Jude não tem medo, ela quer ser uma guerreira e essa "briga" interna dela de ser frágil por ser humana e forte porque tem coragem é interessantíssima de se ler

Em determinado momento da leitura, me questionei sobre o príncipe Cardan. Eu realmente não entendia como ele, tão secundário poderia ser o personagem que intitularia a obra. E eis que vem a resposta. Quando Cardan realmente aparece, ele se torna mais que sua crueldade ou sua arrogância, ele se torna um feérico com sentimentos, desejos e obrigações reais



Da metade para frente, o livro é cheio de reviravoltas e surpresas. Os personagens tornam-se mais complexos e imprevisíveis. Eu suspeitava que algo assim pudesse acontecer no final, mas não da maneira como foi. O livro realmente superou as expectativas, principalmente, ao compararmos com o início da obra. Acho que a autora estava tentando se encontrar no meio de tantos detalhes, afinal, é um mundo completamente novo e cheio de possibilidades.

Mundo este, que me surpreendeu. Afinal, quando você fala de fadas ou feéricos, eu imagino algo com cores pastéis, muitas flores, o povo dançando feliz... E não, não, não. Aqui, podemos dizer que os feéricos são monstros ardilosos, cheios de artimanhas para conquistar aquilo que desejam e que na maioria das vezes é o poder. A realeza torna-se o foco de diversas tramas que buscam atingir o mesmo fim. Destaque para a presença de Madoc, um dos personagens mais ambíguos e difíceis de decifrar. Ele matou os pais de Jude, mas a cria como se fosse da própria família, um personagem maquiavélico que deseja ter a família perfeita perante a corte. 

O final foi aberto a continuações e não se tem uma previsão de lançamento, mas já questionei a editora e qualquer novidade conto aqui em primeira mão, ok?



Portanto, posso dizer que a experiência de leitura foi muito satisfatória, não acho justo compararmos a obra com os livros da Sarah J Maas, pois ainda estamos bem no início da trama e há muuuito potencial para o futuro. Para aqueles que querem começar a se aventurar nesse mundo de feéricos e tem preconceito com os mesmos, digo: venha desconstruir sua imagem das fadasVenha surtar com as estratégias e surpresas que a obra nos apresenta!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia


Observação: As fotos foram retiradas do Pinterest, se souberem quem as fez, favor avisar para os créditos serem colocados.

Comentários

  1. Oiiiii,
    Já li todos os livros de Sarah J. Maas! E confesso que não gostava muito de fantasia, mas agora estou viciada nessas histórias.
    Gostei muito da sua resenha sobre esse livro. Já entrou para minha lista de leitura!
    Obrigada por mais uma dica!
    Bjos
    Mamaci

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ale.
    Eu amo a escrita da autora. Ela pega temas como vampiro e fadas e mostra um lado que ninguém mostrou até então. E ela escreve uma das minhas séries queridinhas que é a série Magisterium. Esse eu tenho aqui que chegou no mês passado e assim que der eu vou ler ele e espero gostar.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi Ale,

    Eu adoro a Holly Black. Todos os livros que li dela até hoje foram ótimos, então minhas expectativas para esse estão bem altas, ainda mais por ser sobre Faes.
    Já estou com o e-book aqui e espero ler logo ♥

    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi Ale, tudo bem?
    Acho que todo início de sagas de fantasia sofre com essa lentidão até o universo se estabelecer. Mas que delícia quando compensa insistir, né? Adorei a dica, ando com saudade de ler fantasia.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oi Ale! Eu sou fã da autora e estou bem curiosa sobre esta novidade. Bom saber que apesar de ter um começo de ritmo lento, depois a história surpreende. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ale!
    Menina, eu estava bem com pé atrás com esse livro, mas parece uma conspiração que onde vou estão falando bem dele hahahhaha
    Adoro quando os autores refletem realmente como são os feéricos...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Natak Literário 2018: 5 kits, 10 ganhadores. Participe!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ale!

    Quero muitooo ler esse livro! Adoro a escrita da Holly, mas o último livro que li dela me desanimou logo no começo justamente pela lentidão, então é bom saber que em príncipe cruel acontece a mesma coisa, pra que eu me prepare psicologicamente pra não ir desistindo da obra kkkk adorei a resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi,Alê

    Vi ali que você falou que não acha justo comparar com o da Maas e tal, mas já vi gente falando isso e até falando que não há originalidade na história.
    Gostei que há essa verdadeira faceta das criaturas e eu leria sim apesar dos comentários maldosos de algumas pessoas.
    Tomara que o próximo não tenha esse probleminha de ritmo.


    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que é original, o mundo da Holly foi bem construído.

      Excluir
  9. To bem curiosa para ler esse livro, to vendo muitas pessoas falando que ele é bom e eu já ouço falar dessa autora há um bom tempo. Com sua resenha fiquei um pouco mais curiosa. Só fiquei preocupada com essa questão da lentidão. Não costumo curtir livros assim, rs. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  10. Olha Ale
    fiquei bem curiosa hein pra ler?Gosto da Holly Black.. Tenho um livro pra ler dela que tenho muita vontade, vou ver se coloco esse na lista também
    interessante esse mundo dos feéricos... Preciso voltar pra tia Maas tb!!!

    amei a sua resenha <3
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  11. Oi Alê! O pessoal fala muito bem dessa autora e parece que ela constrói um bom universo! Achei a capa parecida com as da série The Royals rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ale! Tudo bom?
    EU AMO MEU FILHO CARDAN E VOU MORRER PARA PROTEGÊ-LO ASKJFNASUOASGBOUASGBUOASGBUO adoro como ele e a Jude são tão opostos e ao mesmo tempo tão parecidos, bem manipuladores (ela ainda mais que ele!). A Holly me conquistou demais com esse livro, tô louca pelo 2 KASNUOFASBASGUO
    Sai no primeiro semestre de 2019 lá fora, então a Record deve trazer pra cá no segundo semestre do ano que vem - se seguirem o que fizeram com esse.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu amor livros de fantasias. Deve ser o meu gênero favorito.
    Adoro viajar em mundos mágicos, com criaturas fantásticas e histórias cheias de encanto.
    Beijos, Hozana.
    Borboletra
    Twitter

    ResponderExcluir
  14. Gostei da resenha Alê. Me pareceu ser uma fantasia bem interessante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  15. Adoro Holly Black, desde Valiant que gosto das histórias dela. Alguns livros demoram um pouco para "engatar a marcha", assim como você explicou sobre as personagens, regras do mundo feérico, mas ao ler sua resenha ficou evidente que não se alonga por muito tempo e logo depois as ações se desenrolam. Amo histórias fantásticas. Esse é um dos meus desejados. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Eu sempre gostei de fantasia, mas eu me surpreendi com a quantidade de livros que eu li desse gênero esse ano haha.
    Pelo que você disse a trama é maravilhosa, ainda não conhecia esse livro, mas com certeza vou ler quando eu tiver alguma oportunidade.
    Um beijo.

    Blog Covil Dourado | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou focada nos livros da Sarah J Maas, mas esse furou a fila, rs

      Excluir
  17. Não sei nem dizer o quanto amo esse gênero, ainda não conhecia o trabalho dessa autora, mas quero conhecer urgentemente, rs. Parece ser fantástica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  18. Vi algumas resenhas desse livro além da sua, e confesso que estou cada vez com mais vontade de conhecer essa fantasia. Sem contar que a capa é muito bonita!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Ale, td bem?
    AAA lembro que vc comentou desse livro comigo! E essa resenha me deixou boquiaberta! Fiquei morrendo de vontade de ler, ainda mais sabendo de toda essa profundidade da história!
    Adorei e já anotei aqui!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=k_dKcMq1J38&feature=youtu.be

    ResponderExcluir
  20. Oi Ale, concordo capa do livro é maravilhosa e logo chamou minha atenção RSRrs Gostei muito da sua resenha e esse é um tipo de livro que leria, mas por ter o famoso final aberto dá o medinho básico de ter MUITAS continuações e com isso MAIS livros para eu comprar RSRSR
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ainda não tem o número de livros exato da série, Lu.

      Excluir
  21. Oi Ale! ❤
    Já estava de olho nesse livro, uma amg fala muito bem dele!
    E nunca li nada da Holly Black, então é uma ótima oportunidade!
    Essa questão das continuações que é chato né?
    Qnd vc falou do Cardan logo lembrei do Warner em Estilhaça-me (ainda acho q vc devia dae uma chance, mas né kk)
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Filmes da Passionflix