Entrevista: Nohane Carvalho

Olá amores!

É com muita alegria e orgulho que venho mostrar um pouquinho do doce de pessoa que a Nohane Carvalho é. Para quem não conhece, ela é a autora de "Devaneios de Uma Famosa em Apuros""Amor e Outras Confusões" e "A Ordem", todas as obras são excelentes e precisam de você! Então venha conhecer um pouco mais desse "Movimento A Ordem"!



1."A Ordem" é uma distopia extremamente inovadora e bem estruturada. Você pode nos contar um pouco sobre o que a história se trata? E também como essa mega ideia surgiu?

A Ordem surgiu para mim logo que eu terminei a revisão de Devaneios de uma famosa em apuros, meu primeiro livro. Estava escutando Wings da Birdy, uma cantora que adoro, quando vi muito claramente uma cena do livro. A Arissa me contou toda aquela história e escrevi tudo no primeiro papel que encontrei. Esse momento é muito emocionante, sabe? Conhecer um novo universo, um novo personagem etc.

A Ordem é uma distopia que se passa no futuro, após a 4ª Guerra Mundial. O mundo foi reconstruído depois de toda a destruição que as Guerras trouxeram, foi “reconfigurado”, passou a ser dividido em trinta e cinco reinos, e existe esse novo sistema político mundial em que tudo foi unificado para que funcionasse em harmonia e ordem.

O livro é narrado pela princesa de Terycen, o maior dos trinta e cinco reinos, que se chama Arissa. Ele começa quando, em uma noite em que sai escondida com sua melhor amiga, ela escuta Adrian discursar contra a família real de Terycen e falar sobre as revoltas que estão acontecendo em outros reinos. No dia seguinte ela encontra Adrian conversando na sala do castelo com seus pais e ele é apresentando como o sobrinho do Ministro Aquiles, um dos homens de maior confiança do reino.

Após isso, Arissa começa investigar o que está acontecendo e por que aquele homem está ali, mas acaba descobrindo algo muito maior e mais complexo do que esperava, e que tudo em que ela sempre acreditou acabou por ser uma enorme farsa.

É um livro muito especial para mim e eu poderia falar dele por horas, mas acho que o resto é preciso ler para realmente entender.


2. Fazer a diferença é algo que você se preocupa, conta para a gente sobre o "Movimento A Ordem".

Eu sou muito sensível e tenho em mim uma forte empatia pelas pessoas. Meus pais sempre me ensinaram a ajudar e eu não consigo olhar para tudo que está acontecendo em nosso mundo e não fazer minha parte.

A arte, de uma forma geral, é um reflexo da sociedade além de ser um reflexo do seu criador. Os artistas sempre usaram suas obras como formas de expressar seus pensamentos e, por vezes, criticar.

Vivendo em tempos tão sombrios como estamos vivendo em que vemos catástrofes, guerras, mortes, ódio sendo propagado livremente, senti a necessidade de escrever uma obra que fizesse as pessoas refletirem, pelo menos um pouco, e que passasse a mensagem que eu tenho de mais forte em mim que é: o amor é a coisa mais poderosa que o ser humano é capaz de fazer. A frase não é minha, mas é algo em que acredito e quero propagar.

O Movimento A Ordem é uma ação que eu criei para despertar nas pessoas a consciência de que tudo que elas fazem tem impacto direto na vida de outras pessoas e que nós podemos fazer a diferença hoje no mundo.

Atualmente, eu lancei uma campanha para que as pessoas postem em suas redes sociais uma foto com uma plaquinha com “#MovimentoAORDEM” e respondam na legenda “O que você faria para mudar o mundo hoje?”. Quem quiser participar é só fazer isso, seguir meu perfil no Instagram e curtir minha página no Facebook para, além de fazer parte do Movimento, concorrer a um exemplar físico e quatro digitais do A Ordem. O sorteio é uma forma de retribuir as pessoas por aderirem a esse movimento tão especial para mim.

Nesse primeiro momento é apenas uma campanha para nos fazer pensar, e essa mudança de pensamento pode e irá gerar ações. Mas eu tenho planos para em um futuro próximo criar outras ações e realmente levar esse movimento até onde ele puder ir.

Quero junto com meus leitores levar essa mensagem e impactar realmente as vidas de outras pessoas.


3) A resposta de 'Devaneios' veio de um público feminino. Com 'A Ordem' esse público aumenta. Você ficou com medo da resposta nesse novo projeto? 

Eu fiquei apavorada. Hahahaha

A Ordem é totalmente diferente do meu primeiro livro e foi um desafio escrevê-lo. Apesar de toda a pesquisa prévia que fiz e de ter planejado muito bem o livro, senti muito medo de não haver uma boa resposta, de não aceitarem uma distopia nesse atual momento do mercado literário em que os especialistas dizem que distopias estão em baixa. Fiquei com medo por que a primeira vez que abri minha boca e falei que estava escrevendo uma distopia, vários escritores riram e, claramente, não tinham fé no que eu faria. Fiquei com medo de não conseguir passar para o papel essa história que é tão grande e tem uma mensagem tão especial para mim.

Mas com fé, apoio dos amigos e a certeza de que eu tinha que contar essa história para o mundo, consegui escrever. E fico muito feliz com cada mensagem que recebo, cada resenha que leio.

As pessoas têm entendido o que eu quis passar e se apaixonado por essa história tanto quanto eu. Isso era tudo o que queria.

Quando eu decidi escrever sabia que seria intenso, difícil e um processo diferente de escrita. Eu não me apego a gêneros, eu conto histórias. E essa história precisava ser contada.


4) E projetos futuros? Já podemos divulgar algo???

Podemos! Em dezembro, no dia 31, lançarei um conto de Ano Novo. Não é um conto sobre nenhuma das minhas obras anteriores, por isso estou muito ansiosa para que todos conheçam esses novos personagens. O conto ficará gratuito nos primeiros dias, então fiquem atentos.

Em 2018 tenho planos para lançar três livros.

Devaneios 2 no 1º semestre, O Caos (segundo livro de A Ordem) que deve chegar no início do 2º semestre, e um livro secreto que deve chegar no final do ano e será um gênero que eu ainda não escrevi.


5) Deixe um recadinho para os leitores do 'Estante da Ale'!

Gostaria de convidá-los para o evento de A Ordem que acontecerá no Unibes Cultural, do ladinho do Metrô Sumaré, às 15h no dia 25 de novembro aqui em São Paulo. Vou fazer sorteios, bate-papo e quero distribuir muitos abraços por lá.

Eu sempre vejo os comentários de vocês nos posts que Ale faz sobre minhas obras e fico muito feliz quando vejo que se interessaram, quando perguntam mais sobre a história etc.

Se alguém aí já leu algum dos meus livros ou contos, me falem o que acharam através das minhas redes sociais. Se ainda não leram, convido para que conheçam meus livros e venham falar comigo. Eu adoro receber o feedback de vocês.
Por último, mas não menos importante, preciso agradecer a Ale pelo convite!

Muito obrigada por fazer parte desse processo de criação do A Ordem, por todo o apoio que você me dá desde o início. Te desejo todo o sucesso do mundo e estou muito feliz por minha primeira entrevista como escritora ser para o seu blog.

Até a próxima!

Fiquem com Deus.


Beijinhos.


Que amoooor! Eu que agradeço por toda a confiança depositada à mim e no Estante, No. <3

Para adquirir o A Ordem é só clicar nos links abaixo que você será direcionado para o site da Amazon. E-book: http://amzn.to/2gaq75W Livro físico autografado + marcador: http://amzn.to/2gE8iwO Redes Sociais da Nohane: Instagram: www.instagram.com/nohanecarvalho Facebook: www.facebook.com/NohaneCarvalho Twitter: www.twitter.com/nohanecarvalho Skoob: www.skoob.com.br/usuario/1072820-nohane Leia os primeiros capítulos de A Ordem gratuitamente. https://www.wattpad.com/472176481-a-o...

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Eu adorei, Ale! Muito obrigada pelo convite. <3

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    ai que fofa a autora <3 dá um quentinho no coração conhecer pessoas assim, né?
    achei linda a capa do livro dela e super leria. Curti a entrevista e, consequentemente, a indicação.

    um beijo
    litgrrrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Helena!

      Se você ler algum dos meus livros vem me contar o que achou. <3

      Beijinhos.

      Excluir
  3. Gostei de conhecer um pouco mais sobre ela. E ela curte Bridy <3, uma das minhas cantoras favoritas.

    Beijos
    http://orangelily.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ale!
    Eu não conhecia a autora e nossa....ela está cheia de planos! Que coisa boa. Muitos sucesso para ela.
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Mariana!

      A Ale fala que eu não paro nunca hahahahaha

      Excluir
  5. Oi Ale,
    Parabéns pela entrevista.
    Desejo muito sucesso para autora e espero conhecer seu trabalho em breve.
    Vou ficar de olho na Amazon.

    tenha uma ótima quarta
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Ooooi Ale

    que capa linda do livro da Nohane! Fiquei imaginando como ficaria legal na minha estante HAHAHAHA parei
    muito sucesso pra vocês duas <3

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Hellz!
      A Ordem também adoraria estar na sua estante, viu? Hahahaha
      Muito obrigada. Para você também.

      Beijinhos.

      Excluir
  7. Olá Ale
    Geeeeente que amor a Nohane!
    Amei a entrevista, suas perguntas e as respostas da autora, com que sensibilidade ela conta sobre a inspiração, a criação do roteiro, o desenvolvimento da obra e dos personagens.
    Pena que não tenho face nem IG (é sou antissocial hihihi), esse movimento vai lacrar!
    Já quero o livro, está na lista dos desejados no topo, ainda mais que sou apaixonada por distopias e essa promete um plot diferenciado.
    Parabéns para a autora que faz a diferença no mundo generosamente compartilhando seu talento, cultura de qualidade e proporcionando encantamento.
    Parabéns para ti Ale de nos presentear com indicações maravilhosas.
    Bjsss Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Últimos Assistidos #6

Livro: Amor Corrompido

Série: Menajerimi Ara