Livro: Corrupt

Olá amores,

Como estão? Vamos falar de mais um livro de arrepiar os cabelos? "Corrupt" é o primeiro livro da série Devil's Night escrita por Penélope Douglas e que foi publicado aqui no Brasil pela Editora The Gift Box.


O livro é um romance dark dos mais pesados e confesso que eu não estava tão preparada para isso. Bom, nada me prepararia para esse livro (rs), mas antes de mais nada acho que preciso dar uma pincelada na história: aqui, teremos quatro melhores amigos (Michael, Kai, Will e Damon) que juntos formam os quatro Cavaleiros, um grupo temido e almejado por muitos. Paralelo a isso, temos Erika (ou apenas Rika), a bela estudante que sempre cumpre as regras. Ela é secretamente apaixonada por Michael e quando finalmente tem sua oportunidade em uma noite de Halloween, tudo foge do controle.

Com a narrativa intercalada entre os personagens Michael e Rika, as idas e vindas no tempo constroem não apenas as problemáticas que precisam ser resolvidas como as personalidades de cada personagem. Achei todo esse desenvolvimento bem inteligente, pois nos prende com segredos e reviravoltas. A narrativa da Penélope Douglas é outro ponto que merece destaque, já que por mais que o livro seja pesado, é mérito da autora suavizar isso com uma escrita fluída e extremamente gostosa. É intenso, mas em momento algum eu fiquei cansada de ler, eu só queria mais e mais, porque sempre há um gancho que te prende para mais um capítulo.

Agora, vamos ao ponto que vocês devem estar preocupados: o motivo pelo qual o livro é caracterizado como dark. Existe sim uma relação tóxica e temas controversos na obra, e por incrível que pareça não é exatamente por isso que eu tiro uma estrelinha da classificação geral, afinal, isso já era de se esperar, o fato de eu querer ler Corrupt se deve pela minha nencessidade de sair dessa zona de conforto literária, onde todo amor é cor de rosa e o máximo que acontece é o casal terminar separado. Só que aqui, o que me incomodou é como toda a situação é criada e conduzida, foi não sentir o amor entre os personagens, senti sim o desejo, a atração, a necessidade de jogos e de estarem no controle, mas o tal amor para a vida inteira, infelizmente não. Tem alguns diálogos que me incomodaram bastante, algumas cenas tão fortes e desconcertantes que eu prefiro nem citar o que ali foi abordado, fica a critério de cada um ler. 


Entendo que é parte da proposta e que eu sou um pouco chata com determinados assuntos, mas sem dúvidas "Corrupt" é apenas para corajosos. Em determinados momentos, fiquei até com vergonha de como tudo acontecia. Tem muito sexo, violência, abuso e sexo de novo, rs. Acho a obra um pouco exagerada, entretanto funciona quando pensamos que é algo ficcional, porque te faz refletir sobre alguns temas recorrentes em nossa sociedade. Foi uma montanha russa e uma senhora leitura quando avaliamos todos os sentimentos que me proporcionou. Os personagens parecem não ter medo de nada e por mais que alguns sejam presos (sem spoiler, vocês vão descobrir isso logo no início) ainda assim sinto que nada do que fazem tem consequências. 

Ou seja, não me envolvi com o casal, mas respeito a proposta da autora, acredito que seja a obra mais dark que já li na vida! E se eu vou continuar a ler? Claro que vou, porque eu preciso saber quais vão ser as próximas "aventuras" dos Cavaleiros. Kai é o meu favorito e espero que ele tenha um plot de arrasar meu coraçãozinho. Afinal, agora que eu sei que a Penélope Douglas pode ultrapassar todos os limites, não vou duvidar de nadinha! 

Sobre a resolução do plot da prisão (acima mencionado), eu gostei muito. A autora tem sempre uma carta na manga para o plot twist e em uma determinada cena de ação fiquei metade do tempo com o ar preso, toda tensa esperando as coisas darem certo. Final muuuuito bom!


Desta forma, finalizo a resenha de "Corrupt" tendo a certeza que essa série é para quem deseja se arriscar. A obra incomoda e surpreente. Ao ser avaliada no meio do gênero no qual se enquadra, posso dizer que se destaca pela ousadia e intensidade. Vá preparado para altas emoções!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Oi, Alessandra tudo bem? Me parece uma leitura extremamente tensa e até mesmo abusiva em alguns momentos. Para quem gosta deste tipo de livro presumo ser uma leitura arrebatadora. Adorei sua resenha. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Também achei algumas coisas bem exageradas nesse livro! Não gostei muito, hahah.
    Sua resenha ficou demais!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ale. Tudo bem?
    Eu realmente estou amando suas resenhas de romance dark e preciso confessar que essa capa me dava ideia de qualquer outra coisa menos sobre isso. Pelo jeito a leitura é bem inquietante e cheio de momentos conflituosos, não sei bem se eu tentaria, quem sabe no futuro.

    Beijos, Vanessa
    Leia Pop

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADA!!!! Precisa de um comentário me incentivando a ler dark kkkkkk

      Excluir
  4. Meu Deus, eu tinha escrito um texto enorme e acabei fechando a aba affff
    Enfim!
    Eu tava dizendo que eu adoro romance dark, justamente por me fazer sair da zona de conforto, por me fazer pensar na linha tênue entre o bom e o ruim, certo e errado. Mas nem sempre eu gosto das histórias, e por isso Corrupt saiu da minha wishlist. Acho que seria pesado demais até para mim.
    Eu leio muitos darks, alguns até com romantização de estupro, mas são histórias que me fazem refletir muito: dar a nota pela história e pelas coisas que não gostei ou dar a nota baseada na narrativa e o desenvolvimento, que são excelentes??
    Esse é o tipo de mistério que eu sempre fico dividida quando leio livros do gênero.
    Gostaria de conhecer mais da trama, mas essa leitura não é pra mim. Corajosa você amiga, mas te entendendo porque quando se arrisca com a Penelope é capaz de ler todo o resto hahaha
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXATO! E o povo só olha torto quando a gente lê algo assim, não é? E obrigada, kkkkk.

      Excluir
  5. Oi Ale! Eu estou lendo o Punk 57 da autora e achando a escrita dela muito envolvente e carregada de emoção. Já Corrupt eu não me animei com a leitura conferindo a sinopse, não estou no clima desta leitura no momento. No entanto, não descarto futuramente.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Confesso que a capa do livro não me atraiu muito, mas a forma que você descreveu esse livro me deixou com muuuita vontade de conhecê-lo! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Não sei se tenho coragem de ler esse livro... Ainda mais com tantas cenas de violência, abuso e muito sexo envolvido... Mas enfim, valeu pela dica de leitura.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  8. Essas histórias que mexem com a gente de algum jeito é as que mais instigam.
    Adorei a indicação!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu leio facilmente obras pesadas, porém, não gosto do exagero. Então, creio que por causa de sua intensidade, eu não leria esse livro.
    Mas, gostei da resenha.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que só você lendo para entender.... É exagerado, mas é bom! kkkkk

      Excluir
  10. Como já comentei em outra resenha aqui, não sou muito de ler romance dark. Já tentei mas não é minha praia. Esse aí mesmo eu sei que ficaria possessa do início ao fim do livro kkkkkkk
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alê! Tudo bom?
    Eu gosto de fantasia sombria e acho que até encararia um romance dark, mas só de algum autor ou autora de muita confiança. É o tipo de história que eu não arriscaria com alguém que não conheço.
    Mas ótima resenha!

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Estou amando ler seus posts... vou até salvar em favoritos!


    Meu Blog: resultadovalesorte.net

    ResponderExcluir
  13. Oi, Ale

    Eu até hoje não tive nenhuma experiência com livros do gênero. Depois de ver a Miriã falar tanto sobre Punk 57, acabei pegando emprestado no Kindle Unlimited e será minha primeira tentativa. Eu sou bem de boa com assuntos controversos, mas confesso que tá batendo um receio. Hahahaha Dependendo da experiência posso vir a ler este outro.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  14. Olá Ale,
    Nunca li nenhum romance Dark, não sei se seria uma leitura confortável para mim, tenho um pouco de receio. Gostei bastante da sua resenha, mas não sei se teria coragem de ler o livro.
    Bjssss


    Helo
    https://pensamentossoavento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ale.
    Eu gostei muito de Punk 57 mas não sei se me arrisco a ler outros livros da autora. Eu sou fraca para esse tipo de rendo admito. Mas ao mesmo tempo bate aquela curiosidade. Vou tentar ler esse e ver o que dá hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Olá Ale,


    Não conhecia esse livro, achei a premissa interessante e a sua resenha mostra que a história é tensa e essa capa já apavora de cara, gostei da dica.


    Beijos.



    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Alê, demorei mas cá estou eu
    eu fiquei curiosa pela resenha e não me decepcionei
    Ach oque ainda não é o meu tipo de leitura, mas é interessante que a autora aborde de diversas formas, diversos temas e, no final, surpreenda bastante como a forma como foi construído, né?
    Acho que vou tentar Púnk 57 em breve hehe

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Filmes da Passionflix