terça-feira, 11 de maio de 2021

Série: Amigas Para Sempre - Season 1

Olá amores,

Eu sei, estou mega atrasada nas maratonas de séries, mas eu não estou com tanta animação ultimamente e esta, especificamente, foi uma maratona meio difícil de ser concluída. "Amigas Para Sempre" (ou originalmente "Firefly Lane" tem sua primeira temporada já disponível na Netflix e é baseada em um livro homônimo lançado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro.


Eu já li um livro da Kristin Hannah e gostei muito da proposta, ela é ótima narrando dramas e sua escrita é perfeita para fãs de Lucinda Riley, só que ao transformar isso em série, confesso que eu tive alguns problemas... Se você ainda não sabe qual é o plot central, eu te conto: duas melhores amigas desde a adolescencia precisam lidar com as dificuldades da vida madura. Tully é uma apresentadora de TV/jornalista renomada e solitária enquanto Kate tem uma filha adolescente e está passando por um processo de divórcio. Ambas tem uma ligação única e quando segredos vem à tona (junto com atitudes impulsivas) a amizade pode ficar um pouco... abalada. 


Confesso que não tenho muita vontade de ler o livro, já que Tully me irritou TANTOOOOOO que não está escrito! Minha mãe disse que o problema dela com a série é o vai e volta no tempo sem concluir assunto nenhum, eu por outro lado, me interesso por esse 'jogo temporal' com uma linha do tempo totalmente descontruída, já que eu gosto muito da parte das meninas adolescentes, se descobrindo e nos contando os seus traumas pessoais, mas entendo quando ela diz que nenhum assunto é concluído. Sei que é uma série (aberta a renovações), mas chegamos ao final dessa temporada com um monte de pontas soltas e poucas respostas, chega a ser um pouco frustrante, sabe? Ainda mais porque nem o motivo dos acontecimentos são revelados, quer deixar o gancho, ok, pode deixar, mas eles não nos entregam NADA.

Acho sim que tiveram momentos entediantes e sem relevância para a história, não precisaríamos de 10 episódios com cerca de 50 minutos cada. A produção perdeu a mão nesse tempo e a série poderia ser bem mais dinâmica. Afinal, há também pontos positivos a destacarmos: gosto da premissa de mulheres reais enfrentando o cotidiano de uma maneira honesta, condizente com a nossa realidade, sabe? Elas não romantizam a maternidade ou a solidão, são duas mulheres diferentes contando como suas escolhas as trouxeram até aqui. Há um excesso de drogas, cigarros e alcool? Sim, há, mas também entendo que é um reflexo da época retratada. 


Queria ser mais empática? Queria. Consigo ser? Não, não consigo. "Amigas Para Sempre" não funcionou como o esperado comigo. Se vou continuar a assistir se houver uma segunda temporada? Talvez... KKKKKKK. Ah, poxa, vai que eles acertam o timming das coisas? A obra tem sim muito potencial e gosto bastante do elenco. Sei que a Katherine Heigl não tem moral muito boa em Hollywood, só que gosto da atriz desde Izzy de Grey's (ela sempre foi minhas pesonagem favorita) e acredito que ela merece uma segunda chance. Ou terceira, ou quarta, ou quinta chance. KKKKKKKK

Agora, chegou a vez de vocês, me contem: já assistiram "Amigas Para Sempre"? Já leram o livro? O que acharam da adaptação?

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ (3/5) - Bom!

- Alessandra Salvia

26 comentários:

  1. Oi, Alessandra. Como vai? Que pena que o seriado não ser como você esperava. Tenho vontade de ler o livro, o seriado não desperta tanto meu interesse. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro disseram que tem outra linha temporal, o que não sei se é algo tão positivo, mas tem que arriscar!

      Excluir
  2. Olá...
    É uma pena que a séries não tenha funcionado com você, é tão ruim quando isso acontece!
    Gosto muito da autora, mas, ainda não li esse livro... Ultimamente ando lendo tantas críticas tanto da série quanto do livro, então, meio que desanimei.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Às vezes acontece mesmo de uma série não funcionar com a gente. Eu não assisti essa série e acho que não verei, pois não faz muito o meu estilo mesmo. É irritante quando os episódios ficaram girando em torno de um monte de coisa e chega a lugar nenhum... Dá impressão de perda de tempo, né? =/ Eu fico bem incomodada mesmo... =/
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob


    ResponderExcluir
  4. Alê, eu tenho muita vontade de assistir e ler essa série. Mas sempre deixo para depois e o depois nunca chega hahaha (mas um dia vai chegar ^^). É chato mesmo quando eles não entregam nada, nadinha! Mistério em excesso cansa mesmo, porém, assim como você: sou curiosa e mesmo sabendo que pode me decepcionar novamente, eu continuo assistindo hahaha. Acho que só duas séries que não vi a continuação: You e 13 porquês. E não sabia disso da atriz Katherine. Eu adoro os filmes que ela participa e tal. Chocada hehehe! Enfim, espero que se tiver a 2ª temporada, tudo melhore. =D

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    Já tinha visto propaganda dessa série, porém ainda nao assisti, parece ser interessante, valeu pela dica
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Tenho o livro por aqui, mas vivo na indecisão de ler antes ou assistir. Acho que ler é melhor, quando tem condições, daí a gente vai anotando as diferenças depois quando assiste né? haha
    Eu não simpatizo muito com a Heigl, mesmo assim assisto as coisas q ela faz e geralmente me agradam. Mas esse lance de excesso de bebida, cigarro e tals... me incomoda. Pq querendo ou não, muitas vezes é desnecessário e nem combina com os personagens.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. É, não li nem vi nada. Mas pela sua resenha vou passar bem longe rsrs

    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  8. Oi Ale,

    Eu não li o livro da autora, então não sei muito sobre a história para opinar. Se eu for ver, com certeza vou preferir a série.
    Espero gostar da trama.
    Uma pena que não funcionou tanto com você.


    Bjs
    https://diariodoslivrosblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil julgar uma obra só pela sua adaptação, né?

      Excluir
  9. Olá! Não conhecia e fiquei triste por não ter funcionado com você, quando não está funcionando eu não insisto mais eu pro logo pela metade rs
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estava vendo com minha mãe, então a gente conversava sobre o enredo e isso anima a terminar, pelo menos.

      Excluir
  10. Nossa, só pela descrição fiquei com um pouco de preguicinha de assistir, apesar de eu adorar a Katherine Heigl e a Sarah Chalke.
    Gostei de saber mais do seu ponto de vista, quem sabe um dia eu assista e tire minhas conclusões hahaha

    Beijos
    http://www.leiapop.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Alessandra,
    Nossa, fiquei bem desmotivada de querer ver essa série depois de ler sua resenha. Esse negócio de ficar brincando com a linha do tempo e não concluir nada me dá um nó na cabeça, só por isso acho que devo passar longe nos próximos meses, mas nunca digo nunca.
    Bjos
    Kelen Vasconcelos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até gosto da desconstrução temporal, mas não concluir nada me irrita!

      Excluir
  12. Olá, Ale.
    Eu passei tanta raiva com esse livro que nem quero ver a série. Mesmo sabendo que mudaram muita coisa. A amizade entre elas é totalmente toxica. A Tully me irritou do começo ao fim do livro. Ela queria tudo que era da Kate. A mãe, o marido, a família feliz, a filha. E depois ainda vem com aquele final lá que meu Deus. Nem sei se vou ler o livro da Tully, estou tentando criar coragem hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Hey Ale o/

    Eu não li o livro nem vi a série, mas pelo jeito acho que vou continuar assim.
    Gosto de mídias falando sobre mulheres reais vivendo e tudo mais, mas eu sou curiosa demais para assistir uma série que deixa muitas pontas soltas.

    Boas leituras,
    Karen Gabrieli | Apesar do Caos

    ResponderExcluir