Livro: Codinome Lady V

Olá amores!

Acho que estou devendo uma explicação desde o post de "9 Verdades e 1 Mentira" sobre a afirmação que fiz sobre os romances de época. E nada melhor do que trazer a resenha de um livro do gênero para discutirmos o assunto, certo? Então, preparem-se que hoje tem resenha de "Codinome Lady V" da autora Lorraine Heath, publicada pela Editora Gutenberg, o primeiro volume da série Os Sedutores de Havisham


O livro nos conta a história de Minerva Dodger. uma solteirona com um grande dote que está cansada de ver os rapazes londrinos serem interesseiros e decide que chegou o momento de aproveitar a vida, mesmo com todas as regras sociais da época. E é assim que Minerva se torna Lady V. Uma moça misteriosa que frequenta clubes de cavalheiros em busca de um pouco de diversão, além do fato de querer perde a virgindade. E é aí que as coisas começaram a me incomodar...

Até então, podemos dizer que temos vários aspectos que tornam o romance, um romance de época tradicional, daqueles dignos de Julia Quinn e Lisa Keyplas, porém algo não funcionou para mim e comecei a me questionar sobre tudo o que venho lendo... Não é segredo para ninguém que sou feminista, mas acredito sim no poder do amor e nessa versão do 'felizes para sempre' que os livros me trazem. Nunca questionei o fato das princesas existirem ou as mulheres se arrumarem para os bailes. Eu adoro isso, de verdade. Porém, de uns tempos para cá sinto que muitos livros (principalmente desse gênero) se tornam fúteis e focam tanto no sexo que isso me 'traumatiza'.


Não nego, "Lady V" é uma feminista. Ela tem total direito de buscar o que quiser, onde quiser. Gosto da força da personagem, mas não acho que seja um enredo que me agrade. Eu queria algo mais natural, sabe? Sou tão romântica que preciso de algo antes do 'tchanam', se é que me entendem. Quero mais desenvolvimento, quero profundidade nos personagens, quero sentimentos, quero aprender com eles. Porque sim, eu sou dessas que aprende com um simples romance, afinal, podemos ver diferentes reações e como cada personagem se comporta perante os desafios colocados. Quer exemplos? Gregory Bridgerton acredita no amor e luta por ele, já Anthony foge, pois tem certeza da morte precoce... Cada história tem um paralelo, um desenvolvimento próprio, mas "Lady V" foi como se apenas o sexo fosse o foco de Minerva.

Confesso que ainda não acabei de ler o livro, mas eu precisava vir desabafar, afinal, já é o terceiro romance de época que pego e não consigo dar continuidade por conta dessa reflexões que faço. Um dos últimos livros que li foi aquele da Eloisa James, "Quando a Bela Domou a Fera". Vocês lembram da minha resenha? Eu disse que uma determinada frase havia me irritado e quase desmoronou toda a história para mim... Pois é, essa frase me marcou e agora, mesmo depois de meses ainda lembro da protagonista se humilhando por um homem. E eu não sou dessas que acredita que podemos nos 'humilhar por amor' não, amor de verdade é parceiro, não precisa se rebaixar por ele.


Então, depois de todo esse desabafo, não digo que desisti dos romances de época. Só acho que chegou o momento de eu dar uma parada para conseguir enxergar as diferenças e peculiaridades de cada história, coisa que não vem acontecendo. Estou achando tudo muito parecido e com mocinhas futeis.

Será que só eu penso assim? Será que é um problema comigo? Gostaria muito de saber a opinião de vocês sobre o livro/temática.

Minha Classificação: ♥ ♥ (2/5) - Não consegui me apaixonar...

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Oi Ale! As vezes, por mais que eu ame um gênero, eu acabo deixando de ler por um tempo pois as histórias começam a não serem mais tão empolgantes. Pra mim funciona, e depois deste "descanso", consigo curtir outra vez. Tomara que em breve você encontre um romance de época que lhe agrade.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Oi Alê, eu acho que seria melhor dar uma parada pra não ficar se irritando com as leituras. Eu já encontrei vários romances superficiais que eu amo e isso não me incomoda, mesmo a questão de sexo. Mas pra vc ficar encanada vou confessar uma coisa: parei na metade desse livro há um bom tempo e não tive vontade de continuar ainda. Então, realmente acho que alguma coisa nessa história não tá funcionando, já que mesmo pra mim que adoro o gênero, não consegui terminar ainda rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ale. Entendo perfeitamente o que você pensa. Eu sinto o mesmo com o gênero erótico e por deveras, acabo abandonando. Sinceramente, só teve um romance de época que abandonei e foi Um amor para Lady Johanna, isso porque achei o moço lá machista demais, mas eu realmente gostei dessa obra, é uma pena que você não tenha curtido ela. Talvez a obra traga uma temática que não tenha a ver com seus valores, o melhor a se fazer é dar um tempo do gênero.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  4. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai, Alê!
    Que loucura!
    Eu postei esse livro no instagram antes de ontem se não me engano, foi o último livro que eu recebi essa semana e eu fiquei empolgadíssima ao vê-lo, vendo suas impressões agora deu até um desânimo, nossa!
    E você ainda fala de Quando a bela domou a fera e é outro livro que tá aqui me aguardando rs Que pesadelo rs
    Eu gosto do gênero, mas você não é a primeira pessoa que reclama desses últimos livros que tem lançado. É uma pena, né?
    Eu vou ler assim mesmo, mas confesso que já estou com pé atrás rs

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  5. Oi Ale,

    Tem épocas que fico meio "enjoada'' de um certo tipo de gênero de história, então eu resolvo dar uma pausa e ler outras coisas e depois volto para o gênero e tudo se resolve.
    Espero que seja assim com você.
    Esse é um livro que está na minha lista de leitura, espero que eu goste.

    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  6. Olá Ale
    Não li o livro então não tenho como opinar com propriedade sobre esse especificamente, mas penso que vez ou outra, nós que somos apaixonadas por um determinado gênero favorito, ficamos meio de ressaca.
    Eu, por exemplo, amoooooo thriller investigativo, então lia direto e num determinado momento, já nos primeiros capítulos, sabia quem e qual era a resolução do enigma.
    Agora intercalo com outros temas, porque estava decepcionada com os enredos :/
    Provavelmente porque os gêneros tem uma tendência a se repetirem rsrs
    Deve acontecer o mesmo com romances históricos, dramas, chick lit, sci-fi, erótico...
    Acho que a solução é mesmo deixar pra ler quando estiver super fissurada.

    Codinome Lady V, está na minha lista de leitura, confesso que agora vou deixar ele lá no finalzinho...

    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha Alê e sobretudo da sua sinceridade. Eu amo romances de época e aprecio quando os livros tem um enfoque singular. Não sou puritana, mas como boa romântica, acredito que o amor venha antes do sexo - o que infelizmente não tem sido retratado em muitos livros. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você. Eu não li muitos romances de épocas, na verdade acho que só li um, mas o livro foi publicado há muitos anos e realmente adoro, mas os de hoje, tenho um certo receio de ler. Acho que muitos autores não conseguem entrar na linha do empoderamento feminino e ainda poder ser feliz em um romance sem que a história seja baseada só em sexo.
    Provavelmente, nunca irei ler este livro :(
    Adorei sua sinceridade, as vezes é bom desabafar, não é?
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  9. POxa, vejo que esse romance ou no caso dos romances de época estão te decepcionando. Sei lá...ás vezes fica tudo muito batido e forçado mesmo. Você já leu algum livro da babi A . Sette? Ela é o caraa como dizem! Eu amo os livros dela, romance de época perfeito! Sexo na medida certa, tudo sem exageros. Se não leu, leia!
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Lançamentos Outubro/2022