Livro: Punk 57

Olá amores,

Recentemente, comecei a ler as obras da Penélope Douglas e fiquei viciada!!!!! Hoje, a resenha é de "Punk 57", o new adult que a Editora The Gift Box publicou aqui no Brasil.




Aqui, conheceremos a história de Ryen e Misha, que se "conheceram" através de um trabalho escolar e viraram melhores amigos. Vale dizer que esse trabalho consistia em trocar cartas, eles nunca se viram pessoalmente, mas a amizade tão sólida permaneceu por muitos e muitos anos. Até que em uma determinada noite, um triste acontecimento marca a vida de Misha fazendo-o parar de escrever para Ryen por três meses. Ela fica muito preocupada, só que com o aparecimento de um misterioso garoto em sua escola seus sentimentos podem ficar confusos... Mansen ocupará o lugar de Misha em seu coração? Ou será que Misha tem uma explicação para o sumiço? 

Ai gente, confesso que escrever essa sinopse foi difícil, porque eu já queria falar um monte de spoilers para vocês kkkkk só que tenho consciência que não posso e sabiam que ultimamente estou preferindo ler livros no escuro? Penso que se você se identifica com o gênero e autor é mais divertido você descobrir tudo aos poucos. E é isso exatamente o que eu indico para "Punk 57", se joga na leitura que vai ser uma delicinha e você nem vai perceber o tempo passar. Posso até dizer que foi um livro que se tornou um dos meus favoritos e até o momento é o melhor Penélope Douglas. 

Grande parte da minha satisfação com a obra, além da escrita maravilhosa da autora, se dá pelas temáticas abordadas que fogem do padrão no sentido de romance água com açúcar. Teremos questões bem sinceras sobre quem você é, sobre quem você aparenta ser para se encaixar, sobre o que você precisa para se sentir bem consigo mesmo. Ryen é uma protagonista que vai contra os padrões dos romances, ela não é fiel aos seus princípios, se tornando má perante toda a escola para simplesmente ser popular, para ter amigos. E quando Mansen questiona esse padrão de popularidade, Ryen começa a ganhar a confiança que precisa para falar o que pensa, para se expor com a devida transparência.

Ah, mas não se engane. O jogo de gato e rato aqui será o ponto chave da relação Mansen e Ryen (e como é divertido!!!!). Não é fácil para o casal se encaixar, a atração é intensa, mas a divergência de pensamentos gera muitos atritos. Tem sim o toque de relação tóxica, não vou ignorar esse fato, mas é tão gostoso de ver o crescimento de Ryen, ver como ela se liberta das expectativas dos outros para conseguir ser ela mesma. Uma reflexão de Mansen ficou muito na minha cabeça depois da leitura: todos nós temos um lado feio, o que nos diferencia é se nós o expomos ao mundo ou o guardamos a sete chaves. Isso fez tanto sentido para mim... A gente pode sim ter pensamentos controversos e errados, somos seres humanos egoístas e gananciosos, porém o que realmente deve ser levado em consideração são nossas atitudes perante o outro. Vamos deixar esse lado prevalecer ou podemos guardar e tornar a vida melhor? Pense nisso também.



Como acima mencionado, eu amo demais a escrita da Penélope Douglas. Ela precisa ser aplaudida de pé, porque faz enredos controversos se tornarem leves e envolventes. Não consigo ler um livro dela com calma e paz no coração, sempre é turbulento, cheio de emoções, como se eu estivesse dentro da história. É intenso! Outro ponto que quero destacar é a forma como ela coloca a sexualidade aqui, Corrupt é mais violento e ousado, já em Punk 57 ela usa uma abordagem mais jovem, mais de descoberta e aceitação. Por mais que sejam cenas... Quentes, eu vejo que ela coloca uma delicadeza que não existe em Corrupt. E eu precisava citar isso na resenha para mostrar a sua versatilidade como escritora. São histórias diferentes, com propostas completamente distintas, mas que se ligam pela maneira fluída e envolvente de serem contadas.

Agora, fazendo uma observação rápida, se você leu Corrupt ou pretende ler, saiba que existe um personagem Grayson que interliga as obras e eu adoooro isso. Acho que criar um universo único, super faz sentido e empolga o leitor para continuar a ler. Mas lembre-se que Corrupt tem outra pegada... Quer conferir a resenha? Clique AQUI.

Falando também sobre o plot twist do desfecho, admito que fui pega de surpresa. Não vou falar que é impossível adivinhar, pois não é, porém como eu fiquei tão imersa no casal, nem pensei nas possibilidades de fechamento dos outros plots, rs. Importante deixar claro que o final é fechado, livro único. AMEI DEMAIS. 



Acho melhor eu finalizar a resenha, porque já está ficando grande e vocês precisam correr para a Amazon. "Punk 57" está disponível no Unlimited e também em edição física no site da editora. Deixo aqui minha indicação para quem ama um bom romance dramático! 

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Favorito!

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Olá!!
    Verdade, todos os livros que li da Penelope são cheios de turbulência e reviravoltas. Punk 57 estava esquecido na minha lista de leitura, mas sua resenha reviveu minha vontade de conhecer.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alessandra! Que bom que você esteja gostando de ler os livros de autora. Eu nunca li nada dela, quem sabe futuramente eu me arrisque em ler algum não é mesmo! Por ora eu prefiro não lê-los, pois não gosto muito de romances em geral. Contudo tenho certeza de quem gosta deste gênero irá se agradar. Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Alê.
    Ainda não tinha ouvido falar nesse livro, mas como gosto da escrita da Penelope e sua resenha está instigante, já vou colocar na lista.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse livro, mas o seu entusiasmo nessa resenha me deixou com muita vontade de conhecer melhor essa história. Acredito que tem tudo pra se tornar um dos meus livros favoritos.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ale!
    Eu ando lendo muitos livros no escuro também haha, mal leio a sinopse e já embarco na leitura. Nunca li nada da autora e acho que vou começar por esse ;D

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  6. Interessante, parece envolvente. Nunca tinha ouvido falar desse livro.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ale
    Eu acho que esse livro é o melhor da autora com certeza, pra mim ele e Birthday Girl são meus favoritos. Eu amei o fato da protagonista não ser a mocinha que esperamos sabe? O enredo me lembrou uma série da Netflix, bem trabalhado e com alguns temas bem reflexivos. Queria ler mais livros assim nessa vibe. Amo a escrita dessa mulher!
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei bastante de Birthday Girl também, logo trago resenha!

      Excluir
  8. Oiiii,
    Ainda não li Punk 57, mas estou lendo Corrupt. Acredite que será minha próxima leitura, kkkk, depois da sua resenha.
    Também estou gostando muito da escrita da autora.
    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Oi Ale, tudo bem?
    Deu pra sentir o quanto você adorou o livro. Fico feliz que tenha sido uma leitura cheia de lições!
    Infelizmente, não me chamou muito a atenção. Esses livros de casais complicados não fazem muito meu estilo. :(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  10. Oi Ale! Eu achei este livro maravilhoso, depois dele, quero ler tudo da autora. Eu fiquei bem surpresa com o motivo do protagonista ter ido para aquela escola. Foi um toque especial na história. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    O boy misterioso na escola, saudades disso haha
    Eu acho que tenho esse e-book no Kindle, mas em inglês. Vou dar uma olhada, quero muito conhecer a escrita dela.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  12. Olá Ale,
    Adorei sua resenha. Já tem algum tempo que quero ler um livro da Penelope, são tantas indicações que me deixou mega curiosa.
    Fiquei curiosa com o enredo, os temas são bem no estilo que eu adoro. Dica mais que anotada!

    Beijo!!
    https://www.amorpelaspaginas.com/

    ResponderExcluir
  13. Eu não conhecia as obras da autora, mas esse parece ser um livro bem legal. Confesso que também curto ler livros no escuro, às vezes é bom manter o mistério um pouco. =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  14. Esse livro e a autora são novidades para mim. Mas parece ser uma leitura bem divertida e de trazer suspiros!

    https://naoseavexe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Eu achei o título bem diferente e gostei da premissa. E o livro sempre me ganha quando tem um plot que me surpreenda.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  16. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Fiquei com muita vontade de ler esse livro, os fatores que compõe o enredo parece tornar a leitura bem interessante... Gostei bastante de seus comentários!
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Miga, com esse detalhe que falou que está interligado, acho melhor eu ler Corrupt primeiro então, não é mesmo? Eu amei a resenha, mesmo esse livro sendo uma confusão ainda na minha cabeça haha O livro já está na minha estante, eu amo a escrita dessa autora.
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  18. Olá, Ale.
    Esse foi o primeiro que li da autora e amei. Por isso até me aventurei a ler os outros mais fortes dela porque amei a escrita dela. Achei o livro super diferente das mesmas histórias que estamos habituadas a ver.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  19. Pausa para eu surtar com os gifs do meu ship de Veronica Mars AAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    Eu tenho uma amiga que ama esse livro e vive me indicando, mas pela sinopse e pegada da história acho que não faz muito meu estilo
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Dessa autora só tinha ouvido falar desse livro e até tenho ele no kindle (há tempos! haha), mas ainda não li, mas já que foge do romance água com açúcar e me parece pela resenha que tem um tom bem "coming-of-age" vou colocar na meta de leitura!

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Oi Alê, eu li Sempre fui sua da autora e gostei demais da escrita dela, mesmo me irritando os personagens! Já estou com minha edição em mãos pra ler Punk 57, já esperando fortes emoções mesmo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  22. Oi Ale,
    Não conhecia o livro, mas acho que seria o tipo de leitura que eu gosto.
    Sou bastante fã de romances gato e rato, então vou procurar saber mais sobre.
    A resenha ficou ótima.

    Bjssss
    https://pensamentossoavento.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Filmes da Passionflix