Livro: Susan não quer saber do amor

Olá amores, como estão?

Confesso para vocês que "Susan não quer saber do amor" era um dos lançamentos mais aguardados por mim! Eu tinha altas expectativas pelos elogios que li e também pela obra fazer parte do clube do livro da Reese Whiterspoon. Mas eu cai de bumbum no chão, viu? 


Sarah Haywood escreveu uma obra sobre uma mulher que achava ter o controle de sua vida, mas ao se descobrir grávida sem planejar aos 45, ela vê que nem tudo é 'preto no branco' como ela imaginava. É uma história sobre se redescobrir, sobre maternidade, sobre se abrir a novas possibilidades. Pessoalmente, acho que a mensagem é muito válida e necessária, gostei do rumo que a personagem tomou em sua vida, contudo, não consegui sentir empatia pela Susan. Não sei, algo ficou muito cru no início e eu precisava de algo a  mais, algo... diferente.

Bom, desde o momento que eu soube que Susan perdia a mãe, já comecei a ficar desconfortável, não é um tema muito fácil para mim e como a personagem inicialmente se mostra insensível e bem materialista, só se importando com a herança (muito parecido com alguns acontecimentos da minha família), não criei o vínculo que eu precisava no começo da leitura. Quando Susan começa a se tornar uma pessoa melhor, eu simplesmente disse: 'ok, pelo menos ela não termina o livro sendo completamente babaca'. (Ah, um adendo importante, não é que eu ache que o irmão merecesse ficar na casa, mas se você se colocar no lugar de uma mãe, é normal a atitude que ela teve, em deixar o filho com um lugar seguro para viver.). Mas foi só. Não deu aquela sensação de quentinho, aquela emoção de que a jornada estava valendo a pena, sabe? Não me conectei.

Os personagens secundários foram outro problema para mim, porque eu não gostava de ninguém! KKKKKK Minha mãe disse que eu li o livro no momento errado e talvez seja exatamente isso, agora estou descarregando minhas frustrações nessa resenha. kkkk Mas quem nunca passou por isso? Eu o li num momento que não consegui me identificar e simplesmente estraguei tudo. 


Uma das resenhas que gostaria de compartilhar com vocês sobre esse livro, é a da Sil, pois ela gostou da obra e acho que pode ser uma esperança para você leitor(a) que deseja se aventurar nas páginas desse romance: Resenha Blog Prefácio

E para quem não sabe, teremos uma adaptação pela Netflix em breve! Tanto a produção do filme quanto a interpretação de Susan está nas mãos da nossa querida Reese Whiterspoon e com certeza vou querer conferir. Acho que parte da minha antipatia pode ser desfeita e torço muito para que o lançamento seja logo logo!

Agora, me conte, vocês já colocaram altas expectativas num livro e se decepcionaram? Ou já leram algum livro num momento errado? Deixem seus comentários!

Minha Classificação: ♥ ♥  (2/5) - Regular.

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Oi Alê!
    Sim, quase já tenho medo de ter muitas expectativas sobre um livro, porque às vezes a desilusão é grande... e acredito que se não esperasse nada dele, teria gostado muito mais, não sei se já sentiu isso? Aconteceu-me com o livro «O Homem em Busca de um Sentido».
    Mas também já me aconteceu ler um livro e não gostar muito porque não era o livro que precisava de ler naquele momento, e depois quando fui reler fiquei surpreendida de não ter gostado mais... Espero que goste mais do filme ;)
    Boas leituras e beijinhos
    https://escritosdemartasousa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Alessandra!

    Gosto da sua maneira solta e leve de escrever e de nos contar o que sentiu quando leu o livro "Susan não quer saber de amor", cuja autora só conheço de nome.
    As histórias lidas nos livros espelham sempre realidades e acredita que há algumas "Susan(s)" por esse mundo fora e até na nossa família.
    Eu sou professora de Português de alunos pré-universitários e já li muitos livros, como calculas, mas adoro escrever.
    Na adolescência li muitos clássicos portugueses e estrangeiros, como Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Júlio Dinis, Emily Bronte, Charlotte Bronte, Dumas pai, Dumas filho, etc.
    Houve livros que adorei, outros que pouco ou nada me agradaram, mas acho que li sempre no momento certo. Lembro-me que quando tinha 15 anos, li um romance erótico com descrições de fazer corar um santo, mas li e fiquei conhecendo um pouco da vida, que eu julgava não existir.
    Aconselho a que voltes a ler o livro ou então vês a adaptação na Netflix e depois já podes tirar tuas conclusões.

    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Eu só conhecia o livro por algumas resenhas, e muita foram bem positivas, por sinal. Eu ainda não li, mas tenho vontade. Ah, e concordo com sua mãe, talvez essa não era a hora certa de você ler esse livro, haha. Já aconteceu comigo algumas vezes e é horrível, te entendo, perfeitamente. E não sabia que a Reese iria interpretar a protagonista. Fiquei curiosa agora e doida para ver o filme, haha.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  4. Oi Alessandra, tudo bem?
    Uma pena o livro não ter sido tudo que você esperava, ainda assim deu para perceber que a trama é interessante, então torço para que ​a adaptação lhe agrade mais.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ale.
    Acho que sua mãe está certíssima, as vezes, acontece isso mesmo de ler um livro na época errada ou simplesmente endeusar o livro com altas expectativas e depois quebrar a cara e, é claro, já aconteceu comigo várias vezes.
    Quero muito ler esse livro, a premissa dele me atrai muito, porém, já é a terceira resenha negativa que leio, então, vou tentar ler sem expectativa.

    Beeeijos

    https://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. OIe Ale!!!
    Poxa, que pena que a experiencia de leitura não foi lá essas coisas :(
    As vezes pode ser o momento da leitura mesmo, ou a alta expectativa, talvez? Eu comprei ele, como vc bem sabe induzi vc a comprar na promoção kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    mas lerei com expectativa mais baixa, a gentequer quentinho!!

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  7. Oi Ale! Este livro está na minha lista de próximas leituras e estou bem curiosa sobre a história. Uma pena não ter sido o esperado por você, mas quem sabe em um momento futuro você possa reler e ver com outros olhos. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ale.
    Que pena que o livro não funcionou para você. Eu particularmente me identifiquei muito com a personalidade dela, já que sou muito parecida hehe. Mas acontece mesmo da gente ler em um momento errado. Eu até hoje acho que li ACEDE em uma hora ruim já que estava passando por um problema médico e acabou que não gostei do livro. mas cada um tem um gosto e ninguém é obrigado a gostar das mesmas coisa hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. aaaa eu quero muito ler esse livro, mas sempre fico achando que não é a hora. Que pena que a leitura não funcionou tão bem para você, talvez uma releitura em outro momento seja bom.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu não conheço esse livro, fiquei frustrada por você sabia? Ahaha
    Muitoooo ruim ler um livro e não se identificar com ele. Espero que na série, você tem uma melhor surpresa.

    Beijo
    https://blogdathaiara.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Ale,
    eu li esse livro pouco tempo antes de ser anunciado o lançamento aqui no Brasil, por ter sido uma escolha do clube do livro da Reese, que já me rendeu leituras maravilhosas, mas concordo totalmente com você!
    Não consegui me conectar, achei a escrita e a trajetória dela um pouco travada e mais mesquinha do que achei que encontraria :(
    Beijos, Fantasma Literário

    ResponderExcluir
  12. Nossa, no começo eu só sabia rir da Susan e sua mania de grandeza kkkk rir de vergonha alheia isso sim, mas eu gostei da jornada dela, ainda mais depois que a gente conhece sua história
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  13. Oi Ale,

    Que pena que o livro não funcionou para você. Eu vi poucas resenhas dele, a maioria positivas e por isso estou curiosa para ler, ainda mais agora que sei que teremos uma adaptação.

    Bjs
    https://diariodoslivrosblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi
    esse livro está muito hypado atualmente, confesso que a sinopse dele não consegue chamar minha atenção, uma pena que não conseguiu se conectar com a personagem e isso acaba atrapalhando um pouco da experiência de leitura.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oooi, Ale! Eu adoro demais sua sinceridade kkkk
    Às vezes acho que é isso mesmo, nem sempre determinado livro funciona pra gente ou pq não funciona mesmo ou pq não lemos no momento certo. Quando a gente não se conecta com nenhum dos personagens acho que fica impossível algo fluir.
    Me decepcionei recentemente com o livro ''Entre a culpa e o desejo'', acho que você conhece kkkk achei tão chatinho. Outro que não li pq embora esteja lá em alta, acho que talvez eu não vá curtir tanto o tipo de escrita, que é ''Os sete maridos de Evelyn Hugo''... ainda tô pensando se leio ele.

    Beeeijos,
    Dear Masen

    ResponderExcluir
  16. Oi Ale, tudo bem?
    Poxa, que pena que o livro não funcionou, mas sinceramente entendi 100% seus pontos. Eu também tenho dificuldade de gostar do livro quando os personagens me irritam e não me conecto a eles hahaha!
    Acho que vou deixar pra conferir a série, viu? Confio muito nas adaptações da Reese.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  17. Oi, Ale!
    Quem nunca leu um livro na hora errada, né? Acontece com todo mundo pelo menos uma vez haha.
    Pela sua resenha também não sei se iria curtir tanto assim... Eu gosto de protagonistas reais, com defeitos, mas materialistas e insensíveis não dá né...
    Vou ler a resenha da Sil também, e deixar a indicação salva porque a Reese recomendou e quero ver a adaptação dela haha.
    Amei a resenha sincerona!

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  18. Oi, querida amiga!

    Passando por cá para saber de você e se já haveria alguma resposta ao meu comentário. Não sei se vc responde ou não aos comentários, isso é uma verdade, mas como conheço pouco seu blog, vim espreitar.
    Se desejar, gostaria que visitasse meu blog. Obrigada!

    Beijinhos e saúde.

    ResponderExcluir
  19. Ai, quando a gente pega antipatia logo no começo por algum personagem, não tem jeito. Eu sou assim também e acabei de passar por uma experiência parecida com um livro do Nabokov (vou resenhá-lo em breve lá no blog) e sofri muuuuito com a leitura. :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Oi, Alê!
    é tão ruim quando a gente não se conecta com a personagem, não?
    Eu entendo a sua dor! hehehe

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
  21. Olá Ale,
    É tão triste quando temos altas expectativas sobre uma leitura e ela não nos agrada quanto esperávamos. Não sei se minha opinião seria exatamente diferente sobre o livro, que inclusive eu nem conhecia, mas quando não há a conexão eu acabo sempre decepcionada.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Alessandra,
    Na verdade tenho visto muitas resenhas ruins sobre esse livro, até já desanimei em ler. Tenho leituras melhores me esperando ^^
    Então não fiquei muito chateada com isso, as vezes acontece...
    Bjos
    Kelen Vasconcelos
    https://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Lançamentos Agosto/2022