terça-feira, 12 de março de 2019

Série: The Umbrella Academy

Olá amores,


No final de semana do carnaval, o bloquinho Netflix passou aqui em casa e a maratona especial foi de "The Umbrella Academy", uma série que eu (particularmente) não daria nada, mas que me prendeu no sofá!!!


Quando crianças, eles eram considerados super-heróis, mas agora, muitos anos depois, cada um seguiu seu rumo. Estamos falando de 7 crianças que nasceram no mesmo dia e foram adotadas por um milionário excêntrico. Cada uma, descobriu ter um poder especial, menos a número 7 que vivi isolada até hoje. 


Como vocês devem ter percebido, estou meio desanimada de assistir séries de super-heróis, porém decidi me aventurar nesta pelos elogios que venho tendo de alguns amigos. E não me arrependi. Eles até podem tentar salvar o mundo do apocalipse, só que não vejo a série como aquelas outras que colocam situações absurdas e um homem com lycra no comando. Aqui o poder de cada um é discutido sim, mas também tem toda a questão familiar e o quanto as responsabilidades atribuídas as crianças as afetaram. É como ver o futuro de um super herói aposentado, sabe? Nem tudo são flores e glória por salvar vidas! Até porque, é preciso lembrar que eles mesmos são seres vivos com sentimentos e desejos (não sei se posso classificá-los como seres humanos, rs) 

Cada irmão tem seu próprio destino e também seus próprios problemas pessoais, o pai (o tal milionário chamado Sir Reginald Hargreeves) não era um exemplo de amor para as crianças e daí todos crescem com questões a resolver. Basicamente, todos precisam de terapia, mas é inegável que alguns são melhores do que outros quando se trata de plots. Klaus (o número 4) é sem dúvida o melhor irmão! Ele traz um toque de humor para a família e se mostra bem poderoso com seu dom de ver/falar com espíritos. Luther e Diego (número 1 e 2, respectivamente) são dois chatos arrogantes e que só fazem titica, a sorte é que Diego melhora e o azar é que Luther piora, rs. Já Allison (a número 3) se mostra mais preocupada com a filha que mora com o ex marido e com a irmã Vanya (a número 7) do que em lutar para o mundo não acabar, rs.


Acredito que a série tenha feito mais barulho por contar com Ellen Page no elenco, ela é a número 7, a excluída do grupo. Logo nos primeiros episódios, a vemos tímida, sem muito espaço, só que quando a história avança, percebemos o motivo dela estar ali. Ela assume um protagonismo e atua como tal. Destaque também para os efeitos especiais que a personagem exige nos episódios finais, foi tudo muito bem executado! Além da presença de Pogo que foi sensacional. Apesar que não apenas os efeitos especiais merecem elogios, acho que produção como um todo foi muito feliz aqui. Gostei demais do cuidado que tiveram para o enquadramento do personagem Luther, sempre percebemos sua 'grandeza' e 'desproporção' graças aos jogos de câmera.

Os vilões são Hazel e Cha-Cha, para quem desconfia que os conhece de algum lugar, digo que sim: Hazel é interpretado por Cameron Britton, o Edmund Kemper de Mindhunter que tanto elogiei aqui. E Cha-Cha é a cantora Mary J Blige. Ambos trabalham para A Organização, cuja diretora é Kate Walsh, a Addison de Grey's Anatomy, rs. 


Para quem busca uma série leve e divertida, talvez essa não seja recomendável. De início pode até te enganar, mas ela evolui muito, mostra-se extremamente inteligente pelas reviravoltas na linha do tempo e consegue impactar com cenas de violência e sangue. Não chega a ter grandes plot-twists porque você consegue adivinhar o rumo da história, mas isso não a faz perder o brilho. 

Como pontos negativos, tenho dois. O primeiro seria que os primeiros episódios são muito longos e até se tornam arrastados, porém felizmente encontra-se um ritmo (acredito que o enredo em si é uma crescente e por isso não vou deixar isso afetar negativamente na nota da série). E o segundo ponto é que faltou a presença policial na série. Alguns personagens desaparecem, outros morrem e tudo fica por isso mesmo, sabe? Nada é muito desenvolvido quando se trata de justiça legal.

AH!!! Outra coisa maravilhosa na série é a trilha sonora! Temos muitas cenas em que as músicas tornam-se as grandes responsáveis por nos inserir nas cenas. Detalhe que logo na primeira cena temos O Fantasma da Ópera nos violinos. De arrepiar!!!

Sendo uma adaptação de quadrinhos, "The Umbrella Academy" traz um desfecho totalmente aberto e esperançoso. Uma série para se maratonar e esperar ansiosa pela sequência que não tem motivos para não acontecer, já que agora a obra tornou-se uma das campeãs de audiência da Netflix, superando até mesmo Stranger Things


Agora, me conta. Você já assistiu? Gostou da dica de hoje? Deixem seus comentários!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhosa!

- Alessandra Salvia

25 comentários:

  1. Oiiiii,
    Que série!!!! Confesso que os primeiros episódios se arrastaram, mas depois? Nossa!!!
    Concordo com você que quem se destaca na série é o Klaus. Luther é muito bobão, kkkk.
    Adorei a série e estou torcendo para renovarem para a segunda temporada.
    Bjos
    Mamaci

    ResponderExcluir
  2. Oi Ale, tudo bem?
    Estou louca para assistir essa série, só vejo comentários positivos e estou super empolgada para começar! Ótima resenha, me animou ainda mais!

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  3. Oi Ale, td bem?
    Fiquei supresa qnd falaram que superou a audiência de Stranger Things!
    Ainda não consegui ver, mas quero muito!
    Tbm sou desanimada com séries de super heróis, mas acho q tbm vou gostar dessa!
    Bjs
    http:?//acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela pode te surpreender, Carol, porque não é como as outras.

      Excluir
  4. Oi ale,

    Eu tenho visto bastante elogios sobre essa série e estou curiosa para conhecer, mas é tanta série no momento que está difícil hahaha.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ale!
    Menina, eu estou maratonando e amando também. Espero que tenha uma segunda temporada logo.
    E diferente de muita gente, o que me deu vontade de ver a série nem foi a Ellen, mas sim o Tom Hopper (Número 1). Já conhecia seu trabalho de outra série.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi Ale!Eu sempre gosto de ver adaptações de quadrinhos e foi isso que me motivou a assistir, nem tinha conferido o elenco. Eu fui surpreendida de maneira positiva e amei esse negócio. O Klaus e o cinco foram meus preferidos, mas gostei dos outros irmãos, menos da senhorita doida do Apocalipse.Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi Ale!
    To ouvindo muito falarem dessa série e ela parece ser bem legal e bem diferentona. Eu ainda não pensei em dar uma chance mas já deixei anotado depois de tanta resenha positiva.
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ale! Tudo bom?
    A Bianca tá me puxando as duas orelhas pra assistir logo essa série :v UHUHASUHASUHASUHASUH tô começando a me recuperar nessa vida de seriadora, espero conseguir ver logo! Parece ser do tipo que eu vou surtar bastante.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ale.
    Eu assisti como quem não quer nada e acabei gostando bastante. Agora estou ansiosa para saber o que acontece porque terminou de um jeito de deixar a gente doido hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Menina, olha a coincidência: eu tb maratonei essa série no carnaval, hehe. Tb achei o começo arrastado, mas o fato é que não consegui parar de assistir. E concordo que todo mundo ali precisa de terapia, G-zuiz, kkkkkk.
    Klaus realmente é o melhor, com seu senso de humor peculiar, que consegui deixar a coisa leve, mesmo nas situações mais pesadas.
    O final me deixou com a sensação de que a segunda temporada tem potencial para ser ainda melhor que a primeira. E em relação aos pontos negativos, pra mim foram duas perguntas que ficaram em aberto: a verdadeira história do pai (de onde ele veio e tudo mais, ainda mais depois DAQUELA cena) e como mais detalhes sobre a morte de Ben. Aguardando ansiosamente pela próxima temporada, hehe!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alê

    Eu coloquei a série na minha lista essa semana. Quando vi o trailer não tive muita vontade de ver não, confesso, mas com tanta opinião positiva não tem como não ficar ao menos curiosa.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Igual a mim, Tami. O trailler não me animou tanto. Foi uma feliz surpresa.

      Excluir
  12. Alê,
    Eu não assisti, mas pela animação e pela critica positiva eu fiquei com vontade hehehehe
    me falta coragem no momento??Quero ver pelo menos o piloto.... MAS AAAAA QUANTAS SÉRIES!!!
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah muitas séries que só atrasam nossa leitura hahahaha

      Excluir
  13. Oi Ale, tudo bem?
    Tenho visto muita gente falando sobre a série, mas ainda não tinha parado para ler do que se trata. Sinceramente não despertou muito minha curiosidade para acompanhar não...

    Abraço;
    Mente Hipercriativa
    FanPage Mente Hipercriativa

    ResponderExcluir