Série: Fúria Sombria

Olá amores, tudo bom?

O lançamento de Fúria Sombria, o livro 5 da série Hades Hangmen, escrito por Tillie Cole e publicado no Brasil pela Editora The Gift Box foi há alguns meses e eu ainda não consegui fazer a resenha para vocês simplesmente por estar perplexa demais com alguns caminhos escolhidos pela autora. É, é um dark, eu tinha ciência disso, mas com certeza estamos entrando em outro nível aqui...


Não, pessoal. O livro não é romantizado, estou falando por ter cenas ainda mais cruas e sentimentos mais conflitantes. Principalmente por este ser o livro protagonizado por Phebe (irmã da Lilah, que viveu na comuna com o Profeta como 'Chefe das Irmãs Sagradas') e AK (melhor amigo de Flame e Viking, integrante do psycho trio, Sargento de Armas dos Hades Hangmen). Não vou dar spoilers sobre o que te espera aqui, basta vocês saberem que o grupo de mc's está com sede de vingança e fará o que for necessário para resgatar Phebe de seu novo cativeiro

Pois é, Phebe é uma das garotas que mais sofrem nessa série. Treinada para seduzir em nome da fé, agora ela se encontra presa com Meister, líder da Irmandade Ariana. Ou seja, teremos um grande conflito racial e cultural começando. E acho importante dizer que se inicia aqui, porque na verdade, por mais que exista esse plot, o livro na verdade é um romance com grande destaque para traumas pessoais, abusos, segundas chances e perdão, principalmente, em relação a si mesmo

Mas antes de eu ficar falando sobre o quanto eu sofri com essa leitura, se você ainda não conhecea série, abaixo, deixarei todos os links das minhas resenhas anteriores:


Agora, vamos falar um pouco da montanha russa de sentimentos que foi essa leitura. Bom, não é surpresa que eu não consegui parar de ler enquanto não cheguei ao seu desfecho. Os personagens são muito bem construídos e tem uma química impecável. Eu assumo que nunca fui uma das meiores fãs da Phebe, mas toda sua trajetória, todos os seus motivos e ainda mais depois de sua história vir logo na sequência da história do Rider, senti que estava no momento certo para entedê-la e apoiá-la

Por que estou dizendo isso? Porque finalmente eu entendi que as pessoas podem errar tentando acertar. As escolhas e atitudes de alguém podem sim ser justificadas pelas circunstâncias e ambiente no qual estão inseridos. Muitas vezes, o outro não tem consciencia da sua realidade ou do que é certo/errado (e vice-versa, tá? Isso também vale para nós mesmos). Toda história tem dois lados e Phebe conseguiu me dar cada soco no estômago... 

Eu adivinhei qual seria seu plot, mas não por ser previsível ou algo banal. É porque foi totalmente plausível para aquela situação. Eu senti a dor e o desespero. Eu senti a confusão, a culpa da personagem. Ela foi impulsiva e fez besteiras no decorrer da obra? Sim, fez, só que não tenho nem como julgá-la. Phebe se tornou uma das mocinhas mais bem desenvolvidas, já que também não foi o amor de AK que simplesmente a salvou de tudo. Phebe nos dá as consequencias de anos e anos de abuso e maus tratos. Nada é simples ou curado magicamente. Ter o AK para ajudá-la é fundamental, mas não o suficiente.


Falando em
AK, vamos conversar um pouco sobre nosso Sargento de Armas. Se você me disser que não balançou nem um segundo com esse moço, eu juro que te dou uns tapas. QUE HOMEM! Ele é sexy, protetor na medida certa, quebrado mas seguro perante aqueles que ama... Nossa! E sua pontaria? Não confio em quem não fica arrepiada quando AK acerta seu alvo. SIMPLES ASSIM. EU NÃO ACEITO. E olha que ele nem é meu favorito hein...

Meu favorito continua sendo o Flame e a perfeição desse moço não tem limites. Ele aparece sim aqui, tem até um destaquezinho já que sua relação com AK é muito forte e dando um pequeno spoiler: Flame narra DOIS capítulos de Fúria Sombria, ou seja, dá para matar um pouquinho a saudade enquanto My Maddie não chega por aqui... Porém, vamos voltar para AK... o passado se mistura ao presente e entendemos todo esse lado protetor e carinhoso que ele tem, mesmo sendo um Hades Hangmen. 


Outra coisa que quero destacar é a presença pequena e cativante de Ash. Nosso Lil'Ash. Ele roubou ainda mais meu coração e traz uma doçura tão única para a série... Não vejo a hora do meu menino crescer e ganhar o mundo! 

E parece que vocês já perceberam que é um livro perfeito, zero defeitos, certo? Contudo, ressalto que isso é para MIM!. Entendo e preciso dizer a todos para terem ATENÇÃO aos GATILHOS aqui: abuso sexual e psicológico, drogas e violência. Tenha consciência de seus limites e os repeite. Acho que a primeira parte da obra me impacta mais que o final, mas mesmo assim é importante deixar claro que a série Hades Hangmen é uma crescente e cada vez impacta quem a lê.

"Fúria Sombria" é o quinto livro da série e ainda assim, consegue tocar o coração do leitor de uma maneira única. Um casal intenso, entregue e acima de tudo que sabe amar. Não apenas um ao outro, mas a família, os amigos e é esse sentimento que floresce em nosso peito ao chegarmos ao final. Ah, preparem os lenços, ok? As lágrimas são garantidas!


Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - FAVORITO!

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Oi Ale,
    Adorei sua resenha que me deixou curiosa e com vontade de ler a série. Nunca li nada desta editora.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oie, lendo a sua resenha fiquei super empolgada, acho incrível o jeito que você põe as suas palavra, a gente fica ansioso e curioso, e, não dá pra parar de lê, é muito bom. Beijos flor

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ale
    Eu tenho o maior ranço dessa série desde aquela romantização absurda do primeiro livro. Infelizmente não tenho vontade de continuar, mas eu ainda quero ler outras obras da Tillie Cole.
    Beijo!
    https://capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não conheço esta saga, fiquei curiosa
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oie, fiquei bem curiosa, e a capa também é um tanto enigmática.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ale.
    Eu gosto muito dessa série e não vejo a hora de ler esse livro. As cenas são bem fortes mesmo, mas pelo menos os que li até agora não vi nada romantizado. Já li vários do gênero e dá para ver bem a diferença quando isso acontece.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Ale! Que bom a editora estar publicando a série com agilidade, é tão ruim ficar na eterna espera de um novo volume. E você segue amando, que ótimo. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Oi!

    Não sou muito chegada em livros de dark romance, mas eu tenho vontade de dar uma chance à essa série por conta da ambientação e dos plots secundários abordados.

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Alessandra, tudo bem?
    Ainda não conhecia a série, mas fiquei curiosa e com vontade de conhecer melhor os livros.

    *bye*
    Marla
    http://loucaporromances.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Ale, tudo bem?
    Nossa, tão bom quando um livro pega a gente desse jeito. Se for uma série então, melhor ainda. Achei bem interessante a premissa e gosto de livros intensos, mas pelos gatilhos que esse tem, prefiro me sentir um pouco mais estável primeiro antes de pensar em me aventurar. Um dia, quem sabe.

    Boa semana!
    Até mais;
    Mente Hipercriativa | Universo Invisível

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alê! Tudo bom?
    Que ótimo que a história é responsável e não romantiza nada! Eu não curto muito a leitura de dark romance, então mesmo com os motoqueiros deixaria passar - especialmente agora que pra ler romance só se eu quiser MUITO.
    Mas que ótimo que causou tanto no seu emocional! Adoro leitura assim.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Alê, é bem bacana não ser romantizado as questões mais pesadas e realmente parece um livro cheio de emoções, aliás todos dessa autora. preciso muito perder o medinho e conferir! rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Hello dear! I hope you are fine!
    Great post. Very inspiring and interesting. Great review. Unfortunately, I do not know this title but I would love to meet :)
    Have a good week!
    Greetings from Poland!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ale. Tudo bem?
    Essa série te pegou de jeito, né? Que bom que tem aproveitado a leitura, eu ainda preciso continuar com o resto da série quando tiver um tempo.

    Beijos, Vanessa
    Leia Pop

    ResponderExcluir
  15. Oi Ale, tudo bem?
    Já adianto que pela capa eu não pegaria nenhum dos livros para ler, mas amei a sua resenha e fui lá fuçar todas as resenhas anteriores hahahahah
    Fiquei bem curiosa, mas decidi anotar aqui e maratonar a série já que vi muitos pontos positivos aqui. Acho que é bem válido e vamos tirar pontos marcantes.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Amei a resenha! Uma amiga minha já leu e me indicou essa série, um dia quem sabe eu vou ler!
    Beijinhos
    www.cafecommands.com

    ResponderExcluir
  17. Essa capa já é suuuper dark, né? Não acompanho a série, mas imagino que esse tema de abusos e maus tratos seja bem difícil de tratar (e de ler também). Bacana a resenha Ale!

    ResponderExcluir
  18. Oiii,
    Eu li esse livro e te pergunto: QUE LIVRO FOI ESSE ???????
    Meu Deus!!!!
    Tillie Cole acabando comigo a cada livro lançado?!?!?!?!
    Amei sua resenha!
    Outra coisa FLAME É FLAME! Mas AK também conquistou um pedacinho do meu coração, kkkkk
    Bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Série: Madre Sólo Hay Dos - Temporada 2

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III