sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Words Challenge 2018 - John Smith

Olá amores!


Nesse Words, a Pam do Interrupted Dreamer me sugeriu ou o Rei Arthur ou Lancelot como inspiração. Confesso que foi bem difícil não me inspirar no meu livro favorito sobre essa temática que foi "Sonhos de Avalon" da minha querida Bianca Briones (se você ainda não conhece a obra, clique AQUI para ler a resenha completa), então ela me fez um favor e me deixou trocar pelo John Smith da Pocahontas. O que acham? Espero que gostem! Ah, e as palavras são as seguintes: medo, doce, lábios, verruga, dourado e importa.



Words Challenge 2018 - John Smith


"Invadir territórios até então inexplorados pode ser algo perigoso. Não sabemos o que iremos encontrar e nem quais serão as próximas instruções. Já vi muitos desastres naturais e massacres acontecerem por imprudência e arrogância do ser humano. Porém, o que eu não esperava era ser salvo por um desses povos que teriam tudo para nos odiar.

Foi com ela que aprendi o que é bondade, generosidade. Altruísmo. Abnegação. O medo que senti naquele dia em que quase fui morto se dissolve ao lembrar dos longos e brilhosos cabelos que emolduram os olhos negros e lábios avermelhados. Lábios tão doces quanto um doce de morango. Ela me deu esperanças e é por ela que estou aqui. 

Seja grato, John. Minha consciência sussurra nos meus ouvidos e é isso que conduz minha vida após conhecê-la. Gratidão e esperança de um mundo melhor, com mais respeito e paz. Eu continuo fazendo explorações, mas não porque gosto ou aprovo o estilo de vida. É por Pocahontas, pois com ela aprendi a respeitar o outro e que ser diferente não é algo negativo. O desconhecido pode assustar, mas não importa... Não mais. Hoje, vou proteger aqueles que não tem a coragem que a minha índia teve. 

Vejo um dos meus companheiros de viagem brigar por um material dourado de valor. A verruga em seu nariz o deixa mais assustador do que é. Dou um longo suspiro e penso o quão burro ele é por valorizar algo tão pequeno e ínfimo quanto ouro. Ele deveria conhecer o amor. Aí sim acredito que seria plenamente feliz, como um dia eu fui. Com ela. Com minha Pocahontas. Minha corajosa índia que um dia terei o prazer de rever."




E o que acharam? Deixem seus comentários e dicas para os próximos textos, vamos adorar saber!

- Alessandra Salvia

22 comentários:

  1. Oiiii,
    Mais um texto incrível!!!
    Você é ótima escritora, adoro seus textos. Continue a escrever e poste sempre.
    Bjos
    Mamaci

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ale.
    Que texto lindo demais. Até me emocionei com o paragrafo final. E se tem uma coisa que gosto nesse projeto é que você mostra uma faceta dos personagens que eu nunca imaginei ver. Parabéns por mais esse texto maravilhoso.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seus comentários sempre são muito relevantes e importantes para mim. Obrigada Sil!

      Excluir
  3. Boa noite Ale! Tudo bem?
    Adorei o words challenge desse mês, vc sempre manda muito bem!
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  4. Oi Ale, tudo bem?
    Adorei o texto e super imagino o John falando assim. <3
    Amo esse filme demais, mas a continuação, Pocahontas 2, me deixou traumatizada por arruinar esse casal maravilhoso. :(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oláá Ale! Tudo bem?
    Ahh que lindo!! Esta aí um personagem que adorei ler um pouco do lado dele.. não ia conseguir imaginar todas essas coisas! Me deu até vontade de rever o filme ^^
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ale, vc sempre arrasa!!! Sério, que texto lindo!
    Aguardando ansiosamente o próximo!
    Beijoss
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=k6vVqxqJmuU&feature=youtu.be

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ale! Tudo bom?
    Minha crush no John Smith já é enorme, ai tu me vem com um texto desses, coração num aguenta!
    Adorei <3 ficou muito sensível KJASNFUOASBOSGABUOASG

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ale!
    Acredita que eu não suporto Pocahontas? Por isso, não sei muito bem qual seria o jeito do John falar. Mas posso dizer que adorei o texto e fiquei toda derretida hahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vindo de alguém que não gosta da Pocahontas, fico feliz com o elogio.

      Excluir
  9. Oie Ale =)

    Depois de ler o seu texto sinto que preciso rever Pocahontas. Faz tanto tempo que assisti ao filme, que confesso que não me recordo direito da história.

    Porém seu texto, ficou tão singelo, doce e romântico que acredito que agora vou me emocionar mais com a história do que no passado.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  10. SOU TÃO APAIXONADA POR NOSSOS CHALLENGES, ALÊ!
    TENHO MUITO ORGULHO
    ESSE TEXTO
    AI
    JOHN

    ResponderExcluir