domingo, 22 de setembro de 2019

Livro: Vozes do Joelma - Os gritos que não foram ouvidos

Olá amores,

Marcando a centésima publicação da Faro Editorial, o lançamento "Vozes do Joelma - Os Gritos que não foram Ouvidos" vem para deixar os leitores arrepiados com diferentes histórias inspiradas em um terreno daqui de São Paulo considerado amaldiçoado.


Para quem ainda não sabe, o Joelma foi um edifício aqui em São Paulo que ficou famoso por ser um dos maiores desastres da cidade. Em 1974, o Joelma pegou fogo e deixou quase 200 mortos e mais de 300 feridos. Até hoje, existem relatos de assombrações e de que o local no qual foi construído já era palco de trajédias com a antiga família que morava ali. 

Sendo assim, para contar essa nova versão da história, "Vozes do Joelma" foi escrito por 5 autores (Marcos DeBrito, Rodrigo de Oliveira, Marcus Barcelos e Victor Bonini) com a apresentação de Tiago Toy. E para melhor análise, vou dividir a resenha de acordo com a escrita desses mestres do terror, porque só para adiantar digo: é um livro que te deixa incomodado, sem dormir e com aquele arrepio na espinha. 



Apresentação de Tiago Toy:
Mesmo com pouco tempo para finalizar sua parte, Toy mostrou que tem um talento nato para narrar histórias obscuras. Seu vocabulário mais rebuscado, faz o leitor ler sem piscar, pois é como se algo de outro mundo estivesse apresentando sua versão dos fatos. Eu, particularmente, não conhecia o autor por não ler tantos livros de terror, porém foi uma bela surpresa, pois tanto sua entrada quanto sua finalização deu um brilho a mais em todo a obra. Pareceu que sua parte foi escrita de maneira interligada mesmo!

"Os Mortos Não Perdoam" - Marcos DeBrito:
Responsável pelo primeiro conto, DeBrito escreveu sobre o terreno e os assassinatos que ali ocorreram. Confesso para vocês que se eu não soubesse o final do personagem Pablo eu ficaria ainda mais chocada. Então, recomendo que você não busque muitas informações sobre o livro em si. Leia e se entregue as emoções que os autores te propõem. Aqui, os mortos pedem justiça e vemos um homem à beira do abismo. E claro que com a escrita envolvente do autor, você nem vê que chegou ao final da história.

"Não Deixem Queimar" - Rodrigo de Oliveira:
Se tem um conto que é fácil de ler, é este. E o mais legal: nos surpreende. Eu me tornei fã da escrita do Rodrigo e isso é inegável, porém vou elogiar mais, porque ele merece: as reviravoltas que ele faz são incríveis. Os personagens são mais gente como a gente e ver o desespero das pessoas a cada cena, nos deixam sem fôlego. Nesse segundo conto, o foco é a alma do poço do elevador, mas também é onde vemos o início do fogo e a visão de quem realmente estava lá dentro, passando pelos traumas: do calor e dor do fogo sob a pele. Envolvente e emocionante!

"Os Treze" - Marcus Barcelos:
Acho que de todos, esse talvez seja o conto mais humano, pois a sensibilidade do protagonista Amilton perante toda a trajédia é muito palpável e para mim, é o conto que mais poderia ser verdade. Baseando-se na história das trezes almas dentro do elevador que morreram (e nunca foram reconhecidas), Barcelos nos conta de uma maneira muito delicada a visão de quem perdeu amigos e familares no incêndio e que até hoje não tiveram uma resposta sobre o destino dessas pessoas. Considero o conto mais difícil de ser lido, não porque é confuso ou cansativo e sim pela carga dramática. Destaque para o final da história que também surpreende bastante! Um dos meus contos favoritos desse livro, com certeza! Impressionante.

"O Homem na Escada" - Victor Bonini:
Fugindo mais da realidade, Bonini nos conta uma história de como o Joelma estaria se ao invés de voltar a ser um prédio comercial, ele tivesse sido tomado por ocupação ilegal, destino comum dentre os vários prédios abandonados em SP. E se você já conhece o autor, assim como eu, sabe que ele não está em sua zona de conforto, escrever o sobrenatural não faz parte de seu repertório, porém digo que ele conseguiu manter o nível dos contos anteriores com uma história envolvente e tipica da cidade. Essa seria a história que mais te deixaria no suspensa, sobre o que é real ou não. 



Desta forma, acho que consegui passar por todos os caminhos do "Vozes do Joelma" sem dar spoilers e ao mesmo tempo tentando mostrar-lhes o quanto esse livro me impactou. Parabéns a Faro Editorial pelos 100 livros publicados, parabéns por mais uma edição maravilhosa, mas também quero dizer obrigada por unir tantos talentos e por acreditar na nossa literatura ♥

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

36 comentários:

  1. Oi, Alessandra como vai? Estou namorando esse livro, gosto de obras de contos de um modo geral. Depois de ler sua resenha, tive a certeza de que preciso lê-lo. Excelente resenha, abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ale!
    Edifício Joelma só me lembra o Linha Direta Justiça haahhaha
    Até outro dia não sabia que se tratava de um livro de contos. Fiquei bem interessada porque tem uns autores ali que tenho vontade de conhecer o trabalho.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. Participe!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ale
    Acho legal quando os autores se reúnem para fazer esse tipo de trabalho. Infelizmente é uma combinação que eu geralmente não curto. Não gosto de antologia e muito menos terror kkkk mas anotei a dica!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que também não curto muito, mas este deu certo, rs.

      Excluir
  4. Oi Ale! Recebi o livro semana passada e estou ansiosa para ler, tanto pela história ser ambientada em um local real, como por ter reunido quatro ótimos autores.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi Ale
    Eu pensei quando soube desse livro que fosse formado por relatos de quem estava lá no dia do incêndio.Estava enganada hehe

    É um assunto que eu acho interessante ,mas que tenho um pouco de medo também.

    Beijos


    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ale! Eu tenho algumas lembranças de ter ouvido falar nesse incêndio, mas não sabia que o livro se tratava disso! Achei super interessante e só aumentou a minha vontade de lê-lo!

    Boa semana!
    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  7. Oi Ale, tudo bem?
    Desde criança que a história desse edifício e do assassinato que aconteceu antes dele ser construído me apavoram e chamam a minha atenção. Não conhecia esse livro, mas já fiquei curiosa para ler. Vai para minha lista com certeza!

    Até mais;
    |Mente Hipercriativa (Blog) | Mente Hipercriativa (Fanpage)|

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alê ;)
    Eu tô muito interessada nesse livro, ainda não tive oportunidade de solicitar com a editora porque tô atolada de leituras atrasadas, mas ele tá na minha lista!
    Que bom que você gostou. Eu já conheço alguns autores da lista, isso me deixou bem empolgada!

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  9. Oi Ale,

    Eu sou bem sincera, eu não curto livros de terror, mas quando a Faro anunciou esse livro fiquei mega curiosa para ler, mesmo fugindo da minha zona de conforto. Mas fui deixando passar... só que acabei ganhando o sorteio da Sil do Blog Prefácio e adivinha? Ganhei esse livro rs.
    Então acho que tudo está andando para eu ler essa história.


    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não curto, mas tive que me arriscar. Não me arrependi!

      Excluir
  10. Oi
    que bom que adorou a leitura, os autores parecem ter realmente conseguido chamar a atenção em seus contos, já vi algumas reportagens na tv sobre esse incêndio.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Ale, tudo bem?
    Eu juraaava que esse livro fosse baseado em memórias e fatos reais.
    Quando soube que era ficção mais voltada para esse lado assustador, confesso que fiquei surpresa mas também muito curiosa.
    Adorei a dica!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha Alê. Tudo relacionado ao Edifício Joelma é de teor bem pesado e imagino que os contos sejam realmente horripilantes. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  13. Conheci a história do edifício há alguns anos pela internet e fiquei bem chocada e curiosa quando vi esse livro sendo apresentado como lançamento, principalmente porque de primeira eu pensei que fosse ser apenas um livro falando sobre o acidente e suas causas, algo mais documental mesmo. Então imagina a minha surpresa quando vi que estava enganada e que era um livro de contos? Dessa forma, a leitora em mim, fanática por terror ficou mais do que interessada. Será que eu iria gostar tanto como você e ficar com medinho? Tomara, porque aí é sinal de que a leitura valeu a pena, né?rs

    Abraço,
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  14. Olá...
    Ainda não conhecia esse livro, mas, fiquei bem interessada na leitura... Parece ser um livro bem intenso...
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Uau, não conhecia a história do edifício Joelma, fiquei super curiosa para conhecer esse livro, mesmo ele sendo uma ficção do acontecido! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, Ale!
    Apesar de não gostar nada de terror, confesso que estou louca para comprar esse livro só pelo Bonini <3 hahaha Não sei se vou conseguir ler, mas quero dar uma chance, afinal todos os contos parecem ter sido muito bem escritos!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o que aconteceu comigo e me surpreendi com o todo, Mari!

      Excluir
  17. Olá, Ale.
    Eu amei esse livro. Já até trocamos impressões sobre ele hehe. Queria muito que mais editoras fizessem isso de juntar seus autores em um mesmo livro com histórias interligadas. Ficou show. E ainda deu para ver o talento dos autores porque você escrever uma história somente sua é uma coisa, mas ter que focar no tema e ainda fazer uma ligação com outras histórias é bem mais dificil. É tipo você nos desafios do Words Challenge hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  18. Oiiii,
    Preciso ler urgentemente esse livro!!!
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa, lkkk.
    Lembro da época do incêndio e confesso que não conhecia a história do terreno antes de ser construído o edifício.
    Obrigada por mais uma dica!
    Bjos
    Mamaci

    ResponderExcluir