Livro: Todas as Suas (Im)Perfeições

Olá amores,

Estão bem? Hoje, trouxe um dos meus livros favoritos de 2019 que foi lido bem no finalzinho do ano: "Todas as Suas (Im)Perfeições" da Colleen Hoover publicado pela Galera Record.


Logo de início, preciso fazer uma observação em relação a temática central do livro sem spoilers: o livro foi lançado pela Galera Record, o selo jovem do Grupo Editorial Record, só que o livro não é uma temática jovem. Falo por experiência própria, se eu tivesse lido aos 15 anos, não estaria tão impactada como estou hoje, aos 28. E parte da beleza da obra, é você ler no escuro, viu? O que você precisa saber é: Quinn e Graham se conheceram quando os respectivos noivos os traíram e agora são marido e mulher passando por adversidades para formarem uma família.

Acredito que esse seja o livro mais 'calmo' da Colleen. Quem já leu algo da autora, sabe que ela usa grandes reviravoltas para impactar o leitor, porém aqui tudo é linear e ela utiliza o diálogo e a reflexão pessoal como artifício central para prender o leitor, e isso não deixa o texto ser menos emocionante ou bonito! NÃO. O drama é intenso, como de costume e a maneira sincera de nos contar o que cada um dos personagens vive é o ponto chave. A honestidade de Quinn em seus desabafos destrói. O amor reprimido de Graham nos dá esperanças. 


"Se você iluminar todas as suas imperfeições, todas as suas qualidades ficarão na sombra" 


A narrativa não cansa, mesmo com a história sendo contada a flor da pele e finalmente chegou o dia em que digo: é impossível escolher apenas uma obra da Colleen como favorita. Essa mulher é MARAVILHOSA, escreve histórias incríveis, que me deixam arrepiada, descabelada e emocionada. O mundo precisa conhecê-la. Mas, digo com sinceridade: esse livro é para poucos. A carga emocional só será sentida quando você estiver em uma determinada fase da sua vida, pois já vi sim pessoas dizendo que Quinn é chata, Graham é um bobão por continuar ali mesmo sendo tratado da maneira errada... E até dou razão, pois nada justifica esses fatos, super concordo que Quinn poderia ter agido diferente, porém o que podemos fazer se cada um reage de uma maneira frente aos problemas? Quinn precisava de ajuda e grande parte dessa jornada, é para nos mostrar isso: precisamos ter empatia, precisamos nos colocar no lugar do outro.

Ai pessoas, e como me coloquei no lugar de Quinn... Acho que como estou tomando a consciência de que nem tudo na minha vida sairá como o planejado, eu entendo a protagonista. De maneiras e por motivos diferentes, a frustação aparece. A diferença talvez, seja que Quinn não viu as outras oportunidades que a estavam esperando. É uma bela história sobre o poder do amor e sobre como podemos reformular nossas metas e desejos em função da nossa realidade. Nem tudo será possível, mas novas oportunidades surgirão, basta estarmos dispostos a abrir os olhos e valorizar o que temos. 


Desejo que essa resenha seja um alerta para quem a ler, sobre o quanto talvez você tenha sorte em ter aquela pessoa especial em sua vida, ou talvez, em como sua família a apoia, ou não. Você pode estar triste ou frustrado por não estar casada(o) ou por estar desempregada (o). E está tudo bem. Respire fundo, viva e sinta o que estiver em seu coração. No final do dia simplesmente agradeça quem permanece contigo e recomece. Novos caminhos aparecerão para aqueles que os procurarem.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Favorito!

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Oi Tudo bem? Ainda nao tive a oportunidade de ler nenhum livro dessa autora mas quero conhecer a escrita dela o quantos antes
    So vejo elogios a sua obra
    Por tudo de bom que leio dela acho que vou gostar de qualquer livro que for adquirir
    Gostei da forma que voce resenhou o livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é uma das minhas autoras faviritas, então indico qualquer livro dela de olhos fechados! rs

      Excluir
  2. Oi, Alesssndra como vai? Esse livro é um dos melhores da Colleen Hoover, embora seje difícilimo para este que vos escreve escolher um livro "preferido" dessa autora extraordinária. Adorei sua resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Alê,
    Apesar de opinião controversas sobre as obras da autora, tenho muita vontade em conhecer a escrita dela.
    O assunto desse me soa muito atual e certamente irei me identificar.


    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou suspeita, ela é uma das minhas favoritas, Nana... rs.

      Excluir
  4. Oi
    esse chama a minha atenção, legal que considera o mais calmo do autora, mais impactante, eu gosto da escrita dela, porém li poucos livros, parece realmente ser uma boa leitura e que bom que gostou.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim, foi uma bomba atrás da outra em questão de diálogos e reflexões.

      Excluir
  5. Oi, Ale!
    Também li esse livro no fim do ano passado e gostei bastante, mas não acho que seja o mais calmo da Colleen não...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que tudo depende do momento em que você está quando lê.

      Excluir
  6. Oi Ale,

    Chorei. Parecia que vocês estava conversando comigo depois de eu contar como andei me sentindo por muito tempo. Acho que se eu ler o livro hoje irei chorar litros. Até fiquei com medo.

    Beijos

    https://tear-de-informacoes.blogspot.com/2020/01/dica-de-filme-dois-papas.html

    ResponderExcluir
  7. Oi, Alê! Tudo bom?
    Eu tenho meus problemas com a COHO por causa de outros títulos. Tentei ler esse e acabei não gostando da narrativa (pelo menos aqui o problema foi esse e não romance abusivo, amém). Meu santo e o dela não batem mesmo, desisti de vez UHASUHASUHASUHASUH

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena... Engraçado como cada um tem uma visão diferente de cada obra.

      Excluir
  8. Oi Ale! li faz poucos dias e gostei mais do que esperava, eu achei que a temática fosse me afastar, mas a história de amor dos dois foi mais forte do que o aspecto da obra que me causou incomodo. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ale! Eu adoro as obras da Coho, e quero muito ler esse livro, mas estou me controlando um pouco porque li recentemente outro da autora e quero dar um tempo. As obras dela sempre me deixam abalada, e eu fico muito fragilizada emocionalmente, de um jeito bom.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo! Ela precisa ser lida em doses homeopáticas mesmo.

      Excluir
  10. Olá...
    Eu AMOOOOO os livros da CoHo! Esse está na pilha de leitura para o próximo mês ;)
    Acho que o maior diferencial da autora é realmente criar histórias que faz com que o leitor se sinta no lugar dos personagens e eu amo isso! Suas obras sempre são carregadas de tantas emoções e tenho certeza que irei me emocionar muito com essa leitura ;)
    Concordo com você, não tem jeito de escolher livro favorito da CoHo... Todos são especiais á sua maneira.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente e fazem sentido de acordo com o momento em que lemos.

      Excluir
  11. Oi Ale, acredita que nunca li nada da autora?!
    Eu adorei sua resenha, você não disse muito, até porque disse que o melhor é ler no escuro né, super curti isso, porque geralmente eu não leio sinopses, é o tipo de livro que adoro!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos várias resenhas das obras dela aqui no blog, só escolher por onde começar! ;)

      Excluir
  12. Olá! Quero muito ler esse livro, acho que a história de alguma forma é impactante e trás muitas reflexões, o que é bom nas leituras.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie Alê!!
    Anotei no blogo de notas para comprá-lo!! Amei demais a sua resenha.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
  14. Nem preciso dizer que fiquei doida para comprar esse livro, né? Ele é do jeitinho que eu gosto! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  15. Aii meu Deus! Assim meu coração não aguenta!Eu amo essa autora e realmente concordo que não dá para escolher somente um livro dela. É sensacional, essas reviravoltas sempre abalam meus sentimentos de leitora!
    Quero muito ler esse livro. Está na minha lista de desejados.

    Passa lá no blog e confere as novidades!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você se encante com a obra, como me encantei!

      Excluir
  16. Olá, Ale.
    Acredito que esse livro fale de forma diferente com cada um. Eu como não tenho vontade de ser mãe só consegui ver uma mulher egoísta e fiquei com raiva com o que ela estava fazendo com o Graham. Mas dei uma nota alta porque só passando por algo parecido é que dá para entender o drama dela.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo seu posicionamento, acho que de certa maneira, por ter sonhado ser mãe, eu me sinto um pouco como a Quinn.

      Excluir
  17. Oii Ale, tudo bom?
    Eu nunca li nada da Collen Hoover, mas recentemente adquiri Um caso perdido e estou enrolando para ler por medo de me decepcionar.
    Eu vi muitas pessoas falando da intensidade desse livro e por ele conter alguns gatilhos. Algumas problematizaram bastante esse livro. E eu não vejo a hora de ler e tirar minhas próprias conclusões.
    Gostei muito de conferir as suas opiniões acerca do livro, me deixou ainda mais com vontade de ler.
    Beijos,
    https://blog-apaixonadaporpalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto bastante de Um Caso Perdido, não é meu favorito, mas o considero muito bom!

      Excluir
  18. Tão lindo, valeu cada lágrima!! Ps. Roubei sua foto!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filme: O Inferno de Gabriel - Parte I, II e III

Guia de Leitura Série Hades Hangmen

Filmes da Passionflix