Livro: Ivan

Olá amores, tudo bom?

Lembram das minhas primeiras impressões de Ivan? O livro finalmente chegou na Amazon e a Cinthia Freire novamente sabe como massacrar meu pobre coraçãozinho...


Para quem ainda não conhece a história, este é o segundo livro da série Carrossel de Sentidos. Aqui, saberemos a história de Ivan que é o melhor amigo de infância de Nuno (protagonista do livro 1) e Cindy, esta por quem ele nutre sentimentos muito intensos. Não que Cindy não o corresponda, ela também o ama de todo o coração, mas nem só de amor um relacionamento é construído. Ivan e Cindy possuem segredos e suas inseguranças os afastam cada vez mais. Entretanto, quando eles tomam um susto, com a possibilidade de perda a frente, será que eles conseguirão permanecer afastados?

Bom, se tem uma personagem cabeça dura é Cindy e se depender dela, a última coisa que ela admitirá serão suas fragilidades, o que de certa forma é isso que mais me impacta, já que não é segredo que eu nunca gostei muito dela. Não sei, algo me afastava da personagem desde o momento em que a conheci, no primeiro livro da série ("Nuno") e mesmo agora, lendo sua versão dos fatos, acho que foi um processo aceitá-la. Não sei se vocês verão como preconceito da minha parte, ter essa 'antipatia' inicial, talvez até seja, porque não achava que ela merecia meu menino Ivan, sabe? Mas com o tempo, Cindy soube me conquistar e acho que hoje a vejo como uma das personagens mais honestas da Cinthia. Honestas não no sentido de verdadeira, honesta no sentido de real. Ela erra, ela acerta, ela tem decisões que a levam para um caminho errado e sair desse caminho não é simples ou fácil. E é assim que entendi que ela é um ser humano como qualquer outro. Não concordo com suas escolhas e como ela age, mas ela as fez e agora precisa lidar com as consequências. E claro que, enquanto isso, Ivan também tem seus próprios 'demônios', eu como leitora, eu só queria protegê-lo. 

Vale dizer que não é um livro fácil de se ler, as temáticas são bem fortes e a autora sabe trabalhar o drama com uma narrativa densa e gradual. Porém, assim como em Nuno, acho que em alguns momentos o livro corre mais pelo romance e do que pelo drama dos personagens, o que pode gerar algum desconforto no leitor com cenas mais repetitivas e melosas. Se você busca mais romantismo e cenas açúcaradas, a obra é totalmente para você. No meu caso, acredito que alguns detalhes poderiam ser retirados para focarmos mais em resolver as problemáticas apresentadas, algo mais direto melhoria a fluídez. E aproveito para fazer até um alerta que se você tem gatilhos com abusos, depressão, transtornos alimentares e até mesmo violência, é importante ter cuidado. Algumas cenas são bem acentuadas e mesmo a obra tendo o objetivo de concientizar as pessoas, isso pode gerar crises em leitores mais sensíveis. Ler é bom? Sim, mas com responsabilidade fica ainda melhor.


"Ivan" é um romance dramático clássico! Que dói e também cura. Que nos mostra que o ser humano pode errar e ter uma segunda chance. Que existe o perdão e o recomeço. Que amar a si mesmo é tão importante quanto amar o próximo, e talvez, até mais importante, porque como oferecer o melhor ao outro quando estamos incompletos? 

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia



Comentários

  1. Oi, Alessandra. Como vai? Parece uma obra bastante dramática e marcante, não é mesmo? Que bom que tenha gostado. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ale.
    Eu vi muita gente elogiando ele no facebook. Mas não sei se leria. De um lado eu gosto de ter ais romance do que drama, mas de outro acho que vou passar raiva com essa protagonista. Mas vou deixar anotado porque sempre falo aqui que não vou ler e lá na frente acabo lendo hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi Ale! Estou mais na busca por romances fofos do que romances com carga dramática, mas ainda gostaria de conhecer as obras desta autora. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Oi Ale, tudo bem?
    Que bom que, no fim, a protagonista conseguiu te conquistar. É difícil torcer 100% pra um casal quando um dos elementos não nos cativa, né?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oi
    eu preciso ler o primeiro, pois você falou tão bem do primeiro e agora desse novo, a escrita da autora parece ser boa, bom saber que a história tem uma alta carga dramatica.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Acho que pior é sempre não simpatizar com a mocinha, porque a gente tem se identificar e tals.
    Eu ainda não li nada da autora, mas sempre estou ligada nos elogios das suas resenhas.
    Espero logo chegar nessa série! Esse clichê dos amigos de infância - que não estraga amizade - é legal haha

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. Oi Alessandra, tudo bem?
    No momento quero ler tramas mais leves, mas gostei de conhecer sua opinião.

    *bye*
    Marla
    http://loucaporromances.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Últimos Assistidos #6

Livro: Amor Corrompido

Série: Menajerimi Ara