Words Challenge 2022 - Nerd

Olá amores,

Dia de mais um challenge! Hoje, o meu texto nerd ficou um pouco triste, já que eu estava num momento mais introspectivo, mas acho que também é porque não é um dos temas mais fáceis para mim. As palavras dadas pela Pâm do Interrupted Dreamer foram: açúcar, óculos, idioma, campo, panela, botão. Espero que gostem do resultado!

Words Challenge 2022 - Nerd

"Sorrio com a pouca confiança que me resta. É uma alegria que não me chega aos olhos. Sei disso, mas não tenho escapatória. Dou firmes passos em direção ao palco no qual estão me esperando para apresentar o grande projeto da noite.

Sendo a única herdeira de uma startup de tecnologia, é de se esperar que eu seja a menina dos olhos do papai... Puff... Grande engano. Essa, na verdade, é minha prova de fogo. Meus pais estão na platéia apenas esperando um deslize para jogarem na minha cara o quanto sou uma fraude, mas é claro que eu não lhes darei esse gostinho. Não mesmo. 

Subo os degraus com meus 'Jimmy Choo' à mostra. Sinto muitos olhares sobre mim e meu estômago dá uma cambalhota. Chegou a hora. Agradeço a todos pela presença e começo a apresentação. No telão os idiomas alternam entre português e inglês, já que temos grandes clientes internacionais conosco hoje a noite. Discurso por cerca de 10 minutos antes de estender a palavra à Mathias. 

Mathias. Meu... Funcionário? Não. Colaborador? Também não. Diretor comercial? Ai Deus! Não. Ele é meu ex. Ponto. Simples assim. Um ex-namorado no qual não posso fazer contato visual já que as consequências, com certeza, seriam desastrosas. Ainda mais em público, com jornalistas e todos da alta sociedade nos encarando. 

Vejo um movimento na platéia. Ele. Ele vindo em minha direção. Mudo o campo de visão, olho para Valéria, minha secretária e peço um copo de água já que minha garganta de repente ficou seca. Como posso conhecê-lo tão bem e ao mesmo tempo agirmos como dois estranhos? 

Mathias sobe ao palco e ajeita os óculos. Se existe alguma pessoa mais sexy que ele, sinceramente, eu desconheço. Bom, quem eu quero enganar? Alto, moreno, inteligente. Muito inteligente. Mathias é tudo o que eu sempre sonhei para meu futuro. A não ser um único defeito: trabalhar para minha família. Ok, ele chegou no alto cargo em que está por mérito próprio, mas o chefe dele ainda é o meu pai e Mathias acredita que é uma quebra de confiança termos um relacionamento. Ético e responsável, como sempre. Reviro os olhos enquanto a água gelada desce pela minha garganta.

Nos envolvemos há cerca de dois anos, antes mesmo de sabermos quem éramos. Era uma festa a fantasia, eu fui de Mulher Maravilha, ele de Batman. Eu perguntei se ele sangrava e as coisas simplesmente aconteceram. Mathias era um nerd muito esforçado tendo a chance de mudar de vida e eu, a garotinha mimada que ia e vinha de Madri como trocava de roupa. Água e vinho. Sal e açúcar. Dois opostos que funcionam como ímãs. Posso estar há um metro de distância e mesmo assim, meu corpo reage a sua presença. 

Os aplausos rompem meus pensamentos e nos retiramos do palco. Mathias guiando com a mão em minhas costas. Parece que tudo deu certo e finalmente, eu consigo respirar aliviada. 

- Você foi muito bem hoje a noite, Eduarda.
- Somos uma boa equipe. O sucesso é de todos. 

Tento me afastar, mas ele segura meu braço de maneira delicada. 

- Por favor, só peço que não me trate como um estranho. Sei que nossa despedida foi difícil, mas você é muito importante para mim. Preciso que você saiba disso.

Meu coração bombeia o sangue como uma panela de pressão prestes a explodir. Cada palavra, cada toque deixa um rastro de dor e de esperança. Tudo na mesma proporção, já que não posso ignorar o quanto o amo. Eu mudei totalmente para poder viver esse amor e ainda não é suficiente. 

Miro o botão de sua camisa para não ter que encarar aqueles olhos. Aqueles olhos que me dirão que o que vivemos é passado. 

- Hoje não, Mathias. Não consigo lidar com tudo ao mesmo tempo. 
- Desculpa, eu apenas... Sinto muito.
- Eu sei e eu também.

Uma lágrima solitária escorre por minha bochecha enquanto minhas pernas simplesmente me levam para longe do amor da minha vida. Nos desgastamos em vão, já que somos dois estranhos."

- Alessandra Salvia

Comentários

  1. Escrever bem é um sinal inequívoco de sapiência, bem presente neste texto. O meu elogio
    .
    Uma semana feliz
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrever bem é um sinal inequívoco de sapiência, bem presente neste texto. O meu elogio
      .
      Uma semana feliz
      .
      Pensamentos e Devaneios Poéticos
      .

      Excluir
  2. Oi, Alessandra. Tudo bem? Arrasou no texto. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu amei muito o texto. Ficou incrível e triste.
    Tão complicado deixar de ser algo e virar estranhos.
    Beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Alessandra, tudo bem?
    Tramas com despedidas são sempre tristes. Ótimo texto!!!

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ale!

    Amo romances tristes e amei seu texto! Ficou ótimo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Últimos Assistidos #6

Livro: Amor Corrompido

Série: Menajerimi Ara