sábado, 30 de agosto de 2014

Resenha: Delírio

Oi pessoas!

Hoje eu vim falar de Delírio uma distopia de Lauren Oliver publicada pela Editora Intrínseca.

Minha história com esse livro começou quando eu vi o trailer da série que a FOX encomendou. O episódio piloto foi feito, porém rejeitado pela produtora (hoje ele está no youtube). Eu me apaixonei pela história!

Primeiramente, vou dizer que é uma trilogia: Delírio, Pandemônio e por último Réquiem. Achei SUPER difícil encontrar o primeiro livro para comprar, ele estava em falta na maioria dos sites que procurei, e por obra de Deus, saí com uma amiga e achamos o livro na Livraria Nobel (totalmente escondido embaixo da mesa de exposição) e ela me deu *---*. (Carmen, se você estiver lendo, eu agradeço do fundo do meu coração o presente! <3).

Vamos a sinopse?

Em uma sociedade onde o amor é considerado uma doença, aos 18 anos, todos os jovens passam pelo processo de cura. Assim, perdem emoções e até mesmo parte da personalidade. Os casamentos são arranjados com o intuito apenas de continuar com a espécie do ser humano, não por alegrias e paixão.

Lena Haloway é uma garota prestes à completar 18 anos e quer MUITO a cura. Até que o provável acontece, Alex aparece em sua vida e ela fica ‘doente’. O amor é arrebatador e lindo, Alex mostra a Lena uma nova vida que ela não conhecia, cheia de emoção, perigo e sentimentos. E ela começa a duvidar se os Inválidos e Simpatizantes (pessoas que resistem ao governo) não tem razão em ser contra a cura.

A história é escrita com a perspectiva de Lena, então a descrição de sentimentos, ações e emoções é muito intensa. O amor é abordado de uma forma inocente e bela, o que me fez me apaixonar por Alex e sua delicadeza, preocupação e proteção com Lena.

Gostei bastante da história e da maneira como a Lauren (autora) nos transmite os acontecimentos. É importante ressaltar que, o episódio piloto que disponibilizarei abaixo é um resumo modificado e corrido do primeiro livro TODO! Então se você não quiser spoilers, acho melhor não assistir, ok?

TRAILER:


EPISÓDIO PILOTO: CLIQUE AQUI!!!

Mas e você? Conhecia? Gostou da dica? Deixe sua opinião! ;)

- Ale

Sensação Após o Término: Eu realmente amo distopias!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥

Delírio
Autora: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Média de Preço: R$29,90
Quantidade de Páginas: 342

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Batalha de Séries: TVD x TO

OOOOOI Pessoas lindas!

Hoje é dia de Batalha de Séries e vou trazer uma batalha vampiresca: The Vampire Diaries x The Originals. Para quem não sabe, as duas séries estão interligadas, afinal, The Originals é spin off de Vampire Diaries, porém está se destacando MUITO. Então acho que vale a pena ver uma comparação entre elas!

The Vampire Diaries x The Originals

  

1)      The Vampire Diaries

Sinopse: Dois irmãos se apaixonam pela mesma garota, Katherine Pierce. Ela os transforma em vampiros e após um século e meio (mais ou menos), eles voltam a cidade em que nasceram atrás de Elena Gilbert, uma sósia da até então falecida Katherine Pierce. A semelhança entre as duas é tão grande quando a diferença de personalidade. O triangulo amoroso volta a acontecer e novos personagens surgem para complementar a história.

Personagem Favorito: Katherine Pierce. Ela é minha diva!

Status: 5 temporadas até o momento, já assisti toooooooodas. E espero ansiosa para a sexta temporada que será lançada em 02 de outubro de 2014!

Ponto Forte: Damon é um personagem totalmente irônico e envolvente, ele faz você odiá-lo no início e com o tempo e construção do personagem, ele faz você amá-lo! As quatro primeiras temporadas são ótimas, a história das doppelganger, dos originais, personagens como a Caroline dão humor a série e você se vicia.

Ponto Fraco: a quinta temporada toda! O foco das bruxas e dos viajantes torna a série cansativa e um pouco decepcionante. Uma temporada cheia de perdas e decepções, episódio final só veio para atrapalhar minha vida, HAHAHA. (Mas como eu disse antes, estou com esperança de que a sexta temporada seja melhor e me dê uma alegria grande com a volta de personagens dos mortos, SEM SPOILERS!)

2)      The Originals

Sinopse: A família que deu origem ao vampirismo está de volta a Nova Orleans, porém o trono de Klaus está nas mãos de Marcel agora. Este, controla a todos, até mesmo as bruxas da cidade. Sem entender como, Klaus precisa lidar com a falta de seguidores, a família problemática (os irmãos Rebekah e Elijah) e a tendência em matar a todos que cruzem seu caminho.

Personagem Favorito: Klaus Mikaelson. Sexy, malvado, sedutor, ai quanto amor!

Status: Na realidade, é uma série spin-off de The Vampire Diaries, então os personagens já existiam antes (o que vale a pena conferir antes de começar The Originals), porém com esse foco, existe uma temporada apenas (que eu já assisti) e a segunda estreia em 6 de outubro de 2014.

Ponto Forte: os personagens por mais que sejam vampiros, são realistas, ninguém é 100% bom, nem 100% ruim. O vilão que ganhou o amor do público ganhou uma série para contar sua história. O último episódio da temporada me deixou sem fôlego, chorei, sorri e me fez ter certeza que continuaria a assistir a série.

Ponto Fraco: o casal que era meu preferido (Klaus e Caroline) não existe mais, personagens que tinham uma ligação importante com outros se separaram, por exemplo, Elijah e Katherine, então muitas histórias que poderiam ser contadas, não serão mais.

VENCEDOR:

Eu vou ter que dar o prêmio para The Vampire Diaries pela construção da série até hoje. The Originals é uma série promissora, tem MUITO futuro, porém TVD já teve o passado que me prendeu e me fez amar, mesmo me decepcionando nessa última temporada.

E você? Acompanha ou já assistiu alguma delas? Qual seria sua vencedora?


- Ale

domingo, 24 de agosto de 2014

TAG: Feitiços Harry Potter - Parte 2

 Oi pessoas lindas!

Hoje será a segunda parte da TAG: Feitiços Harry Potter... espero que gostem e fiquem a vontade para fazerem!

TAG: Feitiços Harry Potter

Sonorus: Um livro que você acha que todo mundo deveria ler:
 

Vidas Secas – Graciliano Ramos

Sinopse: O que impulsiona os personagens é a seca, áspera e cruel, e paradoxalmente a ligação telúrica, afetiva, que expõe naqueles seres em retirada, à procura de meios de sobrevivência e um futuro. Apesar desse sentimento de transbordante solidariedade e compaixão com que a narrativa acompanha a miúda saga do vaqueiro Fabiano e sua gente, o autor contou: "Procurei auscultar a alma do ser rude e quase primitivo que mora na zona mais recuada do sertão... os meus personagens são quase selvagens... pesquisa que os escritores regionalistas não fazem e nem mesmo podem fazer ...porque comumente não são familiares com o ambiente que descrevem...Fiz o livrinho sem paisagens, sem diálogos. E sem amor. A minha gente, quase muda, vive numa casa velha de fazenda. As pessoas adultas, preocupadas com o estômago, não tem tempo de abraçar-se. Até a cachorra [Baleia] é uma criatura decente, porque na vizinhança não existem galãs caninos". VIDAS SECAS é o livro em que Graciliano, visto como antipoético e anti-sonhador por excelência, consegue atingir, com o rigor do texto que tanto prezava, um estado maior de poesia.

Opinião: Quando alguém fala para mim: um livro que todo mundo devia ler? Eu digo sempre algum dos clássicos, dessa vez eu vim dizer ‘Vidas Secas’. Não, não é meu favorito, mas eu acho que a crítica social, o enredo bem construído e a Baleia merecem a leitura.

Obliviate: Um livro que você gostaria de ter esquecido de ter lido:


Predestinados – Josephine Angelini

Sinopse: Helen Hamilton passou a vida inteira tentando disfarçar o fato de que é uma garota diferente, mas agora, aos dezesseis anos, isso está cada vez mais difícil. Não apenas por causa de sua força sobre-humana ou porque às vezes, sem motivo aparente, pessoas estranhas simplesmente a atacam, mas também porque ela teme que seu juízo esteja seriamente comprometido. Pesadelos recorrentes com uma estranha viagem pelo deserto e a visão de três mulheres derramando lágrimas de sangue a tem atormentado noite e dia. Ao mesmo tempo, um impulso inexplicável, incontrolável, passa a dominar seus pensamentos: Helen quer matar Lucas, um dos rapazes da glamorosa e misteriosa família Delos. À medida que descobre mais sobre sua verdadeira origem, ela percebe que a relação dos dois está submetida não só à sua vontade, mas a forças e tradições ancestrais.

Opinião: Não que o livro seja ruim, tem tudo para ser uma ótima leitura, a história é baseada na Ilíada de Homero. Mas acredito que li no momento errado e isso estragou toda a história, não consigo nem ler a continuação! Os personagens não me encantaram e faltou algo especial.

Imperio: Um livro que você teve que ler para escola:


Vida de Droga – Walcyr Carrasco

Sinopse: Dora, uma menina que possuía uma vida social de classe alta, mas tudo muda quando seu pai perde o emprego e ela, começa sua vida no subúrbio, onde ela conhece novos amigos, possui seu primeiro namorado. Mas Dora se revolta com a forma de vida em que ela esta vivendo, seu pai se separa de sua mãe, e o dinheiro não da para nada e sua mãe tem que arrumar um emprego para sustentar sua família.

Opinião: Um livro que aborda a realidade de muitas garotas. Uma história que conta como Dora vai da excelência ao abismo. Totalmente envolvente, triste  e educativo, afinal, uma história dessas precisa servir de exemplo para jovens não se deixarem entrar nessa vida. 

Crucio: Um livro que foi doloroso para ler:


Diários do Vampiro – O Retorno – Anoitecer – L. J. Smith

Sinopse: O quinto livro começa com Elena voltando dos mortos. Ela volta do além com poderes humanos, o que faz seu sangue pulsar com uma força esmagadora e única, sendo irresistível para todos os vampiros. Stefan está convencido em manter Elena segura e pretende deixar Fell’s Church. Damon, porém, é impulsionado por um desejo insaciável de poder, e quer que a Elena como sua princesa. Quando Stefan é afastado de Fell’s Church, Damon tenta convencer Elena que ele é o irmão que ela deveria ter escolhido, mas a escuridão está infiltrando a cidade e, agora Damon que sempre foi o caçador, está sendo a caça. Ele é a presa de uma criatura maléfica que pode possuí-lo à vontade que deseja não somente o sangue de Elena, como também sua morte.

Opinião: Se existe um livro decepcionante, é esse. Não aguentei e sou sincera. Primeiro livro que abandono e olha que eu li as ultimas paginas para ver se eu conseguia me interessar, não deu. L.J.Smith deveria terminar a série a 2 livros atrás.
 
Avada Kedrava: Um livro que pode matar...

A Culpa é das Estrelas – John Green

Sinopse: A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Opinião: Foi clichê, eu sei. Mas é o que me veio na mente assim que li essa frase: ‘um livro que poder matar’ e o único comentário que farei é que a dor precisa ser sentida!

E você? Faça e me avise! ;)

- Ale


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

TAG: Feitiços Harry Potter

Oi Pessoas lindas!

Hoje eu vou começar uma TAG super especial que se chama TAG: Feitiços Harry Potter!
Para quem já leu, ou até mesmo viu os filmes, o universo HP é cheio de magias e feitiços, então, vou classificar alguns livros como os feitiços do mundo bruxo, ok?

A TAG será dividida em duas partes, cada uma com 5 feitiços. Então se você gostar, aguarde que tem mais ;)

Outra coisa, fiquem a vontade para fazerem a TAG, eu indico a Lais do Tear de Informações para fazer já que ela é viciada nesse mundo da JK! HAHAHA

TAG: Feitiços Harry Potter

Expectro Patronum: Um livro relacionado á boas memórias:


O Garoto da Casa ao Lado – Meg Cabot

Sinopse: Escrito em forma de mensagens de e-mail, 'O garoto da casa ao lado' revela a história de Melissa Fuller, uma jornalista de celebridades que está prestes a perder o emprego. Numa certa manhã, Mel está 68 minutos atrasada para o trabalho, completando assim seu 37º atraso no ano. Um recorde. O departamento de Recursos Humanos já lhe mandou um memorando oficial sobre o assunto, seu chefe duvida seriamente do seu compromisso com o jornal e, além disso, até sua melhor amiga anda preocupada com seu bem-estar psicológico. Contudo, dessa vez, ela tem uma desculpa de verdade - estava socorrendo Helen Friedlander, sua vizinha de oitenta anos, que entrou em coma após levar um golpe na cabeça, em conseqüência de um misterioso atentado.

Opinião: Um livro todo fofo e engraçado. Vale ressaltar que esse livro é o primeiro da série: Garoto que a Meg Cabot escreveu. Os outros dois livros: “Garoto Encontra Garota” e “Todo Garoto Tem” também seguem nessa linha leve e divertida que te prende até o final e termina com aquela sensação boa. Leitura rápida que vale a pena!

 Expelliarmus: Um livro que te pegou de surpresa:


A Hospedeira – Stephenie Meyer

Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Opinião: Um livro que não me interessou muito de início, não compraria, porém ao ganhá-lo de aniversário não quis trocar. O começo lento me deixou cansada, quanto mais eu lia, menos acontecimentos se passavam. Mas a partir da página 150, tudo ficou mais interessante, os personagens que você pensava ter que odiar começam a se mostrar que são os que realmente se importam com a sociedade. O livro faz uma belíssima crítica social, porém não deixa de abordar os sentimentos humanos de uma maneira incrível. Sendo totalmente diferente da Saga Crepúsculo, Stephenie Meyer surpreende. 

Prior Encantato: Último livro que você leu:

Abandono – Meg Cabot

Sinopse: Pierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos. É assim que ela conheceu John Hayden, o misterioso estranho que fez ela voltar a vida normal — ao menos a vida que Pierce conhecia antes do acidente — quase inacreditável. Embora ela pense que escapou dele — começando em uma nova escola em um novo lugar — confirma-se que ela estava errada. Ele a encontra. O que John quer dela? Pierce acha que sabe… também acha que ele não é um anjo da guarda, e seu mundo sombrio não é exatamente o céu. Mas ela não consegue ficar longe dele, especialmente porque ele está sempre lá quando ela menos espera, exatamente quando ela mais precisa. Mas se ela deixa cair qualquer coisa, ela pode se ver no lugar que ela mais teme. E quando Pierce descobre uma verdade chocante, sabe de onde John a salvou: o submundo.

Opinião: Já fiz resenha no blog!

Alohamora: Um livro que te apresentou um gênero que você não tinha considerado antes:


Os Supremos – Mark Millar e Bryan Hitch

Sinopse: Os heróis mais poderosos da Terra com uma abordagem única e inovadora, trazendo os Vingadores para o século 21. Num mundo em que novas ameaças super-humanas aparecem todos os dias, eles são a última linha de defesa dos Estados Unidos contra toda sorte de inimigos: Os Supremos! Clássico instantâneo do novo milênio, o título tornou-se um dos mais estrondosos sucessos do Ultiverso, tanto de público quanto de crítica.

Opinião: É uma história em quadrinhos e fora “Turma da Mônica” nunca tinha lido nada desse gênero. E sendo fã dos heróis e mutantes (tanto da Marvel como da DC), vejo que tive um ótimo começo nesse tipo de leitura.

Riddikulus: Um livro engraçado que você leu:



Delírios de Consumo de Becky Bloom – Sophie Kinsella

Sinopse: Rebecca Bloom é uma jornalista especializada na área de finanças e uma compradora compulsiva. Na realidade, ela nada entende de economia, apesar de trabalhar no ramo, vive fugindo do gerente de banco e inventa meios malucos de conseguir pagar seu cartão de crédito. Romance de estréia de Sophie Kinsella.

Opinião: Posso não ter terminado a série e não ser muito fã da Becky, mas falar que o livro não é engraçado? Não tenho como dizer isso! Ela se enrola toda nas mentiras em que conta, cada uma mais louca que a outra! Risadas garantidas!


Em breve a próxima etapa! Gostou? Concorda? Deixe sua opinião! ;)
- Ale

domingo, 17 de agosto de 2014

Resenha: Se Eu Ficar

Oi Pessoas!

Hoje vim resenhar um livro que eu estava na expectativa pra ler. “Se Eu Ficar” da Gayle Forman foi um livro que me chamou a atenção após assistir o trailer do filme. E por incrível que pareça, tive que esperar mais de um mês para o meu exemplar chegar (comprei na pré-venda!) e isso não me desanimou!

A história é contada por Mia, que após um acidente de carro no qual seus pais morrem, ela precisa decidir se volta ou não a vida. Os médicos fazem o que podem, mas a decisão é da garota. Um ponto alto do livro para mim, é o amor dela com Adam. Um amor puro e verdadeiro, arrebatador! O que a faz ficar ainda mais na dúvida se volta ou não.

Teddy, o irmão mais novo de Mia, é sem dúvida um dos meus personagens favoritos, pois ele traz leveza e emoção a história, mesmo sendo uma criança.

O final é meio ‘do nada’, o que nos faz querer a continuação “Para Onde Ela Foi”, porém o livro terminou como eu esperava. Sutil e dando uma resposta da escolha da Mia. Mesmo tendo um tema pesado, senti calma ao ler. Mia vai e volta na sua vida, contando histórias do passado e do presente, você se envolve e a compreende, ela me fez apoiá-la independente da escolha que ela faz.

Realmente vale a leitura. Emocionante, sutil, envolvente!

Para quem se interessar, o trailer do filme está abaixo e tem estreia prevista para 04 de setembro de 2014!


- Ale

Sensação Após o Término: Emocionante!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Se Eu Ficar
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Média de Preço: R$23,90
Quantidade de Páginas: 193


sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Parabéns Jennifer Lawrence!

Hoje é um post especial de aniversário para minha ídola Jennifer Lawrence! 

E muitas pessoas me perguntam o por que eu gosto tanto dela e aí vem a resposta: ela é igual a gente! Ok. Ela tem um Oscar. É famosa. Já beijou o lindo do Bradley Cooper e do Josh Hutcherson, mas ela é daquelas que não sabe o que dizer ou fazer quando está numa determinada situação, ela tropeça, caí, ri, faz careta. Ela diz o que ela pensa e dane-se o resto!

Hoje ela está completando 24 anos, porém aos 22 conseguiu seu primeiro (e sei que virão muitos mais) Oscar! Então, hoje o post é dedicado a 5 coisas que Jennifer se destaca, na minha humilde opinião.

1) Versatilidade!


A versatilidade em pessoa! Eu me proíbo de falar de Jogos Vorazes e da Katniss neste tópico, já que muitos vão achar que é modinha da minha parte. Então vou falar de outros filmes dela: 

"A Última Casa da Rua" um suspense lançado em 2012 que traz Jennifer como protagonista cheia de emoção e atitude. Em "Vidas Que Se Cruzam" um drama que Jennifer poderia ser apagada pela presença de Charlize Theron (Jen interpreta Charlize mais nova), porém novamente, ela dá um show de atuação. Tem também dos meus filmes favoritos: "O Lado bom da Vida" que deu a Jen o Oscar de Melhor Atriz em 2013 por essa comédia romântica incrível! 

Sem falar da personagem Rosalin em "Trapaça" que é o ponto alto do filme! E no X-Men como a Mística (que tem boatos de ganhar um filme só pra ela!).

Viu a versatilidade? Drama, suspense, comédia romântica... dentre outros filmes que em breve quero trazer como dica pra vocês!



2) Inapropriada! 




Tem como não amar? Frases inadequadas, caretas e tombos são a marca registrada de Jen! Vale a pena jogar no youtube para vocês darem um pouco de risada! HAHAHA





3) Humana!



Esse é um vídeo especifico que mostra o quando Jen é querida e preocupada com o próximo. Esse é um amigo de Jen antes mesmo dela se tornar famosa. Veja que bonitinho quando ele liga para ela!
Ah, e outro exemplo de humanidade dela, há um relato que Jennifer presenciou uma mulher desmaiando na rua, ela ligou para a ambulância e sentou na calçada a espera do resgate, junto com a mulher. É qualquer um que faria isso? Eu duvido!

4) Ela não tem medo de se arriscar! (Até na música!)



Ela é atriz, mas não tem medo de se arriscar para um papel. Ela canta como em "A Última Casa da Rua", dança em "O Lado Bom da Vida", ela luta em "X-Men", atira de arco e flecha em Jogos Vorazes. 


5) Ela sente fome, em qualquer lugar e qualquer hora! HAHA




 E um ponto extra? É diva na moda!



Então por esses e mais e mais motivos: FELIZ ANIVERSÁRIO JENNIFER LAWRENCE!




 - Ale

sábado, 9 de agosto de 2014

TAG: Filmes Amigos

Olá pessoas!
Hoje eu vim publicar uma TAG que minha amiga Laís do Tear de Informações me indicou. A TAG chama "Filmes Amigos", pois são aqueles que parecem fazer parte da sua vida. Espero que vocês gostem e se quiserem, fiquem a vontade para fazerem também!

TAG - Filmes Amigos

1. Melhor amigo - Aquele filme que você vê sempre e se tiver passando na TV, você assiste mesmo assim: Jumanji

Como eu amo esse filme!!!!! Desde criança, sempre que passa, eu paro tudo o que estiver fazendo para assisti-lo!

2. Amigo conselheiro - Aquele filme que quando você assistiu parecia que estavam te dizendo o que fazer: A Última Música


Este foi o último filme que vi com meu pai, e após a sua morte, eu me senti perdida. Ronnie me ajudou a ver o melhor da situação, não que haja melhor, mas hoje ao tocar alguma música que ele gostava, me faz lembrar dos bons momentos e das coisas boas que ele me deixou. A maneira como a dor te atinge muda sua vida. Mas sempre existe algo que te ligará àquela pessoa.

3. O que te faz rir - Você já conhece as piadas, elas são péssimas, mas você sempre ri. Monstros S.A. (1 e 2!)



Esse é um filme da Disney tão incrível! Mike Wazowski é sensacional! E não existe piada sem graça nesse filme e se você achar, arrumou briga comigo! HAHAHA
 

4. O que te dá colo - Aquele filme que quando você está triste te põe pra cima: Como Perder um Homem em 10 Dias



Pode já ter passado ANOS, mas eu sempre dou risada com esse filme, além de ter atores que eu adoro e o final ser lindo, ele te dá esperança que o amor da sua vida (mesmo imperfeito) pode ser perfeito para você. Uma comédia romântica água com açúcar que definitivamente é uma das minhas favoritas!


O que acharam? Gostaram das dicas? ;)

- Ale