quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Resenha: O Doador de Memórias

Oi Pessoas!

Hoje a resenha especial sobre o “O Doador de Memórias”, primeiramente, vou falar sobre o livro. Escrito por Lois Lowry, publicado pela Editora Arqueiro, e que me deixou com grandes expectativas.

A história de Jonas é retratada de forma muito bem construída, numa sociedade onde não existe dor, desigualdade ou guerra, priva os cidadãos de conhecerem o amor e as alegrias, ou seja, a Mesmice. Tudo é controlado pelos Anciãos e caso você comece a despertar sentimentos (o que é comum na adolescência), você é obrigado a tomar um remédio para inibir a verdadeira essência do ser humano.

Aos 12 anos, Jonas recebe a sua ‘profissão’, qual será sua incumbência na sociedade. E para sua surpresa, ele será o Recebedor de Memórias. O Doador irá passar para Jonas toda a carga intelectual do ser humano, todos os conhecimentos e ensinamentos que puder. Dá para perceber que nem tudo é tão fácil quanto parece? Existe a dor que Jonas desconhece, e ele começa a abrir os olhos para a sociedade em que ele achava ser ‘perfeita’.

Gostei muito da construção da história, o livro é muito envolvente. Mas vou ser sincera, não foi nem a falta de romance que me atrapalhou a leitura, o que realmente fez minha opinião cair sobre o enredo foi o final. Ok. Muitos vão dizer: ‘é uma série, Ale’, mas isso não justifica (para mim) por três motivos:

1º) Não existe o segundo livro no Brasil ainda;

2º) É outra história, na mesma sociedade. (Me corrijam se eu estiver errada, pois, foi MUITO difícil encontrar informações conclusivas sobre os livros da Lois. São 4 livros, porém com histórias diferentes, não seria a continuação da história do Jonas e sim com outros personagens);

3º) Não precisa de um segundo livro, preciso apenas de um final coerente e claro! Não fiquei com ‘gostinho de quero mais’;

Agora, antes de fazer vocês desistirem de ler, vamos falar do filme “O Doador de Memórias” que está no cinema! E gente! Foi melhor do que eu imaginava! HAHAHA

Um filme corrido para quem leu o livro, mas a Fiona, Jonas e o final realmente fizeram minha opinião melhorar. Ok, terá uma continuação. Algo que eu realmente não queria e não achava necessário pelo livro, mas o filme merece sim.

Já vi mil críticas negativas pela internet, mas eu gostei. Foram fiéis até o ponto que deveriam ser, mostrar a sociedade após a tomada de decisão do Jonas foi algo que mais me agradou. (Viram meu cuidado para não dar spoiler? HAHA, como isso é difícil!).

E vocês? Foram ao cinema? Me contem tudo!

- Ale

Sensação Após o Término do Livro: Esperava mais!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥  

O Doador de Memórias
Autora: Lois Lowry
Editora: Arqueiro
Média de Preço: R$24,90
Quantidade de Páginas: 185



sábado, 20 de setembro de 2014

Cinema: Maze Runner - Correr ou Morrer

Oi Pessoas, 

Hoje eu vim dar uma dica de cinema e vou ser sincera com vocês: o mês de setembro estava recheado de filmes em cartaz que eu gostaria de ver. “Se Eu Ficar”, “O Doador de Memórias” e “Maze Runner – Correr ou Morrer” eram as histórias que mais me deixavam ansiosa.

Duas destas opções, li os livros e já sabia o que esperar, então resolvi ver primeiro “Maze Runner”, queria ser surpreendida. E posso dizer com absoluta certeza que fiz a escolha certa.

Vamos à sinopse? Thomas acorda em um mundo totalmente diferente e sem lembranças de seu passado. Em uma clareira só há jovens rapazes lutando e trabalhando para a sobrevivência. Rodeado por grandes muros que se movem, o labirinto é a única forma de fugir daquele lugar. Thomas tem uma qualidade que muitos podem admirar, mas outros a reprimem. Coragem. Vou colocar o trailer aqui abaixo para vocês que se interessarem:



Não é o meu tipo de leitura favorito (estou me baseando pelo filme, claro, não me julguem!), porém tenho uma expressão para o filme que descreve exatamente o que senti: SEM FÔLEGO!

Prendi a respiração MIL vezes, me senti correndo junto com Thomas e com Minho. Não vou mentir, eu realmente esperava um envolvimento da Teresa com o Thomas, mas a ausência do romance não atrapalhou em nada a história. Muito pelo contrário, deu coerência. Acredito que nas próximas sequências isso poderá surgir, mas neste primeiro momento foi exatamente como precisava ser.

Maze Runner é uma distopia. Você consegue fazer paralelos com Divergente e até mesmo Jogos Vorazes. O final não é tão inovador, porém deixou gostinho de quero mais e me arrancou algumas lágrimas. Não darei spoiler, mas eu realmente entrei no filme. Gostei bastante e recomendo irem aos cinemas!

Só preciso ressaltar uma coisa: eu NÃO li o livro, já ouvi opiniões dizendo que a leitura é melhor (acho meio óbvio isso, né?) e ao ser comparado é uma daquelas adaptações que deixam a desejar. Mas se apenas assistir ao filme, como eu, você gosta mais.

- Ale

Sensação Após o Término: Quero a continuação!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥


terça-feira, 16 de setembro de 2014

TAG: Adaptação Cinematográfica

Ooooi Pessoas!
E para comemorar o novo trailer de ""A Esperança - Parte 1", temos uma TAG especial de adaptações cinematográficas!
Mas antes, vamos ver o trailer? Se você já viu, assim como eu, tenho certeza que verá de novo e se apaixonará novamente!


Estou MUITO ansiosa e não há como destacar partes favoritas neste trailer, tenho certeza que vou amar o filme! Que novembro chegue logo, cheio de emoções e com Katniss sendo Katniss novamente, colocando fogo no quintal do Presidente Snow, quem assistiu Em Chamas vai entender ;)

Agora a TAG especial, sintam-se a vontade para darem suas respostas/opiniões! Concordam comigo? Lembram de alguma outra adaptação? Deixe seu comentário!

TAG: Adaptação Cinematográfica

1- Qual é a Melhor Adaptação Cinematográfica?
R: Gosto muito da adaptação de Harry Potter e Jogos Vorazes;

2- Qual Filme é Melhor que o Livro?
R: Vou dizer uma série, no meu caso, acho a série The Vampire Diaries melhor que o livro;

3-Qual a adaptação que você acha ruim?
R: Academy Vampire. Apesar que não gostei do livro, então não tenho muito o que opinar.

4- Qual livro você deseja ver um filme?
R: A Seleção – Kiera Cass;

5- Você prefere um filme ou uma serie adaptados de um livro?
R: Depende da história, tenho medo de uma série, pois com a grande quantidade de temporadas há mais mudanças do que quando se adapta histórias para filmes ou sagas de filmes;

6- Você gosta de filmes que são adaptados para livros?
R: É interessante, apesar de que prefiro ler primeiro e depois ver o filme;

7-Tem algum livro nacional que você queira uma adaptação?
R: Vou dizer uma adaptação que realmente irá acontecer, que é “Fazendo Meu Filme” da Paula Pimenta.

8- Outras adaptações que você gosta?
R: Um Amor para Recordar e Diário de Uma Paixão são inesquecíveis.  

9- Sua opinião a respeito dos filmes adaptados dos livros?

R: Fidelidade. Apenas isso. Você pode perceber que quanto mais fiel ao livro, maior a chance de fazer sucesso. Gosto muito de ver minha imaginação se tornando ‘realidade’ nas telonas, sou super a favor de adaptações!

Fiquem a vontade para fazer a TAG quem gostou!
- Ale


sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Resenha: Como Viver Eternamente

Oi pessoas!
Pela primeira vez na minha vida ganhei um sorteio!

Fui sorteada no Skoob e ganhei o livro “Como Viver Eternamente” da Sally Nicholls publicado pela Editora Geração.

Uma história contada por Sam, um menino de 11 anos que tem leucemia. Ele narra os acontecimentos de sua vida de forma simples e direta, como um menino de 11 anos faria. O livro é marcado pelas listas e perguntas feitas por Sam, aquelas perguntas que ninguém consegue dar uma resposta adequada ou até mesmo, uma pergunta sem resposta.



Um livro leve que realmente te derruba. Sam se mostra um personagem forte, esperançoso, com fé. Realmente me arrancou lágrimas a forma como ele lida com a doença e como decide tomar as decisões em sua vida.

Leitura rápida e sincera, limpa. Gostei bastante, porém não é um livro para ter grandes expectativas, se tivesse pagado R$30,00 nele, diria que não teria valido tanto pelo livro não ser extenso, são 222 páginas com pouco texto e conteúdo. O que torna o livro interessante é a história no conjunto da obra.

Já leu? O que achou? Deixe seu comentário!

- Ale

Sensação Após o Término: História Marcante!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥  

Como Vive Eternamente
Autora: Sally Nicholls
Editora: Geração
Média de Preço: R$29,90

Quantidade de Páginas: 222

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Resenha: Desejo à Meia Noite

Oi Pessoas!

Hoje vim dar uma dica de outro romance histórico, “Desejo À Meia Noite” da Lisa Kleypas publicado pela Editora Arqueiro.

Esse é o primeiro romance da série “Os Hathaways”, uma família composta por cinco irmãos: Leo, Amélia, Win, Poppy e Beatrix. Este é o livro que conta a história de Amélia com o ‘cigano’ Cam Rohan.

Amélia está sendo a responsável pela família depois da morte dos pais. Já o irmão, Leo se torna um viciado em jogos de azar e bebidas, deixando Amélia com toda a responsabilidade familiar. Por essa razão, ela decide que nunca se casará, dedicando todo seu tempo às irmãs menores e a tentar colocar algum juízo na cabeça de Leo, porém os problemas com dinheiro estão cada vez piores. Tanto que a história logo começa com Amélia indo buscar Leo em uma casa de jogos. Lá, ela conhece o misterioso Cam que se encanta com a doce jovem.

Os Hathaway então, saem de Londres e vão morar em Ramsay House. E é lá que a maior parte da história acontece. Cam não deixa Amélia em paz e a paixão é arrebatadora.

O amor de Cam por Amélia, para mim, é um dos pontos altos do livro, mesmo com histórias paralelas e descobertas sobre o passado da casa. Os costumes e linguagem cigana deram um toque todo especial no livro. Além de ser abordado o preconceito da época com uniões entre casais de raças diferentes e mistura de classes sociais.

Gostei bastante e em breve trago a resenha da continuação da Saga dos Hathaways pra vocês com: “Sedução Ao Amanhecer”.

Lembrando, deixe sua opinião se já leu ou se gostaria de ler ;)

- Ale

Sensação Após o Término: Quero um amor!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥

Desejo À Meia Noite
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Média de Preço: R$29,90

Quantidade de Páginas: 257

domingo, 7 de setembro de 2014

TAG: 11 Fatos Sobre Mim

Oi pessoas, peço desculpas pelo sumiço, mas essa semana está uma loucura no trabalho, época de fechamento me deixa sem tempo nem para ler, nem para postar aqui no blog.

Mas hoje, estou voltando com uma TAG que minha parceira Milena (o blog dela é o Álbum de Leitura, vale a pena passar lá) me indicou. 

O objetivo, para mim, é conhecer um pouco de nós, tenho certeza que vamos nos identificar com um pouco de cada blogueira!

TAG: 11 Fatos Sobre Mim

11 Fatos Sobre Mim:

~> Já sou formada em Administração de Empresas, mas trabalho em Contabilidade;
~> Amo meus livros e DVDs, viciada demais em literatura, cinema, séries;
~> Sou antissocial, nunca fui a uma balada (não tenho vontade nenhuma!) e dificilmente saio à noite, se sair: é para ir ao cinema ou jantar;
~> Nunca fiquei bêbada e nem pretendo ficar, odeio perder o controle;
~> Sou sistemática e odeio mudança de planos;
~> Sou fã assumida de Jennifer Lawrence e Pretty Little Liars (série de TV, não os livros);
~> Eu bordo, faço artesanatos e sonho que isso vire minha verdadeira profissão;
~> Acredito em Deus e no tempo certo para cada coisa, deixo tudo nas mãos Dele e o que for meu, virá;
~> Meu sonho é ser mãe;
~>  Quero um amor digno de livro chick-lit ou de filme de Hollywood. Acredito no amor verdadeiro e no “Para Sempre”;

Perguntas e Respostas: 

Se pudesse morar em qualquer lugar do mundo, sendo ele real ou fictício, onde moraria?
Acho que isso depende da minha situação financeira. Se eu pudesse escolher iria para o Upper East Side ou Londres, mas isso se eu pudesse ser rica. Morar no UES e ser pobre, ninguém merece. Agora em lugares fantásticos? Hogwarts!

Qual personagem literário mais se parece com você?
Uma ótima pergunta, eu sou um pouco de cada personagem que leio. Gosto de me imaginar sendo alguém da história, então carrego comigo um pouco de cada um. Acho mágico esse 'transporte' para cada personagem, já fui Katniss, já fui Tris, já fui Hazel Grace, dentre váááááários outros, ficaria até amanhã citando nomes.

Você tem um amor platônico literário? Se sim, por quem?
     Sim. Vários, mas vou escolher: Maxon de “A Seleção” da Kiera Cass. Ele ama América, está disposto a tudo por ela, se importa com seu povo, fiel àquilo que acredita e tenta ser alguém melhor a cada dia, e é muito romântico, divertido e fofo!

Qual seu escritor nacional favorito? 
Paula Pimenta. Já tive a oportunidade de conhecê-la e ela é um exemplo de simpatia e humildade. Ela tem o poder de escrever sobre nossa realidade e sobre histórias de princesas que nos fazem viajar nos contos de fadas.

Se escrevesse um romance agora, qual seriam os nomes dos seus protagonistas?
Jen e Logan.

Qual é o seu livro e/ou saga preferido?
Jogos Vorazes – Suzanne Collins.

Qual é o seu gênero literário preferido?
No momento, são Distopias, mas sou apaixonada por livros mulherzinha (chick-lit) sempre e para sempre.

Lê quantos livros ao mesmo tempo?
Um só, no máximo dois.

Quantos dias, em média, demora para terminar um livro?
Depende do livro e do envolvimento, não gosto de ler muito rápido, mas às vezes, não tem como, o livro te envolve e em dias você termina!

Banda e/ou cantor preferido?
Difícil, não tenho nenhum específico. Antigamente, diria RBD. HAHA Mas atualmente, estou ouvindo muito Coldplay, Ed Sheeran, Lucy Hale, Taylor Swift, Colbie Caillat, Hillary Duff...

Em algum momento já pensou em desistir do blog?

Não, pensei em postar com mais espaço de tempo, tipo, um ou duas vezes por semana, mas não desistir.

Indico minhas amigas e parceiras: Tear de Informações e Cereja Mutante.

E fique a vontade, você, leitor (a) que gostar da TAG, pode fazer, só se lembre de deixar o link nos comentários para eu te conhecer melhor ;)

- Ale