sábado, 25 de abril de 2015

Cinema: Vingadores - Era de Ultron

Olá pessoas!

Estamos no meio do meu especial de super-heróis e hoje vim falar do filme "Vingadores - Era de Ultron". Eu sei, você já leu milhares de resenhas do filme ou então, já até foi ao cinema assistir. Então não vou me prolongar muito nesse assunto. Abaixo, coloco o trailer, caso vocês ainda não tenham visto e assim conseguem saber um pouco sobre o que se trata o filme:


Agora minha opinião? QUE FILME INCRÍVEL!

Sério. Ele prende sua atenção logo no início, como não há apresentação de cada personagem, não precisamos daquela enrolação que geralmente tem nos filmes, sabe? O humor está presente em quase todas as cenas o que faz o filme ficar bem mais leve e natural. Quando você percebe, puf, já acabou e você fica: 'EU QUERO MAIS!!!!'.


Eu, particularmente, adorei o Mercúrio e Feiticeira Escarlate! Não vejo a hora de vê-la em 'Capitão América 3 - Guerra Civil'. Acho que foi um começo com o pé direito não apenas da personagem, como da atriz que para quem não sabe é irmã mais nova das gêmeas Olsen.


Gostei do Gavião Arqueiro ter tido mais espaço, sempre o achei meio inútil ali no meio de tantos heróis bons. Já Natasha, a Viúva Negra, novamente dando em cima de outro herói. Marvel, pare de colocar ela como tapa buraco nos seus romances, ok? E traga logo o filme solo dela, já até começaram a introduzir um passado para a personagem, o que me animou bastante!


Cada um tem seu momento e me chama atenção a divisão bem equilibrada e a postura de cada personagem perante a temática: como salvar a humanidade?. As lutas e efeitos especiais foram incríveis. Homem de Ferro, Capitão América e Thor como sempre fizeram seus papéis impecavelmente e são irresistíveis! (Chris Evans, casa comigo? *--------*).

Se você me perguntar: Ale, esse é o melhor filme da Marvel? Vou te responder que não sei. Claro, é muito bom, mas eu não consigo escolher o melhor, há uma crescente, sem dúvidas!

Corre para o cinema! Você não se arrependerá! 

- Ale

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Lista: 5 Heróis Promissores

Olá pessoal!

Com a estreia de Demolidor (a série pela Netflix) e a confirmação de um novo filme do Homem Aranha pela Marvel, eu estava aqui pensando... quais seriam os 5 heróis mais promissores hoje? Não, não vou falar do Homem de Ferro e Capitão América (os meus dois lindos e perfeitos super heróis favoritos), vou falar do que vem por aí, daquilo que muita gente ainda não conhece, mas que vai ganhar destaque logo mais.

Cada vez mais e mais esse mundo de DC Comics e Marvel vem se destacando. Vocês podem ver isso pelo segundo filme dos Vingadores que estreia essa semana nos cinemas (pretendo trazer minhas impressões do filme assim que o assistir!). Mas em breve teremos até heroínas ganhando espaço. Vamos a minha lista?

1 - Acquaman:

Um herói criado em 1941 pela DC Comics que vai ganhar filmes em breve (podendo até mesmo aparecer no filme "Batman versus Superman"), o ator já está confirmado: Jason Momoa. (E se você me conhece, sabe que eu tenho uma queda por ele!). Conhecido como Rei dos Mares ou Rei de Atlantis, o seu alter ego é conhecido como Arthur Cury. Ele pode respirar embaixo d'água, realizar telepatia com o animais marinhos, nadar em alta velocidade, alto poder de cura, controle mágico da água... ou seja, vem coisa boa por aí! .

2 - Jessica Jones:

Ela já é mais novinha, começou em 2001 na Marvel e também é conhecida como Safira e Knightress. Será interpretada por Krysten Ritter e sua história começa como investigadora até se tornar uma heroína e casar com Luke Cage (também herói conhecido como Poderoso). Ok, você deve estar pensando e daí? O que me faz ficar animado (a) em relação a esses novos heróis? É o seguinte. A Netflix está com um grande projeto. Juntamente com o Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro, cada um ganhará sua série em separado e depois, outra série irá unir os quatro heróis para serem os Defensores. Incrível não é?

3 - Supergirl:

Essa é famosa, a versão feminina do Superman todos sabem que existe e Melissa Benoist será a interprete na série de televisão. Eu, particularmente, tenho um certo preconceito com a atriz (não gostava dela em Glee!), acho ela meio sem sal, porém a série tem tudo para fazer barulho e ser a sensação do momento já que a história já é bem consolidada, existe desde 1958 pela DC Comics!

4 - Homem Formiga:

  
Este herói é da Marvel e meu relacionamento com ele é de amor e ódio, HAHA. Isso porque eu li o quadrinho "Os Supremos" e algumas atitudes dele me desagradaram demais, porém quero ir para o cinema (estreia em 16 de julho de 2015) sem pré-conceitos da história que será abordada. Quer melhor forma de te convencer que vem coisa boa por aí? Assiste o trailer aqui embaixo:




5 - Capitã Marvel:

Esse é um filme que temos poucas informações, mas com o grande sucesso que a Marvel vem tendo, não é difícil de prever que esse também será incrível né? O lançamento está previsto apenas para 2018, mas sabemos que contará a história de Carol Danvers, uma agente da CIA que tem contato com uma raça alienígena e ganha poderes sobre-humanos. Entre os seus poderes estão uma força fora do comum e a habilidade de voar.

E vocês? Se animaram para ver qual herói nas telonas e telinhas? HAHAHA

- Ale

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Resenha: A Lista de Brett

Olá pessoal!



Esse livro já li faz um tempinho, mas nunca consigo escrever uma resenha para ele. Não sei se é porque ele realmente me tocou ou se por simplesmente adiar... Só sei que expor meus pensamentos sobre "A Lista de Brett" será difícil. Escrito por Lori Nelson Spielman e publicado pela Editora Verus, esse livro tem a seguinte sinopse:

"Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.

Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis.
Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados." (Fonte: Skoob)

Quem já perdeu um dos pais (como eu), sabe o quanto a dor de Brett é forte. Ainda mais quando existe a ligação que as duas tem. Eu sofri junto. Porém, quando a mãe impõe uma condição a Brett para receber a herança, as coisas começam a mudar.

Antes de começar a realmente expor minha opinião, quero dizer que ao ver a personagem principal com 34 anos já me animou. É MUITO comum atualmente as protagonistas terem 15 ou 16 anos. Estarem no colégio ou até mesmo iniciando a faculdade. Mas em "A Lista de Brett" não. Eu que já passei dos 20, preciso sim de personagens mais maduras e que podem viver um romance. Brett luta, assim como eu, para realizar seus sonhos e nem sempre isso é fácil. Nem sempre a vida se torna aquilo que você deseja, mas você precisa ter força para mudar.

Essa é a mensagem do livro. Você precisa ter força e mudar. Não ter medo do desconhecido, nele pode existir sua felicidade. E isso me emociona demais. É um livro que realmente te questiona e não apenas sua vida amorosa. E para ser sincera, a vida amorosa de Brett nem é tanto o foco, mas sim a vida profissional e quem ela se tornou. 

Diversas vezes me peguei questionando minha vida no meio das páginas e dúvidas de Brett, meus olhos encheram de lágrimas e me colocaram para correr atrás do que eu realmente quero para mim.

Realmente, recomendo a leitura.

- Ale

A Lista de Brett
Autora: Lori Nelson Spielman
Editora: Verus
Média de Preço:R$19,00 até R$35,00
Quantidade de Páginas: 364

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Série: Beauty and the Beast


Ooooi pessoal!

Como a maioria de vocês já perceberam, eu sou uma viciada em séries. Tenho até um perfil no site Orangotag para tentar me organizar, mas nem sempre consigo. Nessas férias que tive em fevereiro, comecei uma série nova pelo Netflix (felizmente, eles disponibilizaram as duas temporadas disponíveis até agora) chamada Beauty and the Beast (A Bela e a Fera). Essa é a nova versão do canal The CW que foi inspirada na antiga série de televisão de 1987 do canal CBS. 

Vamos a sinopse?
"Catherine Chandler é uma detetive inteligente e focada. Na adolescência, a policial testemunhou o assassinato de sua mãe, vítima de dois homens armados. Ninguém acreditou nela, mas Catherine sabe que não foi um animal que atacou os assassinos, mas sim, um humano.
Anos depois, Catherine é uma mulher forte, confiante e capaz de resolver crimes juntamente a sua parceira de trabalho, Tess. Enquanto investigam uma morte, Catherine descobre uma pista que a leva ao doutor Vincent Keller, dado como morto durante a guerra do Afeganistão, em 2002.
Ela descobre que Keller foi quem a salvou no passado. Entretanto, Vincent esconde um segredo, algo que o fez ficar longe da sociedade por 10 anos: quando está com raiva, ele se torna uma fera assustadora, incapaz de controlar sua força e sentidos aguçados.
Catherine concorda em proteger seu segredo e identidade, pedindo que ele conte mais sobre o que aconteceu com sua mãe. Agora, ambos fazem parte de uma relação complexa e perigosa." (Fonte: Minha Série)

Minha opinião:
Quando li esse resumão, pensei comigo mesma que a sinopse não condizia com o título da série. Conheço muitas pessoas que tem preconceito e não dão uma chance nem para o episódio piloto por apenas pressupor que é uma 'série de garotas'. Mas pessoal, eu juro que vocês vão se surpreender!

Catherine não é aquela mocinha submissa, chata e sem personalidade. Ela luta, ela toma decisões importantes, ela age. Vincent não é o ponto fraco dela, ele a torna mais forte. Com a ajuda do instinto animal dele, vááááários assassinatos são resolvidos. Há explosões, mortes, suspense. E claro, amor. Há uma forte relação entre os personagens principais, mas isso não torna a série frágil, muito pelo contrário, nos envolve mais e motiva a fazer uma maratona!

Com traços de suspense e drama policial, você ainda consegue dar risada! O humor da série é bem sutil, os personagens são tão 'normais' que você se sente parte do grupo de amigos. Destaque para J.T. (amigo de Vincent) que é sensacional! HAHAHA

Eu e minha mãe assistimos as duas temporadas em um suspiro e para ser sincera com vocês, estou com aquela sensação: 'nada e nenhuma outra série vai conseguir substituir Beauty and the Beast em meu coração', HAHAHA. Porém, o que me anima é saber que a 3ª temporada irá estrear em 21 de maio de 2015 (com 13 episódios, as duas primeiras tinham 22 episódios cada uma) e a 4ª temporada já foi confirmada!!!! 

Ah, mas também vale ressaltar que se você não gosta dessa coisa de esperar meses ou até anos para um final descente, a segunda temporada tem um final MUITO bom, não necessariamente irá precisar de uma continuação, porém se você é como eu (uma viciada em Cathy/Vincent/Tess/J.T) você vai querer mais e mais!

Agora é sua vez. Me conta, já conhecia? Gostou da dica de hoje?
- Ale

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Resenha: Um Herói Para Ela

Oi Pessoas!

“Um Herói Para Ela” é mais um livro nacional que li, porém este foi escrito por Lu Piras e publicado pela Editora Novas Páginas. E novamente eu me apaixonei pela história.

Estou começando a ver que as escritoras nacionais estão trazendo ação para os livros de uma maneira totalmente nova e mais ativa. A ação te faz prender a respiração. Coisa que eu não estava sentindo há algum tempo com livros estrangeiros.

Mas vamos à sinopse. Bianca Villaverde (carioca e advogada frustrada que faz péssimas escolhas para namorados) sonha em ser uma roteirista, mas sua autoestima baixa não a deixa progredir na vida. Cansada de ver a filha se autodestruir, Helena convence o marido a mandarem a filha para um curso de roteirista em Nova York. E não é surpresa para ninguém quando ela é aprovada e ganha a bolsa de estudos.

Ao chegar à cidade desconhecida (ou não tão desconhecida assim, porque Bianca consegue fazer ligação dos lugares com os filmes que assistia quando morava no Rio de Janeiro e isso torna o livro mais visual e incrível), ela vai morar com duas garotas. Nat e Mônica. Nat é a responsável pela difícil adaptação, mas Mônica se torna uma irmã logo de cara.

Mas não é só essa é a preocupação de Bianca. Diversas vezes ela se vê em perigo, mas felizmente existe um herói para salvá-la. Fácil? Não. A identidade de seu salvador é desconhecida. Porém também existe Paul (um bonitão e prestativo ‘amigo’) que não a deixa em paz. Ou seja, romantismo e galanteios não faltam.

Quis apresentar a história sem dar muitos spoilers. Acho que consegui, mas existem muitos suspiros que seria impossível eu descrever nessa resenha. Salvatore, um garçom misterioso, me deixa bobona e sem fôlego quando aparece. Um livro totalmente envolvente e que me faz querer meu “para sempre”, ou o mais importante, me faz acreditar que possa existir o “para sempre”.

E tem duas coisas que quero destacar nessa leitura. Primeiro a presença constante da famosa história “O Fantasma da Ópera” (que me faz correr pra ver o filme!) e também o final do livro com parte do roteiro escrito por Bianca no decorrer do livro. Lu Piras teve todo o cuidado com essa história e não poderia ter sido melhor, fiquei de boca aberta e me desesperei com Bianca, enquanto Salvatore me traz esperanças nesse mundo louco!

E você? Já leu? O que achou? Deixe seu comentário!

O blog da Ale deseja a todos uma FELIZ PÁSCOA, que sua família e você recebem muitas bençãos!

- Ale

Sensação Após o Término do Livro: Quero meu ‘Para Sempre’!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥

Um Herói Para Ela
Autora: Lu Piras
Editora: Novas Páginas
Média de Preço: R$29,90
Quantidade de Páginas: 313