segunda-feira, 28 de julho de 2014

TAG: Doenças Literárias

Ooooi!

Hoje trouxe pra vocês uma TAG super legal que encontrei por ai... achei super verdadeira, pois minha paixão por livros é realmente uma doença! HAHAHA

Então, especial pra vocês a TAG: DOENÇAS LITERÁRIAS

1. Diabetes: Um livro muito doce.

Eu acho que a Saga Crepúsculo é doce. Edward e Bella quando estão juntos são aquele casal meloso, grudento e que se fosse possível falariam com voz de bebê um com outro. São muito ligados e o amor sempre é colocado a frente na saga.

2.Catapora: Um livro que você leu uma vez para nunca mais na vida.


“Os Delírios de Consumo de Becky Bloom” – Sophie Kinsella. Não é um livro ruim, apenas não me encantou. Dá para rir um pouco com as maluquices da Becky, mas só. 

3. Influenza A: Um livro contagioso.


Acho que todos vão concordar comigo, que não apenas um livro, como um autor está se tornando contagiante, que é o John Green. Primeiramente, “A Culpa é das Estrelas” que está no auge no momento, mas ele já publicou vários outros livros que vem se destacando e já até foram confirmados como novas adaptações para o cinema, como é o caso de “Cidade de Papel” e "Quem é você, Alasca?".

4. Ciclo Menstrual - isso é doença?! -: Um livro que você lê todo mês e/ou ano.

“Harry Potter” – J.K.Rowling. Não adianta. Sempre que abro o armário, pego qualquer um dos 7 livros, abro numa página e a leio. Parece aqueles livrinho de mensagens de inspiração, mas é apenas minha paixão por Harry, Rony e Hermione.

5. Insônia: Um livro que você virou a noite lendo.


“Divergente” – Veronica Roth. Totalmente sem fôlego! Eu lia como se o livro fosse embora, fosse morrer, fosse virar um sem facção e eu nunca mais pudesse lê-lo. 

6. Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra.
Eu li “Para Sempre” e “Lua Azul” da Alyson Noel, mas não me lembro de nada! Incrível que é dos dois livros e tenho o terceiro volume (que também não lembro o nome) guardado no armário na pilha ‘vou ler’. (Tenho que confessar: tive que pesquisar esta doença, porque não me lembrava dos livros hahaha);



7. Asma: Um livro que te tirou o fôlego.


 “A Esperança” – Suzanne Collis. Neste livro, a rebelião acontece. Acontecem mortes que realmente me abalaram (sem spoilers, fiquem tranquilos!), eu fiquei com a respiração presa até o último capítulo querendo saber o que aconteceria com Katniss e Peeta, que já não eram mais os mesmos personagens dos outros livros. Isso realmente me abalou!

8. Má Nutrição: Um livro que você esqueceu de comer para ler.

“A Culpa é das Estrelas” – John Green. Fiquei totalmente envolvida, nada me faria desgrudar do livro. Chorei tanto, mas tanto, que minha mãe se assustou comigo. A falta de apetite durou a leitura toda e alguns dias até eu conseguir me recuperar (o que desconfio que ainda não consegui totalmente).

9. Doenças de Viagem: Um livro que te lembre/relacione com uma viagem.

“Gossip Girl” – Cecily Von Ziegesar. Este livro me marcou muito, pois eu estava viajando (nos meus 15 anos, fiz uma viagem de navio para Porto Belo e Santa Catarina) e logo no primeiro dia em alto mar fiquei tomando sol e lendo este livro. Consequência? Esqueci do tempo e quase não conseguia andar de tão queimada que fiquei. Detalhe: só a parte da frente do corpo ficou queimada! HAHA 

10. Parada cardíaca: Um livro que acelerou seu coração a ponto de você pensar que ele ia parar.


“Convergente” – Veronica Roth. Eu sabia o final, vi uma publicação no facebook e isso me desanimou. Não vou mentir, já esperava aquilo, mas não que iria ser da maneira que foi. Eu surtava, falava um monte pra Tris como se ela pudesse me ouvir e mudar o final da Saga. Mas infelizmente, ela me ignorou. Meu coração realmente se apertou e quase parou com a dor do Quatro. Nem sei se consigo ler os contos que a autora irá publicar sobre a história dele.

Sinta-se a vontade pra fazer a TAG e me conta o que vocês acharam!

- Ale

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Batalha de Séries: GOTxTWD

Oi Pessoas!!!

Hoje eu vim estrear uma nova coluna para vocês! Chama-se a “Batalha de Séries” e nada melhor começar com uma batalha NERD!!! Sim, eu sou NERD! E assumida!

Antigamente, quando eu era pequena, ficava muito brava  porque na escola me chamava assim, e eu acreditava que era só pelas minhas notas altas e hoje o NERD tem um novo significado:  pessoa estudiosa, que exerce atividades intelectuais, possui atitudes antissociais, interessado por cultura, livros e conhecimento

Portanto, sou NERD com orgulho! Mas então: por que não expressar isso pelas duas maiores sagas do gênero? 

Game Of Thrones x The Walking Dead

E que comece a batalha:

1)      Game of Thrones:


Sinopse: Essa vai ser a sinopse mais difícil de escrever de toda a minha vida. Ok. É a luta pelo trono de ferro de Westeros. Guerras, mortes e traições marcam a história. Nenhum personagem está a salvo, todos correm riscos e com o “inverno chegando” outros tipos de problemas surgem, fazendo assim os homens da Muralha da Noite se destacarem.

Personagem Favorito: Daenerys Targaryen, Filha da Tormenta, a Não Queimada, Mãe de Dragões, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi dos Dothraki, a Primeira de Seu Nome. (Sim, é uma pessoa só! Não fale mal dela na minha frente!)

Status: Quatro temporadas até agora e as quatro temporadas te fazem ficar de boca aberta. Cada detalhe é incrível e você se surpreende a cada episódio! Quinta temporada só em 2015, mas já foi renovada até a sexta.

Ponto Forte: história muito boa e bem construída, cenários e figurino incríveis, personagens fortes/marcantes, realismo em relação a morte (ninguém está a salvo);

Ponto Fraco: hiatus demasiadamente grande entre temporadas, poucos episódios, nenhum personagem está a salvo (qualquer um pode morrer em qualquer episódio);


2)      The Walking Dead:


       Sinopse: O apocalipse zumbi aconteceu! Os sobreviventes precisam lutar não apenas contra os ‘walkers’, como também com a falta de comida, a falta de segurança e com a imprevisibilidade do ser humano. Traições, desespero e cenas de tirar o fôlego fazem essa série ser uma das mais legais para mim. (E uma das mais nojentas!)

           Personagem Favorito: Daryl Dixon

          Status: Quatro temporadas e a quinta irá estrear em outubro de 2014.

Pontos Fortes: zumbis realmente incríveis, luta pela sobrevivência (tema que eu amo!); mostra as diferentes reações do ser humano sob pressão;

Pontos Fracos: Depois da primeira temporada o medo não são os zumbis e sim os humanos, história está se tornando repetitiva;


VENCEDOR:

Na minha humilde opinião, Game Of Thrones está melhor. Pois The Walking Dead não está inovando tanto, mas não tem como deixar de assistir! 

E vocês? Qual preferem? São NERDS também? Deixem suas opiniões!

- Ale

terça-feira, 22 de julho de 2014

Parceria: Acrobatas das Letras

NOVIDADE CHEGANDO AQUIIIIIIII!

É com MUITA felicidade que venho dizer pra vocês que o blog fechou uma parceira com o Sebo Acrobata das Letras e conseguiu descontos exclusivos!!!!

Quem se interessar dá uma olhada no site deles, o banner está ao lado ------>

E para conseguir DESCONTOS utilize o cógido: estantedaale

Não percam! Dá uma passada lá!

SEBO ACROBATAS DAS LETRAS

- Ale


domingo, 20 de julho de 2014

Resenha: Abandono

Olá Pessoas!

Que eu AMO Meg Cabot, não é segredo. E hoje vim falar de “Abandono” o primeiro livro de uma trilogia que aborda não somente o amor entre uma jovem adolescente com o Senhor da Morte, como também mitologia grega.

Pierce Oliviera nunca foi uma garota muito normal, e após ter uma experiência pós-morte as coisas pioraram. Sair fugida do Mundo Inferior parecia só ter irritado o Senhor da Morte, o sexy John. Porém, ele sempre estava salvando sua vida e Pierce não conseguia entender o porquê.

O livro faz referências à mitologia grega quase todo instante, afinal, o colar que John dá a Pierce para protegê-la do mal, na realidade, é o colar que Hades deu a Perséfone. E há também a presença das Fúrias, que torturam almas e possuem seres humanos com almas fracas o bastante para serem corrompidos.

Acredito que esse é um livro mais maduro da Meg, ela prende o leitor de uma maneira incrível. No início, eu estava lendo e pensei: ‘Meg, não comece o livro assim, quero detalhes, quero saber a história toda’ e ela me ouviu. (Ou pelo menos, fez o que eu pedi). Ela voltou ao passado, contando partes importantes da história de Pierce e John que eu queria saber para me envolver na história.

Achei sensacional a história criada com base no mito de Hades, e mais legal ainda é a escolha do nome para a trilogia: “Abandono” foi escolhido porque de certa forma, todos os personagens do livro são abandonados. Se você pensar, todos eles! E algo importante que a própria autora diz na parte ‘Notas da Autora’ é que a intenção ao escrever o livro era abordar sobre o que acontece depois da morte. Afinal, cada um tem sua crença, porém, Meg estudou várias teorias, inclusive faz referência a de Maria Antonieta e Luís XVI (que me deixou incrivelmente encantada como a história se encaixa perfeitamente! Por favor, leia a ‘Nota da Autora” quando terminar o livro).

E eu super recomendo! Tanto que já vou emendar a leitura com “Inferno” o segundo volume da trilogia Abandono. E logo logo, trago resenha pra vocês! 

Mas e aí? Já leram? Gostaram? Ficaram curiosos? Deixem a opinião de vocês!

- Ale

Sensação Após o Término: Quero continuação logo!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Abandono
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Média de Preço: R$35,00

Quantidade de Páginas: 304

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Dica: Exposição Castelo Rá Tim Bum

Oi gente!

Essa dica é especial para você que mora em São Paulo e assim como eu teve sua infância marcada pelo MELHOR PROGRAMA INFANTIL de todos os tempos: CASTELO RÁ TIM BUM!

O Museu da Imagem e do Som preparou uma mostra incrível com tudo de melhor que tinha no programa. Para quem não lembra: o programa foi produzido em 1995 pela TV Cultura e com a média de 12 pontos de audiência (a maior marca da TV Cultura até hoje) teve a presença de grandes nomes como Rosi Campos (Morgana) e Sergio Mamberti (Tio Victor). Porém, não desmerecendo os outros integrantes da história, os 'principais' eram Cássio Scapin (Nino), Freddy Allan (Zequinha), Luciano Amaral (Pedro) e a Cinthya Raquel (Biba).  

Um programa educativo que caiu no gosto popular. Contando histórias, ensinando músicas, os personagens conseguiam prender a criançada. E foi lá que surgiu o grande bordão: "Porque sim, não é resposta!" ou a música "Meu pé, meu querido pé que me aguenta o dia inteeeeeeiro, meu nariz, meu pescoço e meu toráx, o meu bumbum e também o fazedor de xixi..." HAHAHAHA Como não amar????

Assim, além de contar sobre a exposição que irá apresentar não somente os cenários do castelo, como também as roupas utilizadas e videos do programa. Vim contar umas coisinhas que você não sabia sobre o programa!

Por exemplo, você sabia que o clipe da música "Lava a mão, lava a outra, lava uma..." apareceu em apenas em 16 episódios? (Minha amiga é uma das crianças do clipe!!!) A biblioteca do castelo tinha cerca de 6 mil livros, e a maioria foi doada pela antiga Editora Circulo do Livro, porém a produção (além de dividir um livro doado em dois) teve que completar com isopor pintado a mão para parecer sequências. O visual do Tio Victor foi baseado no criador do Dr. Frankstein e no pintor Salvador Dali, já a roupa do Nino é uma roupa típica do inverno Europeu do século 15! 

E uma das histórias mais surpreendentes foi publicada esse ano ainda pelo Pascoal da Conceição no facebook dele: ele escapou de um assalto, por ser o Dr. Abobrinha!!!! (Quer ler? Clique AQUI!)

E só pra me achar um pouquinho, minha professora de teatro do colégio era a fadinha rosa do lustre! HAHAHAHAHAHA

E se você quer relembrar as incríveis histórias:

Castelo Rá Tim Bum - A Exposição
Museu da Imagem e do Som - MIS
Avenida Europa, 158 - Jardim Europa - São Paulo - SP - Tel.: (11) 2117 4777
Terça a sexta, 12h às 21h; sábado, 10h às 22h; domingos e feriados, 10h às 20h.
Venda antecipada pelo
 site www.ingressorapido.com.br.
Ingresso: R$ 10 (inteira) ou R$ 5 (meia)
Pela internet: R$ 30 (inteira) ou R$ 15 (meia)

 - Ale

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Resenha: Luxo

Oiiii Pessoas!

Hoje vim falar de mais uma série de livros, mas, mais especificamente do primeiro da série Luxo de Anna Godbersen!

Não vou mentir. Confesso: o que me atraiu foi a capa! Eu amo ler livros de época, onde as mulheres eram mais bem vestidas e os homens mais galantes. A ideia de ser um "Gossip Girl" também ajudou, mas sabia que haveria mudanças, pois a história se passava em outro século. E não é que o livro me surpreendeu? Achei melhor que GG!

Bom, vamos falar um pouco sobre a sinopse. A história se passa em 1899 e conta sobre as irmãs Elizabeth e Diana Holland, muito ricas e cercadas pela alta sociedade nova-iorquina, suas vidas também são acompanhadas de traições, escândalos e inveja!

Um mundo baseado nas aparências, onde Elizabeth precisa se casar após um acordo familiar com Henry Schoonmaker, porém, é bom ressaltar que nem todos aceitam muito isso bem, Penelope Hayes é uma das principais pessoas que se opõem ao casamento do melhor partido da temporada. Mas não é só do glamour que a história fala, existem personagens mais simples como o cocheiro Will e a criada Lina Broud que será famosa por seus escândalos!

O final me deixou com vontade de ler o próximo livro. Suspense e o gostinho de quero mais te prendem a história! Acho que o maior problema dessa série é realmente o preço! Mas realmente achei que vale a pena. Quero muito a continuação! A Editora Rocco já lançou por aqui as continuações: “Intriga” e “Inveja”, porém ainda não achei previsão de lançamento para “Esplendor”. Pretendo ler a série completa e quando isso acontecer, venho dizer pra vocês como são essas continuações!

Gostou? Já leu? Me conta!

- Ale

Sensação Após o Término: Quero outro!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥

Luxo
Autora: Anna Godbersen
Editora: Rocco
Média de Preço: R$46,00

Quantidade de Páginas: 397

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Resenha: Julia Quinn

Oi gente!

Hoje eu vim dar uma dica especial pra vocês fãs de romances históricos. O nome da vez, na minha opinião, é: Julia Quinn. Até o momento ela possui três livros publicados aqui no Brasil, porém é uma série que tem previsão de ter mais cinco livros, totalizando oito.
 
Os Bridgertons são uma família nada convencional para o ano de 1814, sendo oito irmãos e cada um ganhando um livro, tive a oportunidade de ler dois deles e já tenho o terceiro me esperando aqui na estante...

“O Duque e Eu” conta a história de Daphe Bridgerton e o Duque Simon Basset. Ela está a procura de um marido e ele quer fugir das mães de solteironas desesperadas. Um acordo que a princípio tem tudo para ser um sucesso. Daphe começa a ser cortejada e Simon é deixado em paz nos bailes, porém, o sentimento começa a surgir e ele a fugir.

O segundo livro é o “O Visconde que me Amava”, este é sobre o visconde/irmão mais velho: Anthony Bridgerton e Kate Sheffield. Uma história que se aprofunda na antiga tradição da ‘idade certa para casar’. Anthony acredita que está na hora de procurar uma esposa e quem melhor do que: Edwina Sheffield, a mais cobiçada das moças da sociedade naquele ano? Porém, ele tem um grande problema pela frente... para conseguir a mão de Edwina, é preciso ter a permissão de sua irmã, Kate que também precisa arrumar um casamento naquele ano.

O terceiro livro é “Um Perfeito Cavalheiro” que conta a história de Benedict Bridgertons e Sophie Beckett, este, em breve trarei uma resenha mais detalhada para vocês, afinal, é um dos próximos livros da minha lista!

O que me chamou a atenção, foi que Julia Quinn mostra que na antiga sociedade do século XIX também existia a fofoca. Não sei qual foi a intenção da autora, mas senti uma referência de Gossip Girl com a presença constante de “Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown”, uma colunista do jornal que conta todas as novidades e dá sua opinião sobre a sociedade no início de cada capítulo.

Humor, descontração, romance, encantamento!  Julia Quinn une tudo nessa série contagiante! Suas cenas de romance não se tornam vulgar em momento algum, ela prioriza o sentimento dos personagens trazendo até mesmo risadas a sua história. Recomendo muito, virei fã!

Sensação Após o Término: Amei, preciso de outro!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

O Duque e Eu
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Média de Preço: R$29,90
Quantidade de Páginas: 288

O Visconde Que Me Amava
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Média de Preço: R$29,90
Quantidade de Páginas: 304

Um Perfeito Cavalheiro
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Média de Preço: R$29,90
Quantidade de Páginas: 304





sábado, 12 de julho de 2014

Resenha: Quem é Você, Alasca?

Oi Pessoas, terminei de ler “Quem é você, Alasca?” do John Green e vim contar um pouquinho do que achei para vocês.

Para quem não sabe, esse é o primeiro livro que o ‘João Verde’ escreveu e ele já foi rejeitado por produtores cinematográficos antes da ‘A Culpa é das Estrelas’ ser o fenômeno que é hoje. Porém, agora com o sucesso de Hazel Grace e Gus, foi reavaliado e será filme!

O livro conta a história do Miles, mais conhecido como Gordo (ironicamente, já que o personagem é magricelo), um garoto que tem problemas de relacionamento no colégio onde estuda e em busca do ‘Grande Talvez’ convence os pais a ir para um colégio interno. Lá, além de uma amizade com Chip (também chamado de Coronel), Miles conhece Alasca. Uma garota bipolar, inteligente, espirituosa, envolvente e muuuito problemática.

O livro é dividido em duas partes, sendo que essa divisão é feita pelo ápice da história. Inicialmente, muito sem sal, você fica na dúvida se o livro realmente conseguirá te envolver até o final. Mas quando as páginas do ‘Depois’ chegam, John Green dá o show dele. Faz-nos refletir e valorizar quem somos e o que temos.

Basicamente, a intenção do livro é nos mostrar o quanto as pessoas podem nos mudar. Que cada escolha que você faz, não impacta somente na sua vida e sim em todas as pessoas ao seu redor.

Para mim, o livro voou. Envolvi-me e chorei junto com o Gordo em sua descoberta sobre o ‘labirinto do sofrimento’. Alasca não é e nem se tornou minha personagem favorita, mas realmente senti sua história. E isso que me faz indicar o livro a vocês.

Espero que o filme seja envolvente e fiel aos textos do John Green, principalmente, o texto final que é o trabalho para o Sr. Hyde. Um texto que deveria ser lido integralmente nas telonas!

- Ale

Sensação Após o Término: Valeu a pena!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥ 

Quem é você, Alasca?
Autora: John Green
Editora: WMF Marins Fontes
Média de Preço: R$29,90 (Mas muitas vezes, encontra em promoção!)
Quantidade de Páginas: 229




sexta-feira, 11 de julho de 2014

TAG: Isso ou Aquilo

Oi pessoas!
Hoje vim fazer a TAG que a Milena no blog Álbum de Leitura me indicou!
Sintam-se a vontade pra fazer a TAG e para conhecer um pouco mais dos meus gostos e preferências!

1 - Áudio book ou físico?
Físico, sempre.

2 - Capa dura ou mole?
Capa bonita.

3 - Ficção ou não-ficção?
Ficção.

4 - Fantasia ou vida real?
Os dois? HAHAHA. Depende do meu momento!

5 - HP ou Crepúsculo?
Harry Potter. É épico!

6 - Ebook ou livro físico?
Físico, sempre.

7 - Comprar ou pegar emprestado?
Comprar. Sou viciada no cheiro do livro novo e não existe melhor sensação de saber que aquela história é sua!

8 - Livro único ou série?
Depende. No momento estou lendo muitas séries, mas não gostos das longas e que demoram anos para saírem a continuação.

9 - Livraria física ou virtual?
Quem não ama ir a uma livraria? Mas, atualmente, os preços não estão compensando. A diferença é absurda e ainda você corre o risco de não ter o livro desejado. Pela internet, é difícil não ter disponibilidade do produto.

10 - Livro longo ou curto?
Loooongo. Minhas experiências com livros curtos não foram boas, parece que o autor corre com a história.

11 - Drama ou ação?
Os dois juntos. ;)

12 - Ler no seu canto ou no sol?
No meu canto. Cama. Sofá.

13 - Chocolate quente, café ou chá?
Chá.

14 - Ler resenha ou decidir por si?

Depende. Se eu já conhecer o autor, decido por mim. Gosto de resenhas para descobrir livros novos e autores novos. 


- Ale