sexta-feira, 23 de junho de 2017

Words Challenge #7

Olá amores!

A cada dia, eu fico mais animada com os desafios que eu e a Pâm do Interrupted Dreamer trazemos. Hoje, o tema é STALKER e as palavras não poderiam ser mais variadas: cocada, tangerina, luz do sol, sorriso e cabelo. Vamos ver como ficou?


Words Challenge #7

"O professor entra na sala de aula e nos cumprimenta. Que saco... Não aguento mais fazer faculdade durante a noite... Trabalhar o dia inteiro e ainda ter que aguentar um monte de blá-blá-blá na hora em que eu deveria estar dormindo? Eu funciono melhor sob a luz do sol, por que ninguém consegue entender isso?

Passo as mãos pelo meu cabelo e procuro pontas duplas. Tudo é mais interessante do que ouvir sobre a crise financeira no século passado. Que vontade de gritar... O celular vibra. Notificação do facebook. Ele postou uma foto. Droga. Preciso sair daqui.

Pego minhas coisas e saio correndo para o banheiro. Sinto o olhar do professor nas minhas costas. Se eu faltar em mais uma aula, pego dependência. Mas poxa... Como eu deveria me controlar? Meu ex colocou uma foto há menos de.... 2 minutos? Eu demorei todo esse tempo para chegar ao banheiro? 

Esbarro em uma menina que me olha feio. Dou um sorriso sem graça lhe pedindo desculpas. Me tranco no reservado. Eu e ele terminamos há 3 meses, mas ainda não consegui desativar as notificações do perfil. Ok... Vou ser sincera, eu ativei esse aplicativo após ele terminar comigo. Mas é totalmente compreensível, certo? Preciso entender o que fiz de errado.

Abro a foto e para minha surpresa, ele não está sozinho. Três garotas. Três garotas e ele. Onde será que estão? Dou zoom e tento observar os detalhes em volta... Parece aquele barzinho na esquina onde tem produtos naturais. Nossa, que vontade de tomar um suco de tangerina. Quem sabe não dou uma passadinha por lá antes de voltar para a sala de aula?

Saio da faculdade quase que correndo. Tropeço na escada duas vezes, atravesso a rua. Uma moto não me vê. Nossa, essa foi por pouco... Culpa do motoqueiro, não minha. Eu estou a alguns metros da faixa de pedestres...Eu o vejo. Camiseta branca e jeans azul claro. Ele morde uma cocada e o meu coração aperta. Ele sorri. Não, não é para mim.

Ouço a buzina. Uma luz forte vem em minha direção. Tudo tão rápido. Fecho os olhos. A última coisa que vi foi aquele sorriso. A lágrima escorre. Sinto o impacto chegar. Tudo roda, eu caio. 

- Você está bem?

Abro os olhos devagar. O garoto loiro de jaqueta vermelha me encara assustado. Onde estou? Morri? Nossa, mas nem doeu... Pego a mão do garoto e levanto. Estou tonta e pela primeira vez em minha vida, não sei o que dizer para me justificar. Acho melhor ser honesta, afinal, é só um lindo estranho que acabou de salvar a minha vida. Será que ele tem facebook?"


- Alessandra Salvia

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Livro: Um Dia dos Namorados (Im)Perfeito

Olá amores!

O blog está trazendo um monte de dicas que saíram em especial ao dia dos namorados que foi semana passada, ou seja, o clima ainda está mega romântico por aqui, rs. Então, trouxe para vocês a resenha de "Um Dia dos Namorados (Im)Perfeito" da Larissa Siriani, uma das minhas autoras preferidas!



Infelizmente, você não poderá ler a resenha se ainda não leu "Amor Plus Size", porque eu vou ter que dar alguns spoilers sobre a história, tudo bem? Com isso, eu já te aconselho a correr para o post em que fiz a resenha completinha do livro anterior para vocês não perderem nada, ok? VALE MUITO A PENA! 

Clique AQUI para ler a resenha de "Amor Plus Size".

Nesse conto, saberemos como nossa querida Mai está após 6 meses de namoro, mas dessa vez, veremos o relacionamento com a visão de Isaac, o nosso querido apaixonado por fotografia é o narrador da obra.



Conforme o enredo avança, temos algumas complicações que tornam a história real. divertida e muito apaixonante. Ah, e o mais legal disso tudo é que o final é fechado, esse conto veio para nos contar como o casal de adaptou e como convivem com as diferenças. Ou melhor dizendo, quais diferenças? Ela ser uma modelo pode deixar a escolha de um presente bem difícil, mas nunca vi sintonia maior. Eita casal que sabe encantar o leitor!

Eu adoro a forma descontraída e simples que a Lari escreve e dessa vez não poderia ser diferente. Eu devorei cada palavra e deu para matar um pouquinho da saudade dos meus queridos personagens. Lembrando que talvez, em breve, teremos o spin off da Duda, hein? A propósito, vocês já viram o prólogo desse novo projeto? Clique AQUI!

Com isso, finalizo minha resenha feliz da vida por ver o quanto a Maite cresceu e se tornou aquilo que ela merece ser: plenamente feliz!!! *-* 

P.S.: CORRE PARA A AMAZON, PELO AMOR DE DEUS!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia


segunda-feira, 19 de junho de 2017

Cinema: Mulher Maravilha

Olá amores!

Estou muito atrasada? Mil desculpas, essa minha vida de correr para hospitais, trabalhar e blogar foi bem complicada nas últimas semanas. Mas cá estou eu, de volta e com um post (finalmente!) que faz parte da Liga da Justiça dos Blogs, vocês lembram da liga? Vou deixar o link dos participantes aqui para vocês correrem para conferir as opiniões deles também...  LP, do Quatro Selos, a Juju do As Besteiras que me Contam, a Tami do Meu Epílogo, a Carol do Espilotríssimo, a Clay do Sai da Minha Lente, a Teca do Casos, Acasos e Livros e a Pâm do Interrupted DreamerSendo assim, bora falar da grande estreia do mês? "Mulher Maravilha"!!! 


MEU DEEEEEEEUS! O quanto eu estava ansiosa para ver uma mulher lutando e salvando o mundo nas telonas. Acho que foi um grandíssimo acerto da DC, não tenho nem palavras para dizer o quanto eu amei o filme. Claro que não vou tirar o mérito da Gal Gadot que estava incrível!


O enredo pode sim ser divido em partes, porém não acho que faça diferença, até porque os elogios virão de qualquer forma. Uma história coerente, que precisava ser contada e muito envolvente. Saber como a Mulher Maravilha se tornou a grande heroína, suas origens, sua essência, seu desenvolvimento e quem ela quer se tornar fez a diferença para o público.

A atriz que a interpreta, Gal Gadot (que estava grávida de poucos meses durante as filmagens) se tornou a personagem completa. Sua atuação foi magnifica, sua postura e reflexões tornaram a obra mais impactante. Principalmente, nas sequências de ação... Que cenas! A produção também foi impecável com os efeitos e fotografia.


Claro que também devo destacar o trabalho do Chris Pine como Steve Trevor. Ele foi um excelente par da heroína trazendo-a para a realidade quando necessário, sabendo respeitar os momentos mais difíceis, sempre apoiando e explicando tudo que era necessário para a Diana viver na sociedade, afinal, além da Mulher Maravilha, a grande heroína, há a mulher, a amazona Diana que viveu toda a infância em uma ilha rodeada de guerreiras sem qualquer tipo de contato com a civilização

O tom do romance foi muito bem colocado, assim como a comédia. Pequenos nuances que completam a história, nada disso é o foco, mas são elementos que agregam positivamente ao filme. Aliás... Já adianto que é impossível não se emocionar com a história de amor entre Steve e Diana. Pois é, eu sou dessas e podem me julgar!


Quanto ao vilão... Olha, vou ser sincera ao dizer que ele foi tão secundário para mim que nem precisava existir, rs. Claro, ele trouxe um toque mais 'obscuro' e místico para a obra, mas nada que tenha roubado meu fôlego. Todo o brilhantismo do filme fica por conta de Gal e Chris Pine, além da diretora que super acertou! (Acho que eu estava um pouco traumatizada após 'Esquadrão Suicida, rs).


Ai ai ai... Vocês viram o quanto eu amei, não é? Super recomendo, acho que vocês precisam correr para os cinemas. Lembrando também que nossa Gal volta as telonas ainda este ano com a "Liga da Justiça", então dá para exaltar ainda mais o trabalho da atriz que fez de "Mulher Maravilha" um dos melhores filmes do ano!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Incrível

- Alessandra Salvia

domingo, 18 de junho de 2017

Série: Orange is the New Black - Season 5

Olá amores!

Falar sobre "Orange is the New Black" nunca foi tão fácil. A temporada cinco estreou semana passada e eu consegui acabar em um final de semana mesmo, afinal, foi tudo tããããão ágil e emocionante que não conseguia parar. Mas relaxa, que não teremos spoilers!


Para quem não sabe, a série retrata a vida de uma prisão feminina de segurança mínima. Lá, diversas mulheres (de idades e etnias variadas) precisam aprender a lidar umas com as outras e também com as injustiças/problemáticas sociais.


O que eu mais gosto em 'Orange' não é a comédia, como grande parte do público a vê, mas sim os dramas e questões sociais que ela aborda. O enredo é ousado, levanta questões importantes e que pode sim gerar desconforto para alguns, afinal, é uma história para todos saírem da zona de conforto e mostrar a realidade de muitas mulheres espalhadas pelo mundo. Nessa temporada o foco maior é na rebelião, então novamente tivemos discussões extremamente polêmicas e que precisam de destaque.

Não existe uma protagonista central, cada mulher cumpre seu papel e tem seu momento de brilhar. Acho que desta vez, foi a vez de Taystee (uma das minhas favoritas já que ela AMA fazer referências ao mundo de Harry Potter, rs). A moça nos mostra o quanto as prisões podem ser injustas, já que, seria uma reabilitação para aquele ser humano voltar a ter condições em viver na sociedade, porém não. O modo como elas são tratadas, como sobrevivem... Tudo é péssimo, há exploração e muito preconceito.


Considero essa season 5 uma das melhores. Claro que o final da temporada 4 nos deixou com o coração na mão, mas novamente 'Orange' veio e se superou. Sério... Perdi a conta de quantas vezes chorava enquanto assistia... Muitas vezes, o que essas garotas passam é desumano, mas não deixa de ser real. Minorias. Elas retratam as minorias que não tiveram oportunidades na vida. E está na hora da população acordar e apoiar esses centros de reabilitação. 

Outro ponto que quero destacar é a presença de Uzo Aduba nessa série. QUE MULHER! QUE INTERPRETAÇÃO! Nossa querida Suzanne "Crazy Eyes" traz aquelas cenas que você fica vidrada vendo o show que ela dá. Ela te convence. Ela é incrível!


Mas claramente, não posso ignorar o fato de que novamente os livros são de grande auxílio ao enredo. Na verdade, o mundo cultural aqui de fora é muito presente na história. Filmes, séries, personalidades... As detentas fazem menções ao mundo real o tempo todo e eu, como uma fã de literatura, destaco aqui alguns dos livros que apareceram nessa temporada (ah, e se você é como eu, prepara o coração para o episódio 7. É INCRÍVEL!):

- Alice no país das Maravilhas (Lewis Carroll);
- The Longest way Home (Andrew McCarthy);
- Citação da página 70 do livro da Maya Angelo;
- Comer, Rezar e Amar (Elizabeth Gilbert);
- Call It Spleep (Henry Roth);
- Cathedral;
- Handsome Road (Gwen Bristow);
- The Haiku Handbook (William J. Higginson);
- Pai Rico, Pai Pobre (Robert Kiyosaki);
- Cooking for one;

Dentre vááááááárias outras!!!!


Ah, e sim a Piper e a Alex aparecem e tem cenas fofinhas, rs. Os fãs do casal ficarão bem contentes com o que está por vir <3

Sendo assim, finalizo minha crítica da season 5 com diversos elogios e implorando por uma próxima temporada para ontem. Pessoal, a Netflix é mais que Sense8 (por mais que eu ame e esteja triste com o cancelamento), vamos dar uma chance para "Orange is the New Black", uma série realista, necessária e muito bem produzida.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Emocionante demais!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Livro: Amor e Outras Confusões

Olá amores!

Eu sei, estou em dívida com vocês, porém passei muuuuito mal semana passada, fui 3 vezes ao pronto socorro e agora estou fazendo um tratamento para labirintite que me dá muito sono. Ou seja, já sabem que posso atrasar mais alguns posts dessa semana, por mais que estejam todos escritos e programados, confesso que responder comentários não será uma das prioridades no momento. Mas assim que tudo normalizar, eu volto correndinho para vocês! 


Porém, vamos deixar de conversa e falar um pouco sobre "Amor e Outras Confusões", um conto que faz parte da série Devaneios, escrito pela Nohane Carvalho. Eu já trouxe resenha de "Os Devaneios de Uma Famosa em Apuros" (clique AQUI para ler) e só de lembrar da experiência literária já fico empolgada. É um romance extremamente divertido e apaixonante!

Nesse conto especial de dia dos namorados, vemos uma Helena mais madura e entregue ao amor. Mesmo com alguns probleminhas para conciliar a vida profissional com a pessoal, ela nos mostra que é possível quando realmente queremos algo.

É uma leitura para se apreciar aos suspiros. Thor está mais (sexy) doce do que nunca! Super dedicado e preocupado em fazer dar certo, mas é claro que nem tudo é simples quando a mãe do nosso músico entra novamente na vida do casal.


A história é enxuta e nos entrega aquilo que buscamos: sentimentos definidos e intensos. A leitura é bem rapidinha, demora cerca de 1h ou menos e é muuuuuito divertida! O final deixa um gostinho de quero mais irresistível e confesso que eu surtei DEMAAAAAIS com a revelação. Não estou sabendo lidar, HAHAHAHA. ♥ 

E não posso ignorar o fato de que na nota da autora tem algumas informações empolgantes! Vem livro novo por aí da Nohane e teremos sim Devaneios 2!!!!! Nem sei se poderia contar, mas eu já estou soltando o spoiler porque é tanto amor por essa série que eu preciso compartilhar. Tudo é simples, emocionante e que toca o coração do leitor. Suuuuper recomendo!


Ah, meus amores! Quase me esqueço... Esse conto está GRATUITO na Amazon, viu? Corre lá que o lançamento foi ontem e se você se apaixonar (como eu), corre para adquirir seu "Devaneios de uma Famosa em Apuros" que está com uma condição bem bacana de pagamento.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Apaixonante!

- Alessandra Salvia

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Livro: Meu

Olá amores!

Feliz Dia dos Namorados!!! ♥ E para comemorar, eu trouxe a resenha do lançamento do dia: "Meu", um conto da série Segredos escrito pela nossa autora parceira, Cinthia Freire. Importante dizer que este só pode ser lido se você já meu os dois primeiros volumes da série, "Meu Erro" e "Minha Rendição", tudo bem? Mas hoje, vou fazer uma resenha sem spoilers para vocês conseguirem perceber o quão intensa essa série é.


O foco da história é no casal de "Meu Erro" (Gabe e Carol) que nos mostra o quanto o amor é valioso nos dias de hoje. Com problemáticas reais e extremamente fortes, ambos precisam lidar com fragilidades pessoais para tornarem o relacionamento mais estável. Porém, o problema já começa quando há segredos entre eles.

O mais interessante do enredo é que ele nos mostra como a vida é cheia de altos e baixos. Podemos sim estar com quem amamos, mas isso não quer dizer que viveremos felizes para sempre. Cada dia é uma luta, cada dia é uma superação. O fato de existir um sentimento tão forte como o amor que faz as pessoas quererem estar perto e terem a força de vontade para consertar as coisas... UAU! Fico sem fôlego só de pensar!

A escrita é muito simples e fluída. Li em algumas horas e fiquei refletindo sobre vários momentos específicos... Por exemplo, o que eu faria no lugar da Carol? Eu teria essa 'calma e auto controle'? Afinal, Gabe é um garoto 'quebrado', há vários conflitos que eles precisam superar diariamente para terem a serenidade de manter o relacionamento intacto. E é isso que me  faz ressaltar o sentimento da Carol para com Gabe. É tão forte a ligação de ambos que é impossível se afastarem. Ela é fiel ao que sente, está ali nos momentos mais difíceis e consegue ser altruísta o bastante para abrir mão do seu bem estar pelo namorado. Um sentimento admirável.


Já Gabe é aquele tipo de rapaz que acredita que precisa proteger seu amor dele mesmo. A falta de auto confiança e os problemas do passado o impedem de seguir em frente. Com isso, nesse conto vemos um amadurecimento do personagem, como ele pode fazer a diferença e talvez se redimir perante aqueles que estão sempre presentes.

Ah, e eu ameeeei a presença da Clara no conto. A irmãzinha de Gabriel cresceu e apareceu. As cenas da garota sempre são fofas e emocionantes. Fiquei lembrando de "Minha" e pensando no quanto Laura ficaria feliz com sua menina, aliás... Percebi o quanto a doce Laura faz falta. 😔

Não importa se você está solteira ou namorando nesse dia dos namorados, "Meu" é uma história para quem acredita no poder do amor. Para quem acredita que vale a pena sim acreditar no próximo e se joga quando o amor é verdadeiro. Corre para a Amazon que o conto está sendo lançado hoje!!!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

domingo, 11 de junho de 2017

Série: Famous in Love

Olá amores!

Já estão acostumados com a dica de séries aos domingos? Estou feliz que esteja conseguindo manter a coluna com novidades e hoje a dica é de "Famous in Love", a nova série da I. Marlene King, produtora de Pretty Little Liars


Baseada nos livros da autora Rebecca Serle, a série foi lançada de maneira diferente. A Freeform já colocou todos os 10 episódios disponíveis no serviço de streamming do canal, ou seja, só basta sabermos se a história será renovada, porque tudo que tinha já nos foi entregue.


O enredo é sobre Paige, uma garota normal que sonha em ser atriz. Após passar em um seleção com garotas dos EUA todinho, ela ganha o papel de protagonista da maior adaptação literária da história. Agora, Paige será uma musa do cinema e precisa lidar com o assédio dos paparazzi e com a falta de privacidade.

Confesso que muitas vezes foi uma enrolação só. Afinal, é da produtora de PLL, o que vocês esperavam? Mas esse formato de temporada mais curta funcionou melhor. Tudo bem que os vilões e motivações são bem fracos, eu precisava de algo mais intenso, sabe? 


Há um triângulo amoroso entre a protagonista interpretada por Bella Thorne, o melhor amigo (Jake) e o protagonista do novo filme (Rainer), este último bem problemático devo dizer... Alcoólatra, Rainer tem sua maneira de conquistar e mesmo não tendo uma resposta da Paige, já adianto que minha torcida é para ele. Acho Jake um pouco... Irritante, ele poderia ser mais direto e economizaria milhares de cenas cuja 'encheção de linguiça' é o foco. 

Claro, há alguns pontos positivos como o figurino e todo esse glamour de Hollywood, adoro as cenas que retratam o dia a dia de pessoas que precisam lidar com a exposição, acho interessante ver esse outro lado (o que me leva a ressaltar que diversas vezes lembrei de 'Entrelinhas' o livro que li da Tammara Webber). 


Não adianta falar sobre as atuações... Acho que até mesmo a Bella está fraca. Sinto que não tem alguém que puxe o melhor da atriz, mas infelizmente, o enredo te prende. É o famoso: é ruim, mas é bom. Ainda mais com aquele final de temporada decisivo para Paige. 

Com isso, não consigo te aconselhar a ver a série, mas caso se anime com a premissa, esteja preparado (a) para uma produção fraca que pode decepcionar.

Minha Classificação: ♥ ♥ (2/5) - Regular.

- Alessandra Salvia