sábado, 1 de agosto de 2020

Romances Darks

Olá amores,

Este é o ponta pé inicial para um guia de leitura que pretendo fazer da série Hades Hangmen que vocês tanto me pediram. Entretanto, realmente acredito que precisamos de uma introdução ao mundo dos darks, certo? Muitas pessoas me perguntam por direct o que seria um dark, o porquê eu os leio... Então cá está um resumão, antes de partirmos para o guia propriamente dito.


1) O que é um Romance Dark?
É um subgênero do romance new adult, num nível mais sombrio, mais perturbador, intenso. Temas como drogas, sexo, abusos (tanto físicos quanto psicológicos), crimes, violência são recorrentes e nem sempre a redenção de tal personagem ocorrerá. Em um dark, o psicológico do leitor é levado a limites e não é porque você os lê que concorda com os acontecimentos, apenas entende que a linha entre bem e mal é tênue. Quem iniciou o gênero no século XVIII foi o Edgar Allan Poe e no âmbito nacional, Álvares de Azevedo.

2) Todo Romance Dark é romantizado?
Não. E para você diferenciá-los é bem simples: caso o abuso esteja caracterizado como passado ou presente de determinado personagem, mas não diretamente relacionado com o parceiro, o caso não é romantizado. Porém, ao quando o abuso vem desse parceiro, sim, isso é a romantização. 

Vamos a exemplos: 
Não Romantizado: Séries Hades Hangmen. Mae, Lilah e Maddie vivem em uma comuna, no qual o abuso as marca e quando encontram seus repectivos parceiros precisam lidar com os traumas e cicatrizes do passado (não estou dizendo que não existem outras problemáticas a serem consideradas em relação aos parceiros, mas o abuso em si não é um deles). 


Romantizado: 365 dni. Aqui, Laura é sequestrada e se apaixona pelo seu sequestrador. O abuso existe e está relacionado ao parceiro. 


3) O porquê eu leio Romanaces Darks:
Como uma apreciadora de romances com mais de 10 anos de vida literária, eu cheguei a um momento no qual me via estagnada. Era sempre 'mais do mesmo' e por mais que clichês não me incomodem tanto, eu sentia que precisava de mais, precisava de obras que me colocassem para pensar. Eis que achei o tom sombrio que buscava. Cada caso é um caso e essa é mágica dos livros, o que funciona comigo, pode não funcionar com você, mas ao gerar um diálogo sobre temas considerados tabus, já acho válido! Respeito se o gênero não é para você, mas também peço que respeite que o gênero me agrada.

4) Qualquer um pode ler Romance Dark?
Por mais que eu queira que muita gente conheça os meus livros favoritos, tenho consciência que a resposta aqui, novamente, será um severo: NÃO. Você precisa estar emocionalmente bem para ler um livro assim, pois muitas cenas são explícitas e chocantes. Leitores mais sensíveis ou propensos a gatilhos precisam ficar longe do gênero. 

P.S.: E se você me conhece, sabe que meu emocional não está dos melhores no momento e existem sim gatilhos fatais para mim, por isso pesquiso muito antes de selecionar uma leitura. Minha dica para você é ler resenhas (sem spoilers) antes de começar qualquer livro e tirar dúvidas com quem já leu, assim você descobre se determinada obra pode ser lida com segurança. 

P.S.2: Nossa, mas que burocracia para escolher uma leitura, Ale! Migos, leitura é prazer e se você não tem paciência para escolher, sinto dizer que você não está aproveitando a jornada de ser leitor direito. 😁 

5) Outros exemplos de Literatura Dark:

Série Born in Blood Mafia Chronicle da Cora Reilly:


Sinopse de "Ligados pela Honra": "Nascida em uma das principais famílias da máfia de Chicago, Aria Scuderi luta para encontrar seu próprio caminho em um mundo onde não há escolhas.aos quinze anos, ela foi escolhida para ser a aliança que uniria duas das maiores máfias americanas, casando-se com ninguém menos que ‘o vice', Luca Vitiello, o próximo capo da máfia de Nova Iorque. Agora, aos dezoito, o dia que ela mais temia se aproxima: o do seu casamento. Apesar da fama que seu futuro marido carrega, e do medo que ele causa nela, Aria sabia que não tinha escapatória, e teria não só que se casar com um homem implacável, como que conviver com pessoas que até bem pouco tempo eram inimigas declaradas de sua família.mas o jeito de predador alfa de Luca provoca nela um conflito interno; sentimentos novos; desejos sensuais e uma grande dúvida: seria aquele homem conhecido por não ter um coração capaz de amar?"


Série Devil's Night da Penelope Douglas:


Sinopse de "Corrupt": "Erika

Sempre me disseram que os sonhos eram os desejos do nosso coração. Meus pesadelos, no entanto, acabaram se tornando minha obsessão.

O nome dele é Michael Crist.
O irmão mais velho do meu namorado se parece com aquele tipo de filme de terror, onde você cobre o rosto com as mãos, mas espia por entre os dedos. Ele é lindo, forte, e totalmente assustador. Sendo uma estrela do basquete profissional, assim como foi no time da faculdade, ele estava mais preocupado com a sujeira em sua sola de sapato do que comigo.

Mas eu o notei.
Eu o vi e ouvi. Todas as coisas que fez, as façanhas... Por anos, apenas roí minhas unhas, incapaz de afastar o meu olhar.

Agora estava recém-formada no ensino médio e a caminho da faculdade, mas nem assim deixei de observar Michael. Ele é mau, e toda as coisas ruins que vi já não podem permanecer apenas em minha mente.
Porque ele finalmente percebeu minha existência.


Michael
O nome dela é Erika Fane, mas todos a chamam de Rika.
A namorada do meu irmão sempre frequentou minha casa, desde criança, e sua presença era constante à mesa do jantar. Todas as vezes que eu entrava na sala, ela abaixava o olhar, e mantinha-se imóvel quando eu me aproximava.
Sempre pude detectar o medo que a rodeava, e mesmo que nunca tenha possuído seu corpo, eu sabia que possuía sua mente. E aquilo era tudo o que eu queria, de qualquer forma.
Até que meu irmão se alistou no serviço militar, deixando Rika sozinha na universidade.
Na minha cidade.

Desprotegida.

A oportunidade era boa demais para ser verdade, assim como o momento. Porque, sabe... três anos atrás ela colocou alguns dos meus amigos do colégio na cadeia, e agora eles estavam em liberdade.

Nós esperamos. Fomos pacientes. E agora... cada um de seus pesadelos se tornaria realidade."


"Hunter" da Andy Collins:



Sinopse: "Uma década depois e essas palavras ainda permeiam meus pensamentos.

Antes, elas me causavam medo, mas aprendi a lidar com ele.
Transformei o medo em ódio, em uma motivação. O combustível que precisava e a justificativa perfeita para a escuridão dentro de mim.
Hoje eu tenho um plano, e não vou desviar, nem que isso signifique silenciar a única voz capaz de acalmar os demônios na minha cabeça danificada.
Eles roubaram a minha vida, e não a quero de volta.
Meu único desejo é acabar com a deles."


"Perverta-me" da Anna Zaires:


Sinopse: "Na véspera de seu aniversário de 18 anos, Nora Leston conhece Julian Esguerra e sua vida muda para sempre. Levada para uma ilha particular, ela se encontra à mercê de um homem perigoso e poderoso, cujo toque a faz queimar.


Um homem cuja obsessão por ela não tem limites.

Seu sequestrador é tão cruel quanto é lindo, mas sua gentileza é o que mais a abala. Levada para o mundo violento dele, Nora deve encontrar uma forma de se adaptar e sobreviver... e encontrar luz na escuridão."


"Catfish" da Lynda Throsby:


Sinopse: "Katherine trabalha no setor imobiliário e está no auge da carreira, mas sua vida amorosa tem sido um desastre total. Namoro on-line pode dar certo para a maioria das pessoas, mas ela não é a maioria, e até agora não teve sorte.
Com o George será diferente?
George é um homem solitário que odeia mulheres que se pareçam com sua mãe. E Katherine é a cópia fiel dela. Ele precisa dela.
Lewis é o modelo mais famoso do Reino Unido. Ele teve um relacionamento sério há anos e saiu magoado. E desde então só procurou sexo casual. Agora quer sossegar, ter algo mais sério, mas ainda está descrente; até conhecer Katherine. É amor à primeira vista. Ele acha sua beleza e curvas perfeitas, sob medida para ele.
Quem vai ficar com Kate?"



"Tarde Demais" da Colleen Hoover:



Sinopse: "Para proteger o irmão, Sloan foi ao inferno e fez dele seu lar. Ela está presa em um relacionamento com Asa Jackson, um perigoso traficante, e quanto mais os dias passam, mais parece impossível enxergar uma saída. Imersa em uma casa incontrolável que mais parece um quartel general, rodeada por homens que ela teme e sem um minuto de silêncio, também parece impossível encontrar qualquer motivo para se sentir bem. Até Carter surgir em sua vida.

Sloan é a melhor coisa que já aconteceu a Asa. E se você perguntasse ao rapaz, ele diria que também é a melhor coisa que já aconteceu a Sloan. Apesar de a garota não aprovar seu arriscado estilo de vida, Asa faz o que é preciso para permanecer sempre um passo a frente em seu negócio e proteger sua garota. Até Carter surgir em sua vida.

A chegada de Carter pode afetar o frágil equilíbrio que Sloan lutou tanto para conquistar, mas também pode significar sua única saída de uma situação que está ficando insustentável.

Colleen Hoover não tem medo de escrever sobre assuntos delicados e Tarde demais prova isso. Perpassando as formas mais cotidianas de machismo até as formas mais intensas e cruéis de abuso, a autora mergulha na espiral atordoante que é um relacionamento abusivo."


Desta forma, finalizo a postagem reforçando: ler um dark não é sinônimo de concordância com os fatos ali apresentados. Também pode ser um alerta, pode gerar discussões importantes sobre cada temática. Sai da minha zona de conforto e encontrei um mundo totalmente novo, realmente me senti renovada em relação as emoções que a leitura me proporciona.

- Alessandra Salvia

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Livro: Daqui a Cinco Anos

Olá amores!


Recentemente, a Editora Paralela trouxe para o Brasil o novo livro da Rebecca Serle, o chamado "Daqui a Cinco Anos" e chegou a vez de eu falar um pouco sobre essa história.


A obra retrata a vida da bem sucedida Dannie, uma mulher que tem sua vida toda planejada com o futuro marido, David. Ela sabe onde exatamente estará daqui a cinco anos, até que um sonho tão real com um novo rapaz em sua cama a desestabiliza. Será que Dannie está ficando maluca? Não, foi apenas um sonho. Ou melhor dizendo, é nisso que ela quer acreditar, até que algum tempo depois, o misterioso homem aparece em sua vida, namorando sua melhor amiga. O que será que o futuro lhe reserva?

Eu, particularmente, amei essa premissa! Achei que seria uma grande diversão ver o nervosismo de uma mulher estruturada se apaixonar de uma maneira tão proibida, porém infelizmente, não foi exatamente isso que aconteceu. É... Não tenho como negar que fiquei um pouco decepcionada, mas insisti na leitura e até que gostei do rumo tomado, o problema para mim foi o timing.

Percebi que a história é muito mais séria e profunda do que eu esperava. Existe uma mensagem positiva em relação a rotina e a planejamento, mas também realista e dolorosa. E talvez, o momento pelo qual eu esteja passando tenha colaborado para minha experiência de leitura não ter sido tão boa quanto o que eu esperava. Ler esse livro no meio da pandemia do coronavírus foi como me afundar mais em minha angústia pessoal, eu fiquei mal e meio que travei, sabe? Tanto que terminar a obra não foi tão fácil, eu tive que dar umas paradas para respirar fundo e conseguir entregar essa resenha para vocês. E que fique claro: não é um livro ruim. Muito pelo contrário, ele é intenso e muito bem construído. Só que não é para mim, não nesse momento.

Sabe o que é engraçado? O final é do tipo que eu mais gosto. Mostra o quanto a vida é cheia de oportunidades e possibilidades. Não, isso não é spoiler, é a proposta da obra e é muito válida. Eu realmente sinto muito por não ter tido a oportunidade de sentí-la de uma maneira mais positiva.


Lançado inicialmente apenas em e-book, deixo AQUI o link de compra. Só quero que vocês tenham certeza que é o momento certo para se aventurarem em um livro tão sensível assim, ok? Se sua resposta for sim, se joga que vale a pena!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ (3/5) - Bom!

- Alessandra Salvia

terça-feira, 28 de julho de 2020

Filme: A Barraca do Beijo 2

Olá amores,


Falar sobre "A Barraca do Beijo 2" será um pouco complicado, porque sei que muita gente problematiza as comédias românticas clichês e a produção da Netflix não é lá muito famosa por acertar no seu primeiro filme... Mas lá vamos nós... Sem julgamentos, ok?


É isso. Eu gosto de filmes clichês adolescentes considerados ruim pela crítica. Assumo e não tenho vergonha disso. Eu realmente gosto mais de 'A Barraca do Beijo' do que 'Para Todos os Garotos que já Amei'. Nessa continuação, Elle nos conta como foi seu último verão com o Noah e agora está na hora de seguir em frente, ele em Harvard e ela em seu último ano na escola. Lee continua um babaca e Rachel, sua namorada está começando a perceber isso. 


Pessoalmente falando, eu ainda prefiro o jogo da conquista que temos no filme 1, porém a maturidade dos personagens nesse 2 tem seu brilho. Noah, principalmente. Entendo toda a problemática de Jacob Elordi nessa produção: ele não queria filmar com sua ex-namorada (Joey King) e como profissional, ele passou para um outro nível de atuação quando aceitou o papel de Nate em Euphoria, só que para mim, isso deu um 'mal humor' bem vindo ao papel. 

Enquanto paralelo a Noah, temos uma Elle ainda mais solta, divertida e humana (Joey faz um ótimo trabalho se divertindo enquanto atua!). Por mais que ela esteja insegura, ela é realista e acima de tudo bem resolvida em relação a Lee e Rachel. Ressalto aqui que toda a problemática desse "trio" se deve APENAS a imaturidade e falta de diálogo de Lee. Ele sim é o ponto negativo. O que me leva a falar mais um acerto da Netflix, ao colocar Rachel e Elle como aliadas no final. Não há motivos para culpar a melhor amiga se ela nem sabia o que estava acontecendo, certo? Sororidade falando aqui!


A premissa dessa obra vai além de um simples clichê de romance. Aqui, a amizade e relacionamentos de diferentes formas são o ponto central. A amizade entre homens e mulheres, o relacionamento amoroso entre pessoas do mesmo sexo sendo naturalizado e apoiado. Existe também um triângulo entre Elle, Noah e Marco, que pode ter balançado muitos coraçõeszinhos por aí, mas não o meu. Marco é lindo e divertido. Ok. Noah é mais... sexy, proibido, mais... Noah. kkkkkkkk


Sobre a continuação: no domingo, o elenco fez uma live especial e já confirmaram o filme 3. O mesmo já está filmado (foi feito de maneira simultânea com o 2) e será lançado em 2021. TODOS os elenco estarão presentes: Elle, Noah, Lee, Rachel, Marco e Chloe. Sobre isso, vou soltar alguns SPOILERS sobre o final para falar o que acho, ok? Elle realmente pode ir para Berkley com Lee e terminar com Noah, a presença de Marco e sua fala sobre ela 'valer a pena', pode ser um indício do futuro. PORÉM, EU, ALESSANDRA, NÃO QUERIA CONTINUAÇÃO. Meu crush no Noah é um fato assumido e fazer algo a mais que possibilite Elle e Marco, pode estragar toda a experiência até aqui. Deixa como está, o final em aberto, como se a vida deles realmente fosse continuar. E convenhamos... Tirando o fator financeiro (porque Elle já resolveu a questão), quem em sã consciência escolheria Berkley ao invés de Harvard? Acreditava que era um sonho de TODOS estudar em uma das melhores e mais famosas universidades do mundo. Mas, enfim... quem sou eu não é mesmo? Elle faça sua escolha que te apoiaremos!

É... Eu achei que não ia ter muita coisa para falar sobre o filme, mas acabou que a postagem ficou pronta rápido demais, rs. Recomendo que vocês assistam sim ao filme que é super gostosinho e animado. Você vai rir e se emocionar. Me peguei surtada em algumas partes e eu nem ligo se tenho quase 30 anos nas costas, eu amooooooooooo uma comédia adolescente! kkkkkkk

P.S.: Onde aperta para cancelar o Lee? kkkkk

- Alessandra Salvia

sábado, 25 de julho de 2020

Guia de Leitura Outlander - Parte 2

Olá amores,


Hoje, vamos a segunda parte do guia de leitura de Outlander? Infelizmente, os livros que mostrarei a vocês nessa postagem ainda não foram traduzidos para o português, mas acho importante estarmos preparados, pois quem sabe a Editora Arqueiro não se anima e nos traz? (POR FAVORZINHO, nunca te pedi nada Arqueiro! rs)




Caso vocês queiram ler a primeira parte do guia no qual falo das edições nacionais da série, só clicar AQUI e agora podemos prosseguir...

Paralela a série de 10 livros na qual Claire e Jamie são protagonistas, Diana Gabaldon criou uma série para Lorde John Grey, o oficial inglês que se torna melhor amigo de Jamie. Aqui, Claire não aparece pois o desenrolar das aventuras são nos períodos de 1756 a 1761, período este em que Claire está no futuro. Como ainda não li as obras, não posso falar muito para vocês, o que eu sei é que são mistérios históricos mais curtos e que devem ser lidos após a conclusão de 'Resgate no Mar', o livro 3 de Outlander.




E caso você esteja torcendo para que o personagem ganhe seu próprio spin off na TV também, infelizmente não vejo isso acontecendo tão cedo já que o ator David Berry se despediu de Outlander em seu instagram agora no final da temporada 5. Não sabemos ainda como acontecerá sua participação na temporada 6 já que ele tem um plot importante a ser contado, porém como ele não descarta um retorno futuro, ainda tenho esperanças que ele volte pelo menos para episódios especiais.

Existem também contos soltos lançados de maneira independente em e-books ou em outras obras. Exemplos: 
  • "A Leaf on the Wind of All Hallows" que nos conta o que realmente aconteceu com os pais do Roger; 
  • "Songs of Love and Death" é uma antologia organizada por George R.R. Martin que conta com nomes de peso como Neil Gailman, aqui Diana traz novamente a história do pai de Roger e seu drama de atravessar as pedras; 
  • "Lord John and the Plague of Zombies" Lord John Grey indo para a Jamaica ajudar o governador a enfrentar uma revolução escrava;

  • Em "The Space Between", Joan, a enteada de Jamie está a caminho da abadia para se tornar freira para encontra o Conde St German;

  • "The Custom of the Army", Lorde John Grey se envolve na batalha de Quebec;


Avançando mais um pouco nas pesquisas, encontrei dois livros de Compendium, isso significa livros que abrangem todos os detalhes desse mundo criado pela Diana, por exemplo, informações sobre os clãs, árvores genealógicas, datas... 


Falando em um terceiro Compendium, é neste que Diana revela como faz para escrever cenas imersivas e tão maravilhosas. Usando sua sensibilidade, ela não esconde seus segredos.


Outro livro que foi lançado lá fora, é a HQ (grafic novel/história em quadrinhos) de Outlander. Chamado "The Exile" é uma versão de A Viajante do Tempo contada por Jamie e Murtagh, porém não completa, só a primeira parte. O valor da obra está absurdamente caro na Amazon, mas vale ficarmos atentos à uma possível promoção:



Até livros de colorir, Outlander tem!!!



Infelizmente, nenhum desses livros constam no Unlimited e alguns preços são bem altos.

Ai gente, essa foi uma das postagens que mais gostei de fazer, pois vemos o quão grande é essa saga e que não sou só eu que fico obcecada por mais detalhes de cada personagem. Arrisco a dizer que o que mais me deixou curiosa foi o conto da Joan, enteada de Jamie, rs. 

Para o próximo mês, teremos mais uma postagem especial falando sobre a fantasia x realidade de cada temporada!

- Alessandra Salvia

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Livro: "Amor(es) Verdadeiro(s)"

Olá amores,

Vamos falar do terceiro livro que li da autora Taylor Jenkins Reid: "Amor(es) Verdadeiro(s)" publicado pela Editora Paralela.


Nessa obra, conheceremos Emma Blair, uma doce mulher que está prestes da se casar com Sam, mas seus sentimentos são colocados a prova quando seu primeiro marido, Jesse, até então dado como morto, retorna e quer retomar a vida de onde pararam. 

Já adianto que o livro tem uma abordagem muito diferente em relação a triângulos amorosos, a autora não utiliza grandes artimanhas e reviravoltas para nos deixar em dúvida. Muito pelo contrário, a beleza da obra é a narrativa, os sentimentos que nos trazem em relação ao amor e em relação a quem somos. É uma auto-descoberta, é um texto sensível e poético sobre o amor, sendo este próprio e também para com o outro

Fui totalmente surpreendida com personagens cativantes e apaixonantes! Os sentimentos são puros e sinceros. Sam, principalmente, altruísta e intenso. Jesse sendo mais impulsivo, demora um pouco mais para entender a profundidade da abordagem de seu relacionamento com Emma. Mas nem por isso um é melhor do que o outro. Essa é a mágica dessa leitura, todos são queridos a sua maneira

É importante dizer também que a proposta da história não é surpreender e eu até gosto disso, pois o final foi exatamente como eu queria! Acho sim que faltou um toque dramático a mais para eu derramar algumas lágrimas, porém para mim, Taylor Jenkins Reid toca nosso coração de uma forma tão singela e pura que não tenho nada a contrapor. A autora nos deixa uma mensagem positiva sobre a essência do amor. 


"Amor(es) Verdadeiros" foi o tipo de livro que me deu vontade de pintar com canetinha, cheio de quotes maravilhosos e com uma história intensa e gostosa de ser devorada. Não me canso de elogiar o trabalho da autora e não me envergonho em dizer que ela é minha nova queridinha! ♥

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

segunda-feira, 20 de julho de 2020

TAG: Quem é mais provável? (Versão Literária)

Olá amores, como estão?


FELIZ DIA DO AMIGO!!!!!!!!!! E para comemorar essa data suuuuuuper especial, eu trouxe uma TAG que é antiga (com algumas alterações) do "Quem é mais provável literário" que eu respondi com minha melhor amiga Pâm, do Interrupted Dreamer e espero que vocês se divirtam tanto quanto nós!


Perguntas: Quem é mais provável...

Voluntariar-se no lugar de quem ama nos jogos vorazes.
Resposta: Pâm.

Usar os feitiços imperdoáveis.
Resposta: Eu.

Gostar de um livro que ninguém gostou.
Resposta: Eu.

Desperdiçar um desejo indo pra Disney.
Resposta: Pâm.

Morrer na cornucópia dos jogos vorazes.
Resposta: As duas.

Dar uma de Margot (Dar a louca e fugir porque quer sumir de tudo).
Resposta: Eu.

Encontrar o final do labirinto. 
Resposta: Pâm.

Ser melhor em determinada matéria de Hogwarts (escolhemos Transfiguração e Feitiços).
Resposta: As duas, em ambas as matérias, seria uma briga boa... Então, eu deixaria ela ser melhor em Feitiços, se ela me deixasse ser a melhor em Transfiguração.

Montar um plano mirabolante de vingança (Cidades de Papel).
Resposta: Eu.

Desapegar de um livro.
Resposta: Pâm.

Conseguir patrocínio nos jogos vorazes.
Resposta: Pâm.

Acreditar na existência de Nárnia e conseguir atravessar o guarda roupa.
Resposta: Pâm.

Ser um comensal da morte.
Resposta: Eu.

Perseguir o coelho e parar no País das Maravilhas.
Resposta: Pâm.

Sentar no trono de ferro.
Resposta: Eu.

Ser um agente da HYDRA infiltrado.
Resposta: Eu.

Derrotar os Volturi.
Resposta: Eu.

Trocar o livro físico pelo e-book? 
Resposta: Eu.

Pegar spoiler do livro antes de ler?
Resposta: Pâm.

Assistir o filme antes de ler o livro?
Resposta: Nenhuma das duas.

Maratonar uma série literária?
Resposta: As duas. rs

Chorar lendo um livro?
Resposta: Eu.

Pagar mico num evento literário?
Resposta: Eu.

Se tornar uma autora famosa?
Resposta: Pâm.

Fazer anotações nos livros?
Resposta: Pâm.

Ler um livro sem ler a sinopse?
Resposta: As duas. Capas são importantes para nós.

Virar a noite lendo?
Resposta: Pâm.

RESULTADO
Respostas iguais: 13
Respostas diferentes: 7
Respostas Parciais: 7 (respostas como "ambas" ou "nenhuma" que bateram)

KKKKKKKKKKKKKKKK, eu estou rindo demaaaaais!  


Fiquem à vontade para fazer a TAG com sua melhor amiga também, tenho certeza que vocês vão se divertir ao comparar as respostas e as motivações de cada uma!

- Alessandra Salvia