sábado, 31 de janeiro de 2015

Cinema: A Teoria de Tudo

Olá pessoal!

“Enquanto houver vida, haverá esperança.”

Hoje a dica é de cinema! “A Teoria de Tudo” estreou em aqui no Brasil no dia 29 e eu não podia deixar de indicar esse filme para vocês. Para quem não sabe, ele concorreu ao Globo de Ouro 2015 como Melhor Filme, e agora também concorre ao Oscar. Já o ator Eddie Redmayne ganhou como melhor ator. Para mim, foi super merecido o prêmio, ele deu um show de atuação ao interpretar o protagonista.


O filme biográfico conta a história do astrofísico Stephen Hawking. Para quem não se recorda, Stephen é portador de uma doença degenerativa (esclerose lateral amiotrófica desde os 21 anos) e mesmo assim conseguiu construir uma belíssima e surpreendente carreira, sendo até hoje professor universitário.


O foco do filme, não é somente nas descobertas da física, mas também em seu romance com Jane Wide, interpretada por Felicity Jones. Um amor lindo e comovente.


Não quero dar spoilers, até porque é uma história real, porém se você é como eu, e não sabe da história desse inteligente e corajoso homem, vá ao cinema e se prepare para a emoção. Filme belo, cuidadoso, delicado.

Trailer:


  
Vale ressaltar que existe o livro deste filme, escrito pela própria Jane, que infelizmente, não tive a oportunidade de ler, mas deve ser incrível, assim como o filme.

“Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida”.

Espero que tenham gostado da dica e me falem se amaram tanto quanto eu!

- Ale


terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Resenha: Encontrada

Oi pessoal!

Hoje trago a resenha do segundo volume da série Perdida, “Encontrada” da Carina Rissi publicado pela Editora Verus.

Não é segredo que eu sou fã da autora, e já aproveitei a Black Friday para comprar o outro livro dela (que em breve trago resenha, pois já li), mas enfim... Carina Rissi traz uma leitura tão gostosa que me encanta. Os personagens desse livro são os mesmos do primeiro volume e o foco continua em Ian Clarke e Sophia Alonzo, agora com as preocupações do casamento que está chegando e em se tornar uma dama do século XIX .

Sophia consegue se complicar cada vez mais, o que nos faz dar muuuuitas risadas. E Ian é o responsável pelos suspiros durante toda a leitura. O que me faz destacar o livro é o fechamento da trama, as explicações no final nos trazem emoção e olhos marejados.

Mais um livro para se ler com o sorriso no rosto, os detalhes da época de 1830 são tão interessantes e abordados de uma forma única. Leitura que nos transporta para outro século e me fez ficar com vontade de ter nascido junto com a família Clarke.

Theodora é um personagem que me ganhou nesse livro também, antes não a suportava e agora, se transformou em um dos meus personagens favoritos!

E para aproveitar o tema, trouxe uma novidade para os fãs da série assim como eu: serão 6 volumes!!! Carina Rissi já está escrevendo o Perdida 3 e será lançado em 2015/2016!

Mas enquanto não chega, teremos outro livro da autora para se deliciar: "No Mundo da Luna" que lança agora em março

Então dá pra perceber que muita água vai rolar nessa história né? E você? Gostou da novidade? Já leu algo da Carina Rissi? Deixe seu comentário!
  

- Ale

Sensação Após o Término: Encantador!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
  
Encontrada
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
Média de Preço: De R$40,00 até R$22,90
Quantidade de Páginas: 472

sábado, 24 de janeiro de 2015

Série: The Knick

Olá Pessoal!

Novo post sobre séries! Produzida pelo canal Cinemax, canal do grupo HBO, “The Knick” foi criada por Jack Amiel e Michael Begler, com direção de Steven Soderbergh. Não é muito famosa, está na sua primeira temporada e que possui apenas 10 episódios, mas tamanha foi a aposta que os produtores que renovaram para o segundo ano antes mesmo da estreia.

Querem saber sobre o que a série aborda?  No início do século XX, Knickbocker é um hospital de Nova York que tentam expandir a medicina que até o momento era bem limitada, sem muitos procedimentos cirúrgicos e não existia antibiótico. A história foca principalmente Dr. John Thackery, um cirurgião muito competente e que arrisca bastante para conseguir avanços nos métodos médicos. Porém, nada é fácil na vida do médico, ele possui um vício secreto em cocaína.

Agora vou dar minha opinião de telespectadora. A série é muito bem feita, tanto na questão da história quanto na questão visual, com os procedimentos e cenários/vestuários no início do século XX. Logo no primeiro episódio já é mostrado uma das primeiras cesarianas feitas!

Achei a construção do enredo também muito interessante, mesmo sabendo que é ficção, alguns fatos já foram comprovados como reais, por exemplo, realmente um grande pioneiro na medicina atual foi Dr. William Stewart Halsted (ele foi a inspiração para criar o personagem de John Thackery) que era viciado em cocaína e morfina, então, acredito que a credibilidade da série cresça bastante.

Esse é o tipo de série que só você assistindo para entender do que estou falando. Os casos apresentados e a criatividade médica é um dos fatores que te prendem no sofá até o episódio 10 acabar.

Vale ressaltar que Clive Owen foi indicado como Melhor Ator de Série Dramática no Globo de Ouro 2015. Então dá para perceber o show que ele dá na pele do Dr. John Thackery né?

E você? O que achou da dica? Já conhecia ou não? Deixe seu comentário!



- Ale

P.S.: Complemento do Post! Eu queria agradecer de coração, a linda da Renata Pereira do blog Uma Leitura a Mais que me mandou um caderninho lindo de receitas de uma promoção que ela havia feito. Obrigada Renata, eu amei!!!!



quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Resenha: A Garota que Você Deixou Para Trás

Oiiii pessoas!

Hoje a resenha é de mais um livro da Jojo Moyes, mas dessa vez é “A Garota Que Você Deixou Para Trás” publicado pela Editora Intrínseca.

O livro é dividido em duas partes. A primeira em Outubro de 1916: Sophie ganhou um retrato pintado pelo marido artista, Édouard. Porém, como esta parte ocorre durante a Primeira Guerra Mundial, a cidade na França que Sophie vive está sendo ocupada por alemães. O comandante responsável por essa ocupação se interessa por Sophie. Já que o Édouard foi mandado para um campo de concentração, ela vê a oportunidade de ajudar o marido a ter novamente liberdade.

Já a parte dois: Londres em 2006. Liv ganhou o retrato de Sophie do marido falecido e ele é a representação de um casamento feliz. Após conhecer um homem, Liv quer reconstruir a sua vida, porém os descendentes de Édouard aparecem para pegar o quadro de Liv alegando que os alemães o roubaram.

Basicamente é essa a história. Eu vou ser sincera: a parte um me encantou e a parte dois nem tanto. Gosto dessas leituras antigas e históricas, Sophie foi um exemplo forte. Já Liv apresenta um crescimento durante a leitura sim, o que torna um livro lindo, mas ainda sim, prefiro Sophie.

De todas as leituras que fiz de Jojo Moyes até hoje, NADA supera “Como Eu Era Antes de Você”, mas a incrível habilidade da autora de criar histórias envolventes sempre me chama atenção.

- Ale

Sensação Após o Término do Livro: Muito bonito!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ 

A Garota que Você Deixou Para Trás
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Média de Preço: R$29,90
Quantidade de Páginas: 379



segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Resenha: Percy Jackson - O Ladrão de Raios

Oi Pessoal!

Hoje a resenha é sobre o primeiro livro da Saga "Percy Jackson e os Olimpianos" intitulado "O Ladrão de Raios" escrito por Rick Riordan e publicado pela Editora Intrínseca.

Sempre fui fã de mitologia grega, o único problema? Eu me achava velha para ler a história do Percy. Porém ao conversar com uma amiga, ela me disse que não era bem como eu estava pensando e que no meu aniversário me daria o livro. E para a minha surpresa, ganhei logo o box completo da Saga!

A história do filho de Poseidon é contada de maneira leve e envolvente. Percy com a ajuda dos amigos: Annabeth e o sátiro Grover recebem a missão de ir à busca dos raios de Zeus. Mas se você está se perguntando: o que eles têm com isso? Eu vou te explicar mais ou menos. Zeus, Poseidon e Hades prometeram sob o Rio Estige que não iriam ter filhos com mulheres mortais. Porém, nem Zeus, nem Poseidon cumpriram a promessa e nasceram ‘meios-sangue’ (assim se chamavam os filhos de Deuses com mortais). Com o sumiço dos raios de Zeus, Percy leva a culpa, pois acreditam que o mesmo tenha roubado para entregar ao pai e dando início a uma guerra no Olimpo.

Mas após uma consulta ao Oráculo, Percy acredita que o verdadeiro ladrão é Hades, o seu tio dono do Mundo Inferior. E é mais ou menos assim que a aventura começa. Claro que antes dessa história, também é abordada a adaptação de Percy no Acampamento Meio-Sangue (local onde os heróis treinam e estão seguros dos monstros) e a descoberta de quem realmente ele é.

A leitura é simples e rápida. Quando você percebe já está lá no meio da luta com o Minotauro junto com o Percy. Ou então, está lutando com Medusa junto com Annabeth. É incrivelmente envolvente! E por mais que Percy comece o livro com 12 anos, você não sente como se fosse uma história para crianças. Vale muito a pena! Eu estou viciada nesses livros!

As lições mitológicas dadas no decorrer da história também enriquecem a leitura. Você começa a ver a ligação dos personagens, lembra de coisas que aprendeu na aula de filosofia da faculdade e fica de boca aberta como o autor Rick Riordan conseguiu unir e fechar tão perfeitamente a história.

Se você, assim como eu, apenas assistiu aos filmes. CORRE PARA LER! O livro vale MUITO mais a pena, tem MUITAS coisas diferentes, bem mais explicadas, com lógica, com mais ação, com mais empolgação! E se você não viu o filme e pretende ler. Apenas leia. Deixa o filme para lá. Se você primeiro ler e depois assistir ao filme, irá se arrepender. Pode confiar em mim, a qualidade do filme deixou bastante a desejar quando se conhece a verdadeira história do filho do dono do Mar, Percy Jackson.

- Ale

Sensação Após o Término: Viciante!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
  
Percy Jackson – O Ladrão de Raios
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Média de Preço: De R$14,90 até R$29,90
Quantidade de Páginas: 385


sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Resenha: Um Novo Amanhecer

Oi Leitores e leitoras, hoje a resenha é sobre um livro lido em 2 dias (uma noite e um dia, para ser exata!). 

“Um Novo Amanhecer” da Cinthia Freire, publicado pela Editora Novo Século, com o selo Talentos da Literatura Brasileira.

Quando comecei a ler a sinopse, algo mexeu comigo. Eu sei que está na moda livros sobre doenças. Já li livros onde a pessoa morre, onde a pessoa vive, onde a pessoa não tem final definido... mas nunca li um livro que tivesse um anjo envolvido em um caso desses. E me baseando naquilo que eu realmente acredito: é totalmente possível que essa história possa ser real. Acredito em anjos. Acredito que existam forças maiores nos protegendo e cuidando de nós. Porém, vamos voltar a sinopse:

Zyon é um anjo que possui uma grande ligação com Giulia, a garota que se apaixona perdidamente por Leo, o garoto com câncer (e incrivelmente lindo!). 

No início do livro, a delicadeza e normalidade entre Gi e Leo nos fazem pensar: ‘poderia ser eu’. E capítulo, após capítulo você se envolve. Esse livro me fez sentir. Sentir a dor, sentir a beleza do amor, sentir a esperança. Ter fé. Acima de tudo é uma lição de fé

Acho que seria um daqueles livros que eu recomendaria a todas as pessoas lerem. Realmente me tocou. Chorei muito! Mas sei que ao ler a última página, valeu a pena! Um livro delicado e forte ao mesmo tempo, cheio de personalidade.

Além da autora ser uma fofa! Postei uma foto do livro no facebook, com uma pequena opinião e ela me respondeu!!! Devo dizer que não é qualquer autora que faz isso nos dias de hoje. Agradeço do fundo do meu coração por ela ter me dado a oportunidade de ler essa belíssima história de amor.

Super recomendo!!!!

- Ale 

Sensação Após o Término: Te Fé Acima de Tudo!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
  
Um Novo Amanhecer
Autora: Cinthia Freire
Editora: Novo Século
Média de Preço: De R$9,90 até R$34,90
Quantidade de Páginas: 373


quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Resenha: Orgulho e Preconceito

Oi Pessoal!

"Orgulho de Preconceito" de Jane Austen era uma das minhas metas de leitura para 2014 e consegui acabar em 2015.

Não foi uma leitura fácil, confesso. Muitas vezes tive que parar, voltar, respirar, ler novamente. Porém agora posso dizer que li o clássico inglês.

O casal: Elizabeth Bennet e Sr. Darcy são extremamente envolventes. O livro pode ter sido escrito em 1813, porém os problemas, conversas e situações descritas são comuns ao cotidiano atual. Talvez não com a mesma linguagem, porém com os mesmos sentimentos.

Para quem não conhece a história, Sr. e Sra. Bennet possuem apenas filhas meninas e a motivação da Sra. Bennet é casar todas as filhas, algumas mais queridas que outras, claro. Com a chegada de Sr. Bangley a cidade, ele e Jane Bennet se envolvem, o romance dos dois poderia ser o foco, mas a espirituosa Lizzie Bennet e o orgulhoso Sr. Darcy roubam a cena. 

A construção do amor entre os personagens é gradual. A cada capítulo detalhes sobre a vida dos personagens tornam a história mais próxima do leitor e até um pouco cansativa (desculpa se você gosta, mas para mim alguns parágrafos poderiam não existir ali). Vou ser sincera ao fato de que eu não esperava que fosse ser uma leitura como foi. Não sei dizer se me agradou ou cansou. Altos e baixos, ora eu me empolgava com os diálogos com o Sr.Darcy e ora me cansava com Lizzie preocupada com as irmãs e com os Lucas.

Gostei muito do romance, mas queria algo mais direto, mais dinâmico. Como todos sabem, Jane Austen é famosa por suas obras não possuírem nem mesmo um beijo entre os protagonistas. Acho que li muitos romances atuais e me viciei nessa demonstração mais escandalosa (se podemos assim dizer, HAHAHA), mas é um belo livro, um belíssimo romance. Valeu a pena a leitura!

E você já leu? Venceu essa barreira? HAHA Me conta tudo!


- Ale

Sensação Após Terminar o Livro: Missão Cumprida e quero um Sr. Darcy para mim!

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ 

Orgulho e Preconceito possui diversas edições, procurem qual mais agrada seu bolso! Consegui encontrar o livro por R$7,00, porém já vi por R$35,00.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Globo de Ouro 2015

Oooooi pessoal!

Hoje vim contar um pouco das dicas de cinema e séries que o Globo de Ouro 2015 nos proporcionou ontem elegendo os melhores da atualidade! 


Eu já tive a oportunidade de assistir alguns dos títulos indicados abaixo, porém não vou expressar minha opinião apenas por não ter visto todos os filmes e séries. Então, vale ressaltar que os títulos em negrito são os que ganharam a premiação, ok?



Vamos começar pelo:


CINEMA

Melhor Filme Dramático:
Boyhood - Da Infância à Juventude
Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
O Jogo da Imitação
Selma
A Teoria de Tudo


Melhor Atriz em Filme Dramático:
Jennifer Aniston por "Cake"
Felicity Jones por "A Teoria de Tudo"
Julianne Moore por "Still Alice"
Rosamund Pike por "Garota Exemplar"
Reese Witherspoon por "Livre"


Melhor ator em filme dramático:
Steve Carell  por "Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo"
Benedict Cumberbatch  por "O Jogo da Imitação"
Jake Gyllenhaal por "O Abutre"
David Oyelowo por "Selma"
Eddie Redmayne por "A Teoria de Tudo"

Melhor filme cômico ou musical:
Birdman
O Grande Hotel Budapeste
Caminhos da Floresta
Pride
Um Santo Vizinho (St. Vincent)

Melhor atriz em filme cômico ou musical:
Amy Adams por "Grandes Olhos"
Emily Blunt por "Caminhos da Floresta"
Helen Mirren por "A Cem Passos de um Sonho"
Julianne Moore por "Mapa para as Estrelas"
Quvenzhané Wallis por "Annie"

Melhor ator em filme cômico ou musical:
Ralph Fiennes por "O Grande Budapeste Hotel"
Michael Keaton por "Birdman"
Bill Murray por "Um Santo Vizinho (St. Vincent)"
Joaquin Phoenix por "Vício Inerente"
Christoph Waltz por "Grandes Olhos"

Melhor atriz coadjuvante
Patricia Arquette por "Boyhood"
Jessica Chastain por "A Most Violent Year"
Keira Knightley por "O Jogo da Imitação"
Emma Stone por "Birdman"
Meryl Streep por "Caminhos da Floresta"

Melhor ator coadjuvante
Robert Duvall por "O Juiz"
Ethan Hawke por "Boyhood"
Edward Norton por "Birdman"
Mark Ruffalo por "Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo"
J.K. Simmons por "Whiplash: Em Busca da Perfeição"

Melhor diretor
Wes Anderson por "O Grande Budapeste Hotel"
Ava Duvernay por "Selma"
David Fincher por "Garota Exemplar"
Alejandro González Iñárritu por "Birdman"
Richard Linklater por "Boyhood"

Melhor roteiro
Wes Anderson por "O Grande Hotel Budapeste"
Gillian Flynn por "Garota Exemplar"
Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris, Armando Bo por "Birdman"
Richard Linklater por "Boyhood"
Graham Moore por "O Jogo da Imitação"

Melhor filme em língua estrangeira
Tangerines (Estônia)
Força Maior (Suécia)
Gett (Israel)
Ida (Polônia)
Leviatã (Rússia)

Melhor longa animado
Operação Big Hero
Festa no Céu
Os Boxtrolls
Como Treinar o Seu Dragão 2
Uma Aventura LEGO

Melhor trilha sonora original em filme
Alexandre Desplat por "O Jogo da Imitação"
Jóhann Jóhannsson por "A Teoria de Tudo"
Trent Reznor, Atticus Ross por "Garota Exemplar"
Antonio Sanchez por "Birdman"
Hans Zimmer por "Interestelar"

Melhor canção original em filme
"Big Eyes" - Grandes Olhos por Lana Del Ray
"Glory" - Selma por John Legend e Common
"Mercy Is" - Noé por Patty Smith e Lenny Kaye
"Opportunity" - Annie por Greg Kurstin, Sia Furler, Will Gluck
"Yellow Flicker Beat" - Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1 por Lorde


Televisão

Melhor série dramática
The Affair
Downton Abbey
Game of Thrones
The Good Wife
House of Cards

Melhor atriz em série dramática
Claire Danes por "Homeland"
Viola Davis por "How to Get Away with Murder"
Julianna Margulies por "The Good Wife"
Ruth Wilson por "The Affair"
Robin Wright por "House of Cards"

Melhor ator em série dramática
Clive Owen por "The Knick"
Liev Schreiber por "Ray Donovan"
Kevin Spacey por "House of Cards"
James Spader por "The Blacklist"
Dominic West por "The Affair"

Melhor série cômica ou musical
Girls
Jane the Virgin
Orange is the New Black
Silicon Valley
Transparent

Melhor atriz em série cômica ou musical
Lena Dunham por "Girls"
Edie Falco por "Nurse Jackie"
Gina Rodriguez por "Jane the Virgin"
Julia Louis-Dreyfus por "Veep"
Taylor Schilling por "Orange is the New Black"

Melhor ator em série cômica ou musical
Louis C.K. por "Louie"
Don Cheadle por "House of Lies"
Ricky Gervais por "Derek"
William H. Macy por "Shameless"
Jeffrey Tambor por "Transparent"

Melhor minissérie ou telefilme
Fargo
The Missing
The Normal Heart
Olive Kitteridge
True Detective


Melhor atriz em minissérie ou telefilme
Maggie Gyllenhaal por "The Honorable Woman"
Jessica Lange por "American Horror Story: Freak Show"
Frances McDormand por "Olive Kitteridge"
Frances O'Connor por "The Missing"
Allison Tolman por "Fargo"

Melhor ator em minissérie ou telefilme
Martin Freeman por "Fargo"
Woody Harrelson por "True Detective"
Matthew McConaughey por "True Detective"
Mark Ruffalo por "The Normal Heart"
Billy Bob Thornton por "Fargo"

Melhor atriz coadjuvante
Uzo Aduba por "Orange is the New Black"
Kathy Bates por "American Horror Story: Freak Show"
Joanne Froggatt por "Downton Abbey"
Allison Janney - "Mom"
Michelle Monaghan por"True Detective"

Melhor ator coadjuvante
Matt Bomer por "The Normal Heart"
Alan Cumming por "The Good Wife"
Colin Hanks por "Fargo"
Bill Murray por "Olive Kitteridge"
Jon Voight por "Ray Donovan"

Em breve espero fazer resenhas sobre alguns dos indicados e ganhadores!
E que comece a temporada de tapetes vermelhos e vestidos de gala!

- Ale