domingo, 29 de abril de 2018

Livro: Mentirosos

Olá amores,

Vamos falar de suspense? Sei que o foco maior do 'Estante' são os romances, mas não posso ignorar o fato de que "Mentirosos" existe e foi um dos livros mais surpreendentes que eu já li.


Escrito por E. Lockhart e publicado pela Editora Seguinte, "Mentirosos" conta a história de quatro adolescentes (três primos e um amigo) que se reúnem todo verão na ilha da família. E é no verão dos 15 (anos) que Cadence sofre um acidente e perde parte de sua memória. A garota apareceu no mar, sem roupas e com uma pancada na cabeça. Está na cara de que algo muito estranho aconteceu, mas o que? Quem está envolvido? 

Dois anos depois, ela volta a ilha para descobrir a verdade daquele período turbulento. O único problema é que ninguém quer falar sobre o assunto e ela precisará de muita coragem para desvendar os segredos ali escondidos.


E é nesse contexto de dúvida e curiosidade que você fica a maior parte da leitura. O enredo é bem desenvolvido. Simples e objetivo. A narrativa em primeira pessoa é super rápida e você se apega a história facilmente. Os 4 mentirosos tem uma relação muito próxima e divertida, mas é claro que desconfiamos de todos, né?

A história tem um dos melhores 'plot twist' já feitos. Quando eu lia as resenhas, achava exagero das pessoas ao falarem que ninguém nunca imaginaria o ocorrido e só depois de ler que consegui entender o desespero dos leitores. Eu fiquei extremamente chocada, chorei horrores quando descobri e vou te falar que é um dos melhores livros que li, pois eu realmente não esperava NADA daquilo. Claro, há alguns sinais durante a obra, mas você só percebe quando as respostas são dadas.


O livro é atual, temática faz sentido para mim que já vi alguns familiares sofrendo com isso. Eu nem tenho como criticar a obra. Muito muito muito bem construída. Chocante e que acima de tudo, me convenceu. Falo para vocês de coração, porque no dia seguinte em que terminei a leitura, fui almoçar com minha mãe e me peguei pensando nessa história e em como tudo me surpreendeu. Recomendo a leitura de olhos fechados, até para quem não tem o costume de ler suspense, que é exatamente meu caso.

Engraçado como em algumas resenhas não podemos dar muitos detalhes pois a mágica pode ser quebrada. Mas se eu pudesse abrir uma parte para spoilers, possivelmente eu diria um palavrão para descrever meus sentimentos com a verdade de Cadence, rs.


E agora, quero saber de vocês... Já leram? Querem ler? É aquele tipo de livro que nada te prepara para ele, viu? ;)

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Favorito!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Words Challenge 2018 - Jasmine

Olá amores,

Esse words challenge 2018 está me fazendo muuuuito feliz! Eu e a Pâm do Interrupted Dreamer estamos com várias ideias para trazer a vocês e hoje é dia de Jasmine, quem gosta??? Um texto diferente do que eu achei que seria, mas cá está o resultado. As palavras escolhidas foram as seguintes: azul, polaina, maçã, religião, castelo e atitude



Ser a princesinha da família sempre me garantiu muitos privilégios, tive tudo o que quis desde pequena e mesmo sendo alérgica, meus pais me deram um gato chamado Rajah que considero meu único amigo. Animais de estimação podem ser salvadores de vida se você os tratar da maneira certa e é isso que eu procuro sempre fazer. O estado e humor do seu bichinho dizem muito sobre seu dono.

Rajah é bem cuidado. Hoje, coloquei uma gravatinha amarela para levá-lo ao petshop ao lado da doceria especializadas no Oriente Médio e estamos razoavelmente felizes. Infelizmente, a solidão ainda não acompanha. Às vezes, fico me perguntando o que deveria fazer para as pessoas me aceitarem como sou, só porque não me adéquo ao padrão imposto por eles, não quer dizer que mereço o isolamento ou até mesmo a invisibilidade.

- Ora, ora, veja se não é princesa do castelo encantado...

E lá vem o idiota do Jefferson. Aquele tipo de rapaz que adora implicar comigo, mas que no fundo sei que gostaria de ter o que tenho. Prefiro ignorá-lo para não ter uma atitude patética na frente de todos e ser ainda mais excluída. Obviamente, eu já estou acostumada com tanta hostilidade.

- Deixa a garota em paz, seu idiota! Você parece uma criança birrenta.

Aquela defesa me surpreendeu. Até onde eu tinha visto, todos riam ou (como o costume) me ignoravam. Virei para a porta da loja de doces e vi uma garota de cabelos azuis e polainas coloridas revirando os olhos. Parecia muito esperta com aqueles óculos dourados. Esperta e valentona. Ela me pega pela mão e arrasta para dentro da doceria.

- Oi, meu nome é Geni. Ignore esses bobocas, não vale a pena. Você deve ser a garota que mora naquela mansão estranha, sempre te vejo levando o seu gato no petshop... Eu estou aqui na maior parte do tempo, ajudo meu pai depois da escola. Você vai a escola? Em qual série está?

UAU! Essa garota gosta de falar! Eu já estava quase respondendo quando ela me oferece uma torta de maçã. Fui pega desprevenida:

- Achava que tortas de maçã eram americanas, não da Arábia.
- Na verdade, elas são inglesas, mas eu gosto delas. Meu pai é um excelente cozinheiro, tipicamente brasileiro, sabe fazer misturas deliciosas. Mas não foi pela torta que te chamei aqui, acho que você precisava de ajuda com aqueles moleques. 
- Parecia desesperada? - levantei as sobrancelhas em surpresa com sua sinceridade.
- Na realidade, sim. Mas não se sinta mal com isso, quem é diferente gera questionamentos e estranheza. E falo por experiência própria, isso não quer dizer que você deva se isolar do mundo.
- Eu não me isolo do mundo. - retruquei depressa.
- Não intencionalmente, mas você precisa ver a beleza da vida real, sair um pouco da sua zona de conforto, viajar, ir ao mercado experimentar coisas novas, fazer amizades!
- Talvez você tenha razão...
- É, eu sei que tenho, por isso estou aqui te oferecendo essa torta. Algo me diz que ela vai te fazer muito bem.

Geni sorri e eu a acompanho. Mentalmente agradeço a Deus por esse presente. Nunca fui de seguir uma religião, mas naquele momento percebi que minhas orações tinham sido atendidas, eu tinha conseguido uma amiga e 'de quebra', a melhor torta de maçã do mundo.


Espero que tenham gostado! Foi um texto diferente do que estou acostumada, mas gostei muito de escrevê-lo. Deixe seu comentário que em breve, teremos mais Words Challenge!

- Alessandra Salvia

terça-feira, 24 de abril de 2018

Livro: Colateral

Olá amores!


Lembram de "Fenomenal"? O primeiro livro da série Willers Family escrito por Andy Collins e publicado na Amazon que teve resenha aqui no blog há algum tempo atrás? Pois é, hoje chegou o dia de darmos continuidade as histórias dessa família com "Colateral", o livro do meu amor Jason. ♥


Jason é o irmão mais novo de Oliver e conforme descobrimos no livro anterior tem uma história inacabada com Helena. Então, enquanto irmão lutador tem seu momento com Bree, ele vai em busca de respostas e da felicidade. Porém, o que nós não contávamos é com a presença de Leah, uma piloto de corridas extremamente desinibida e impulsiva.


A atração é inegável e já adianto que a construção do casal e do drama me satisfez. O livro tem seu peso e Jason é um personagem bem complexo, percebemos o quanto o ele evoluiu e é mais que os ternos caros que usava. Achei a obra mais equilibrada e grande parte disso é mérito de Leah, ela traz um divertimento, uma alegria ao leitor com sua irreverência. 

Ainda acho tudo muito rápido, a narrativa direta me deixa um pouco confusa quanto a alguns sentimentos e decisões, mas estou acostumando com a maneira da Andy ao contar suas histórias: não vamos enrolar quando tem coisas para acontecer

Com certeza, "Colateral" me agradou mais que "Fenomenal". A obra tem uma mescla de drama, humor, romance... As cenas hot foram colocadas em momentos determinantes e isso me agradou muito!


A mensagem de que a vida pode nos surpreender me deixou empolgada. Às vezes, pensamos saber o que é o melhor para nós, mas as coisas podem mudar. Precisamos estar abertos a novas possibilidades! E é nesse clima que te digo: se abra a novas oportunidades, leia Andy Collins e se apaixone pelo Jason e Leah ♥

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Adorei!

- Alessandra Salvia

domingo, 22 de abril de 2018

Livro: Corte de Espinhos e Rosas

Olá amores!


Depois de uma longa ressaca literária, consegui vencer. O mês de abril foi bem lento em relação a leituras e o que me ajudou a passar por essa fase foi o "Corte de Espinhos e Rosas" da Sarah J. Maas publicado pela Editora Galera Record


Que a obra faz barulho nas redes sociais, todos sabem, mas será que ela é tudo isso mesmo? Eu estava bem receosa no início da leitura, tanto que demorei para encaixar o ritmo e é exatamente por esse começo lento que a nota da obra não é maior. Até você entender e 'comprar a ideia' do enredo, demora. Mas te juro que depois tudo fará sentido! rs

A história é sobre Feyre, uma humana que mata um lobo para dar o que comer a sua família, porém, o que ela não esperava era que esse lobo, na realidade, fosse um feérico e sua morte cobrasse um alto preço. Feyre é levada para viver com o Grão-Senhor da Corte Primaveril, Tamlin. Lá, uma nova cultura e novas espécies são descobertas e nossa protagonista se vê presa entre uma praga que pode atingir sua família e um tratado que a impede de ir salvá-los. 



Li por indicação da minha mãe e confesso que não me arrependi. Feyre é forte, decidida, corajosa. Feminista! Ela tem seus problemas e fragilidades, como todos tem, mas a forma como ela reage a isso, fez totalmente a diferença. Por mais que haja consequências pelos seus atos, ela não se faz de vítima, no único momento de fraqueza que ela tem, senti que foi mais por orgulho ferido do que por desespero. Ela faz o que precisa ser feito, o que acha correto ou necessário.

Os cenários abordados também são pontos que preciso destacar, porque existe uma amplitude muito bacana nesse novo mundo que nos é apresentado. Existem maldições, crenças, hierarquia... A sociedade é muito bem construída e por mais que algumas coisas sejam meio 'aleatórias', saiba que no final tudo ficará desenhado e acima de tudo, fará sentido.

O livro é uma mescla de fantasia, com aventura e romance. O clássico 'A Bela e a Fera' com um toque sangrento de Game of Thrones deixou a história bem envolvente e cheia de suspense. Ah, e reviravoltas! Sarah J Maas trabalhou muito bem seus personagens, ela conseguiu dar um final para a obra sem quebrar os ganchos para a continuação, o chamado "Corte de Névoa e Fúria". A escrita é ótima e em primeira pessoa.



Porém, eu preciso fazer alguns comentários que terão spoiles, ok? Então, se você ainda não leu a obra, acho melhor parar por aqui, ou então continue por sua conta e risco, rs.

Eu queria abrir uma discussão sobre o personagem Tamlin. O Grão Senhor que se diz apaixonado por Feyre. Só eu achei muito estranho a garota não questionar esse sentimento após descobrir toda a verdade? Quando Feyre está Sob a Montanha, ele nem tenta chegar perto dela.... O Lucien que é o Lucien a ajuda! Esse 'manto de sou inatingível' que Tamlin veste quando está com Amarantha me pareceu muito confortável. Rhysand (ele, às vezes, pode ser meio nojento, mas é extremamente sexy) está marcando em cima de Feyre, ou Tamlin acorda ou vai perder o lugar... O que não seria má ideia, né? rs



Bom, é isso. Acho que vocês devem sim dar uma chance a "Corte de Espinhos e Rosas", é uma das melhores fantasias que já li e mesmo com 427 páginas, os acontecimentos são inesperados e surpreendentes!!! Corre para ler e me contar o que achou da dica de hoje, tá? 

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!!!!!

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Série: Poldark - O Herói de Guerra

Olá amores!

E as séries realmente estão voltando com tudo para o blog! E dessa vez, é uma produção da BBC que encontra-se disponível no canal Mais da Globo Sat pela NET NOW. São três temporadas já disponíveis e uma confirmação de que a quarta será produzida em breve: "Poldark - O Herói da Guerra" é o meu mais novo vício!


Nessa história conheceremos o Capitão Ross Poldark que após retornar da guerra encontra a mulher que amava noiva do primo e seu pai morto. Com uma herança falida e sem saber como seguir na vida, Poldark recebe ajuda dos amigos para dar a volta por cima.


Se você está esperando uma história tipo 'Conde de Monte Cristo' saiba que não será nada parecido. É, eu imaginei que seria assim, uma reviravolta deixaria o protagonista rico e Elizabeth (o antigo amor) voltaria para ele, rs. Mas a crise financeira de Poldark é constante e grande parte do enredo é envolto desse problema. Aliás, as temáticas da série são bem centradas em tramas financeiras e políticas, além das relações familiares.

Figurino, cenário, paisagens, roteiro... Tudo é impecável! Sendo baseado em livros clássicos do autor Winston Graham (1908 - 2003), há muitos costumes e diálogos que retratam a vida naquela época e é exatamente nisso que vou embasar minha crítica negativa a série: Ross Poldark é um machista arrogante que não merece tudo o que conquista. Pronto, falei. Não me julguem, porque tenho certeza absoluta que você pensará isso dele, principalmente a partir da segunda temporada.


E por mais que o protagonista seja um embuste, em contrapartida, temos a bela e forte Demelza que conquista a todos nós logo no primeiro episódio em que aparece. Não me canso de dizer, a série não deveria se chamar Poldark e sim Demelza, já que a personagem brilha por sua simplicidade, lealdade e força. 

Outros personagens que preciso destacar é a herdeira Caroline e o médico Dwight Enys. Meu shipp forever dessa série! rs Mas também temos a doce e sofredora Verity! Ah, são tantas tramas que retratam as dificuldades vividas no século XVIII que fica difícil mencionar todos. 


A história é um drama daqueles que te deixam viciada e sofrendo. Poldark vem para te emocionar, para te deixar chocada com algumas atitudes, mas também para te fazer valorizar as mulheres e seus sacrifícios. É uma série que aborda a vingança, a família, o amor e lealdade

Sendo assim, espero que tenha te convencido a assistir essa incrível produção que não tem tanto reconhecimento. E não esqueça de deixar seu comentário com sua opinião sobre a dica de hoje, viu? Lembrando que a série de livros está sendo publicada aqui no Brasil pela Editora Pedra Azul.

- Alessandra Salvia

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Words Challenge 2018 - Malévola

Olá amores!

Esse Words Challenge é um pouco diferente, vamos falar de uma personagem um pouco controversa dos contos de fadas, a Malévola. Muitos a conhece dos clássicos infantis e outros a conhecem como Angelina Jolie, rs. Eu, nesse texto, tentei trazer um pouco dos dois, mas não fugir daquela essência que conheci quando criança. Às vezes, precisamos aceitar os fatos e não ser 'politicamente corretos', né?




Eu e a Pâm do Interrupted Dreamer selecionamos a temática e as seguintes palavras: joelho, telescópio, terno, segredo, mistério e verde. Espero que gostem do resultado final! <3

Words Challenge 2018 - Malévola

Cada ação tem uma reação. Se estou andando por esse nebuloso bosque a noite e sozinha é porque eu mereço. Obviamente, nunca vou admitir isso ao mundo, mas para mim mesma preciso ser honesta. Dobro os joelhos sob as folhas secas e inspiro o ar gelado. Alguns me comparam com dragões, outros com uma fada mal compreendida, mas eu sou o que sou e não vou me desculpar por isso. 

Pensei que meus segredos estivessem bem guardados, que eu viveria como rainha pelo resto da vida. Iludi-me. Quando aquele grande homem apareceu de terno a minha frente, reconheci nele a decadência. A traição e a repulsa que vi nos seus olhos me marcaram. Eu não era mais admirada e invejada, eu era o nada que sempre temi.

O rancor e a dor corroem meu coração há anos desde aquele fatídico dia. E eu já não vejo mais solução. Talvez eu apenas tenha que aceitar: eu não tenho coragem de mudar, eu sou a bruxa má da história encantada sim. Qual o problema disso? 

Inúmeros. É, sei disso. Porém, já é tarde demais. O perdão não é algo comum e cansei de esperar a bondade vinda de desconhecidos. Permaneço aqui, onde sei que ninguém me encontrará. O verde das árvores se mistura ao preto das minhas vestes e posso ficar nesta posição durante horas.

No silêncio, a mente grita ao relembrar todas as maldades que fiz e é com pesar que as aceito. Fiz porque naquele momento era o que queria, não adianta colocar mistérios onde eles não existem. Acho que nem com um telescópio alguém acharia amor no meu coração. Uma triste realidade que talvez dure eternamente.


Deixem seus comentários!!! Quero muito saber a opinião de vocês.

- Alessandra Salvia

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Livro: Bela Redenção

Olá amores!

Como contei há algumas semanas, eu tenho o box dos irmãos Maddox em edição econômica e hoje daremos continuidade as resenhas dessa série, o livro é o volume 2, o chamado "Bela Redenção" escrito por Jamie McGuire, publicado pela Editora Verus.


Nesse livro, o irmão destaque é o Thomas Maddox, agente do FBI. Narrado por sua colega de trabalho, Liis Lindy, o enredo se cruza muito com os livros anteriores, por mais que seja uma história paralela, tudo está diretamente ligado e não recomendo ser lido separadamente. Sendo assim, não posso dar muitos detalhes para não ser spoiler, porém tentarei ser sincera quanto ao que esse livro me passou.

Liis é o padrão que os Maddox buscam. Atrevida, corajosa e intensa. Nada surpreende. O fato de Thomas ser seu chefe tornam a obra ainda mais clichê. Mas não é isso que me incomodou, até porque todos sabem que eu adoro um clichê, rs. Thomas tem um envolvimento passado e se eu fosse a Liis, dava uns tapas nele. Ele precisava ser um pouco mais esperto...


O final também me incomodou, é um pouco rápido demais. Talvez seja pela edição econômica. Então, não vou levar isso totalmente em consideração.

Fora esses pontos, o livro foi satisfatório, os casos do FBI, a relação de amizade entre os agentes... Isso tudo salva a obra. Tornou-a com mais conteúdo e envolvente. Thomas não é o meu Maddox favorito, mas houve um crescimento do personagem que me deixou feliz.

Por mais que nenhum livro seja sensacional, estou percebendo que aos poucos uma grande história é contada. As relações familiares dão força e as melhores cenas são quando todos se encontram, chega a ser divertido! 


Em breve, teremos resenha do livro 3, o "Belo Sacrifício". Mas antes, me contem, já leram essa série? O que acharam?

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Série: A Series of Unfortunate Events - Temporada 2

Olá amores!

Andei um pouco afastada das séries, porque infelizmente, elas não me prendiam como antigamente. Mas esses dias eu tive que operar o dente do siso e com o repouso absoluto indicado pelo meu dentista, o que me restou fazer? Sim, NETFLIX! E hoje, trago a crítica da season 2 de "Desventuras em Série".


Para quem ainda não conhece, a série é original Netfilx e baseada nos 13 livros escritos por Lemony Snicket, pseudônimo do autor americano Daniel Handler. A crítica da primeira temporada pode ser encontrada AQUI, porém farei o possível para não dar grandes spoilers, ok?


Eu ainda não tive a oportunidade de ler os livros, mas a saga das crianças Bauldelaire continua. Violet, Klaus e Sunny são órfãos que fogem do maldoso Conde Olaf que quer roubar a herança dos pequenos. A cada dois episódios, um livro é abordado. A temporada 3 já foi confirmada e acredito que toda a adaptação acabe por aí. Os atores estão crescendo e mesmo utilizando o artifício do humor para justificar o tempo, os plots não tem muito para onde crescer.

A segunda temporada pode ser classificada 'mais do mesmo'? Infelizmente, sim. Eu gosto muuuuito da fotografia, do elenco e de como o humor é utilizado. É tudo muito irônico e absurdo, não assista querendo uma história com credibilidade, você vai se irritar demaaaaaais. A proposta é essa e é preciso aceitar o quanto alguns personagens são burros, rs. Claro, juntamente com a perseguição dos Bauldelaire's é introduzido o plot dos pais das crianças, afinal, há muitos mistérios sobre quem eles são, sobre suas mortes e se ainda estão vivos. Mas não sei... Não consegui me prender como na season 1, sabe? Eu esperava algo diferente, não mais 


A atuação das crianças é ótima, amo a Violet ser mais esperta em relação a mecânica e articular planos, enquanto o Klaus é mais sábio e amante de literatura. Sunny está mais crescida e a parte da auxiliar de escritório foi ótima! HAHAHAHA. Porém, o grande destaque continua sendo Neil Patrick Harris que novamente trouxe um Conde Olaf impecável!!! 

Nessa temporada, teremos novos personagens que me conquistaram como a bibliotecária Olívia, Isadora e Duncan. Mas também personagens irritantes ganharam destaque: Carmelita. HAHAHAHA Sério, eita menina chata! rs


Com 10 episódios e um final extremamente impactante, "A Series of Unfortunate Events" (Desventuras em Série) é uma excelente opção para a família. Uma trama envolvente para as crianças e interessante por suas referências e mistérios para os adultos. E claro, com uma imagem belíssima, tons escuros e cenário detalhado. Posso ter ficado um pouco decepcionada com o andar do enredo? Sim, mas isso não tirou o brilho da produção.

Agora, me contem: o que acharam dessa segunda temporada? Já leram os livros? Vale a pena? Deixem seus comentários!

- Alessandra Salvia

domingo, 8 de abril de 2018

Livro: Retratos de uma Vida

Olá amores,

Como vocês estão? Hoje, vamos falar de uma leitura de autora parceira, "Retratos de uma Vida" foi escrito por Naty Rangel e publicado pela Ler Editorial


Que a capa é um amorzinho, todos já perceberam, mas será que o livro faz seu estilo? O meu com certeza faz!!!! Um romance gostosinho, cheio de dramas e emoção. A obra nos conta a história de Jennifer, uma moça já formada e que tem a oportunidade de trabalhar na empresa dos sonhos, porém ela precisa vencer alguns obstáculos antes de conseguir ter uma vida apaixonadamente normal, rs.

Eu quero dividir a minha resenha em duas partes, porque enquanto eu amei demais a mocinha, eu me irritei com o 'mocinho'. Aliás, nem considero ele muito mocinho, viu? Acho que Jennifer merecia alguém muito melhor que Victor, mas deixemos isso para depois...

Jennifer é cheia de traumas do passado e a forma como ela tem o apoio do irmão Luke é lindo de se ver. Mesmo fragilizada, acho Jenny forte e corajosa, ela não tem papas na língua e sabe se posicionar. Isso me fez admirá-la muito



Porém, em contrapartida, ela se apaixona pelo cara errado. Victor é um stalker!!! Confesso que eu me afastaria correndo dele, independentemente de sua beleza e atração. Ele é muito impulsivo e irritante, algumas frases dele me tiraram do sério. Gosto muito de quando Jennifer o enfrenta, ela não deixa por menos, mesmo se rendendo aos encantos dele.

Não quero falar qual será a relação entre eles, porque pode ser um spoiler, mas é uma temática bem delicada que talvez na realidade as pessoas não levassem tão tranquilamente. O que salvou foi a autora escrever trechos sobre o ponto de vista de Victor, ali ele fica mais humano e gentil. Não que eu comece a gostar dele, que fique claro isso! HAHAHAAHA

Agora, em relação aos outros personagens? Só tenho amores. Luke, Bernardo, Wagner e a esposa... ♥ ♥ ♥ ♥!!! Muito amor!!! Os assuntos centrais do livro são basicamente essas: o poder do amor, da família e a superação pessoal de cada um. Há cenas bem eletrizantes no final do livro que te fazem questionar até mesmo o quão longe um relacionamento pode ir. 



A escrita da Naty é ótima e fui totalmente surpreendida com a rapidez em que li. A edição física está maravilhosa, poucos erros de português que nem chegaram a atrapalhar a leitura, coisa de digitação mesmo. 

E para aproveitar o embalo, já comecei a leitura de "Retratos de uma Vida 2" que encontra-se disponível na Amazon. Vou deixar o link para compra do livro 1 e do livro 2 e espero que vocês venham se encantar pela personalidade de Jennifer assim como eu!

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia

sábado, 7 de abril de 2018

Trilha Sonora: Lilian e Gregório e a Segunda Chance

Olá amores,

Quem ama livros com trilha sonora? Eu sou apaixonadaaaaaa e quando eu recebi essa novidade da Denise Flaibam sobre um dos livros mais amorzinhos que li, "Lilian e Gregório e a Segunda Chance" (link para compra AQUI e link para resenha AQUI), eu surtei e soube que vocês iriam se empolgar também.


Sinopse: Lílian está pronta para um novo começo. A garota maravilha da família Garcia teve um primeiro ano desastroso na faculdade, e deixou tudo para trás a fim de se reencontrar em casa e decidir o que fazer com o seu futuro. Agora ela está disposta a conquistar sua segunda chance, contando com a ajuda de antigos amigos para esse recomeço.Embora um grande ímã para desastres, Lílian está animada com todas as possibilidades. Só tem uma coisa que ela não tem certeza de que pode consertar: Gregório.O rapaz tímido e reservado, de presença marcante e sorrisos inesquecíveis, fez parte das boas memórias que ela criou na faculdade. O único problema é que Lílian partiu seu coração, e foi embora logo em seguida.De volta à rotina, ela vai precisar de todo seu bom humor e coragem para corrigir os erros do passado e reconquistar o garoto por quem é apaixonada.
Lílian e Gregório e a Segunda Chance é uma história divertida e nostálgica sobre perdão e confiança. Sobre até onde é possível ir para lutar por um amor.




AAAA, muito amor né? Espero que vocês se joguem nesse livro assim como eu. É maravilhoso! <3

- Alessandra Salvia

terça-feira, 3 de abril de 2018

Livro: Insônia

Olá amores!


Preparados para mais livros nacionais? Hoje, vamos dar continuidade aos livros da parceira Mari Scotti, e o escolhido foi: "Insônia", o primeiro volume da série Nefilins publicada na Amazon.


A história é sobre Suzana, uma garota que perdeu os pais em um acidente e desde então tem insônias. Em uma dessas noites em que passa acordada escrevendo, Suzie conhece Pietro, um doce de garoto. Enquanto isso, na escola temos o atrevido Arthur. Ambos tem muitos segredos e despertam a curiosidade de Suzana... Porém, qual lado seguir? 

Em alguns momentos, lembrei muito de Fallen (até mesmo pela capa mais obscura e misteriosa). O triângulo amoroso existe, mas não é só isso. Temos segredos e suspense, é aquela história que cresce conforme vamos conhecendo os personagens e tem muito potencial. 

Confesso que a leitura não foi fácil, mas também assumo que isso se deu ao fato de que eu não sou uma fã de sobrenatural. Eu tinha começado a obra no ano passado e não consegui levar adiante, mas depois da renovação da parceria soube que era um sinal. O livro é totalmente fora da minha zona de conforto, mas a qualidade da narrativa salva, as descrições são detalhadas e muito visuais. Adoro livros em primeira pessoa, ler a história como Suzana me ajudou muito a entrar nesse mundo. E é aquela coisa... Nem sempre a primeira vez que pegamos para ler é a certa. Realmente acredito que não estava preparada para a história no ano passado.



Minha torcida vai para Arthur, pois tenho um fraco por bad boys como todas vocês sabem, rs. Acho que o romance foi rápido? Acho, mas bora ler a continuação: "Sonhos" que já tenho no kindle prontinho para ser lido! 

Agora me contem: o que acharam da dica de hoje? São fãs de fantasia? Deixem seus comentários!

Minha classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ (4/5) - Muito bom!

- Alessandra Salvia

domingo, 1 de abril de 2018

Livro: Lílian e Gregório e a Segunda Chance

Olá amores!


Em parceria com a Denise Flaibam, vamos de resenha nova? Hoje, trago para vocês o meu querido "Lilian e Gregório e a Segunda Chance" que foi publicado ontem na Amazon.



Esse livro é a continuação "não direta" de "Mônica e Enzo e Todos os Dias" que já está disponível na Amazon e tem resenha AQUI. Essa obra, contará a história de Lilian, a irmã mais velha de Mônica que já está na faculdade e após um primeiro ano complicado, ela decide reconstruir sua vida. Impulsiva, animada e meio atrapalhada, Lilian é aquela protagonista que te diverte, porém quando o assunto é o coração... A moça precisa do perdão de Gregório, um tímido e apaixonante garoto que tem muitos problemas familiares. 

Conforme fui lendo, percebi que sou mais Mônica que Lilian. Mas amei muito mais Gregório que Enzo. É... Essas comparações não são muito legais, eu sei, só que preciso expor um pouco da minha visão pessoal para explicar o que senti na leitura, ok? Ah, será sem spoiler, não se preocupe.



Esse livro é mais profundo, com mais drama e personagens mais maduros. Gregório é sensível e ao mesmo tempo, forte. Achei-o tão sincero que era impossível não me apaixonar por ele. Toda sua história de vida e como mesmo assim fazia Lilian sorrir... Senti o arrependimento e a saudade entre eles.

O livro é dividido entre passado e presente e confesso que foi difícil não sofrer com o passado (mesmo sabendo que já tinha acontecido, rs). É aquele livro que você mergulha de cabeça, porque os dramas apontados são reais. Os diálogos, as reflexões que ele propõe são verdadeiros, sabe? 

Tem uma parte que eu queria destacar que é quando o Gregório fala o primeiro "eu te amo"... Aquilo me machucou. Nossa, pessoas! Eu nem sei o que dizer a vocês... Como falei para a Denise, eu tinha que me concentrar para não sofrer, HAHAHAHA. Mas é lindo, tá? Não se assustem! HAHAHA



O livro é delicado, intenso e tãããão amável. Lílian é uma protagonista mais alto astral e mostra que seu coração é imenso. Temos temáticas relevantes na obra e que não passam despercebidas pelo leitor, na reta final principalmente. Nessas partes de "alta tensão", eu não conseguia parar de ler!

Posso dizer que esse livro COM CERTEZA merece uma chance. Realmente, acredito que a Denise mostrou seu dom de uma maneira encantadora, com personagens marcantes e enredo delicado. 

Agora quero saber de vocês... Já conheciam a Denise e a obra? Bora para a Amazon? Clique AQUI e adquira o seu.  ;)

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia