terça-feira, 27 de maio de 2014

Na minha opinião, todo mundo tem seu milagre.

Hoje resolvi falar sobre um dos livros do queridinho do momento John Green. Não, não é “A Culpa das Estrelas”. Claro que eu poderia ficar horas e horas falando sobre Hazel Grace e Gus, mas deixarei para escrever após ver o filme, assim consigo dar uma crítica sobre os dois juntos.



Hoje vim expressar minha opinião sobre “Cidade de Papel”. Um livro coerente e realista. Não estou dizendo que um amigo de infância irá invadir minha janela vestido de ninja pedindo para ajudá-lo a entrar em locais proibidos no meio da madrugada, mas sim pela complexidade e personalidade dos personagens.

O resumo é mais ou menos assim: Q. tem uma amiga de infância, Margo, por quem sempre foi apaixonado e uma noite ela invade seu quarto para pedir que ele a ajude a realizar algumas tarefas. Após uma noite tumultuada, Margo desaparece e Q. tenta buscar pistas para encontrá-la.

Em livros assim, tudo parece muito previsível, nem mesmo a desconfiança de Q. perante a morte de Margo desestabiliza a minha empolgação para o final, que lógico, não vou contar aqui. Só digo que muitas pessoas não irão gostar, mas eu achei o final mais coerente pela personagem Margo.

Cidade de Papel é o termo usado para uma cidade falsa, cheia de pessoas falsas. Não é nem consistente o suficiente para ser de plástico. Todos com a obsessão de possuir coisas, ninguém se importando com as coisas realmente verdadeiras. E não é assim a sociedade atual? Não é assim na cidade em que eu ou você vivemos?

Q. precisa descobrir quem é a verdadeira Margo, uma pessoa que vai além das aparências. Uma mesma pessoa, com diversas descrições e que não se encaixam. Não é assim que você vê as pessoas? Você pode passar a vida inteira com alguém e mesmo assim não conhecê-lo totalmente.

John Green tem o poder de fazer metáforas. Acho que essa é uma beleza incomparável em seus livros. Os personagens conversam sobre a essência das coisas, pessoas e vida. Dá-nos lições simples que precisamos aprender para dar valor a quem temos ao nosso lado e quem queremos ser.

Vale ressaltar: a última parte do livro é engraçadíssima! HAHAHA

E atualizando as notícias: Cidade de Papel vai sim virar filme! O ator Nat Wolff ficou com o personagem do Q. E há ainda especulações que permanecerão muitos atores e produtores do filme "A Culpa É das Estrelas" para este novo filme que não possui previsão de estreia até o momento. 



Sensação Após o Término: Missão Cumprida

Avaliação do Livro: ♥ ♥ ♥ ♥


Cidade de Papel
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Média de Preço: R$20,40
Quantidade de Páginas: 361

7 comentários:

  1. Gostei muito do post e concordo com voçe em algumas partes .. adorei seu blog e to te seguindo beijos ^ .^

    http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Alessandra :)

    Parece ser um livro excelente, tenho mesmo de o ler. Já acrescentei mais um excerto da minha história, dê uma espreitadela ;) Espero que goste.

    Beijos
    thatstory1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Alessandra!
    gostei da sua resenha :) confesso que ainda não li esse livro (e me sinto um ET pq todo mundo já leu e fica comentando horrores e eu fico q nem uma bobona boiando rsrs) mas pretendo lê-lo em breve... não sei quando, mas a meta é antes de lançar o filme ;)
    beeeijo! sucesso com o blog!

    Carol P.

    Blog Dramin

    ResponderExcluir
  4. Esse é o unico dele que ainda não li, mas dps da sua resenha, vou correr e comprar... rsrsrs

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Só li "A Culpa é das Estrelas" do autor. Dos outros livros dele, esse é o que eu tenho mais vontade de ler. Adorei a resenha. Beijos!!!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Alê! Adorei a sua resenha! Gostei muito de "Cidades de Papel" quando eu li, mesmo sendo o livro do Green mais criticado pelo pessoal! Vou esperar ansiosamente pelo filme! o/
    Beijos e sucesso com o blog! :)

    bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Ale, dos livros do John Green, li apenas A Culpa é das estrelas e, achei fantástico. Em breve sairá a resenha em meu blog. Mas tenho muita vontade de ler os outros livros também e esse parece ser bem legal. Gostei muito do post. Beijo

    ResponderExcluir