domingo, 14 de abril de 2019

Livro: Nas Colinas de Dorsetshire

Olá amores,

Fazia muuuuito tempo que não trazia uma resenha de romance de época para vocês, né? Então, hoje vamos falar de um lançamento da Editora Coerência, o chamado "Nas Colinas de Dorsetshire" escrito pela Amanda Bonatti.


A obra retrata a vida de Lolla, uma inteligente e doce garota que vê a felicidade em risco ao ser obrigada pela sua família a casar-se com o amargurado Sr. Boorman. E não apenas a diferença de idade é um problema, o noivo é extremamente mal educado e grosso. Ele tem o poder de tirar Lolla do sério e acabar com todo o seu brilho. Porém, o que nossa protagonista não esperava era que o destino tinha planos para ela. Lolla se apaixona pelo filho de seu noivo, James, e ele é tudo aquilo que ela sempre sonhou. ♥

Ai, gente! Que saudade eu estava de um bom romance que me levasse para outra época e me fizesse sorrir. Como vocês mesmos sabem, eu estava em uma fase em que achava os romances de época sempre 'mais do mesmo', mas quando eu li a sinopse desse livro da Amanda, soube que estava na hora de voltar as origens e não me arrependi! 

"Não pense que será mais feliz por ter coisas belas, se o restante da sua vida for cinza"

O enredo é muito bem construído, a narrativa é fluída e tem um toque poético que me fez virar fã da autora. O livro não é cansativo e a Amanda soube destacar temas que me prendem a leitura: superação, como encontrar seu lugar no mundo respeitando quem você é e ainda com uma base sólida de amor puro e verdadeiroAh! E ainda há trechos de Shakespeare para deixar o clima ainda mais romântico. É impossível você não suspirar com James citando Romeu e Julieta para Lolla. 


Agora, preciso dizer que a história por mais que seja um romance tem sua relevância. O papel feminino na obra é bem discutido, principalmente em relação a como casamentos eram tratados na época. Mulheres subordinadas, vivendo em uma situação abusiva e degradante. E outro ponto importante, na minha opinião, é o papel da igreja que pode ser interpretado de diferentes formas, até porque o que consola também pode trazer alienação frente a dor e a falta de liberdade. Ou seja, deu para perceber que reflexões interessantes serão exploradas em paralelo a um grande amor.

"Não há nada mais importante que saber guiar suas escolhas"

Outro ponto para destacar é que nem só de protagonistas a história vive. Os personagens secundários também são envolventes e fazem a diferença na obra como um todo. Os irmãos de Lolla (Audrey e Richard), a melhor amiga Helen, a governanta Sra. Holly... Cada um tem seu plot separado e nos envolvem tanto quanto Lolla e James. Dá até vontade de ler livros cujo foco seriam eles (tomara que a autora leia essa resenha e já comece a escrever o livro da Audrey, pois a irmã mais nova é muito divertida).

E falando sobre a edição, só tenho elogios a Editora Coerência. A diagramação de cada início de capítulo é maravilhosa e não encontrei erros de digitação. Só deu mais vontade de adquirir as obras confeccionadas por eles, pois o cuidado e simpatia que toda a equipe da editora tem, é admirável.

Conheci a Amanda no lançamento de "Nas Colinas de Dortshire"

Sofrido e extremamente apaixonante, "Nas Colinas de Dorsetshire" deixam um gostinho de quero mais após uma história delicada, sensível e doce. Perfeita para ser devorada acompanhada de um chocolate quente e uma caixinha de lencinhos aos lado.

Minha Classificação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ (5/5) - Maravilhoso!

- Alessandra Salvia

38 comentários:

  1. Que delícia de romance, Alê!
    T~´ao bom quando o livro tem ujm romance gostoso, o livro é bom e ajuda, e além disso traz as reflexões
    Muito inteligente!
    Já fiquei super interessada e que fofas!
    Ai esse sofrimento que aperta meu coração, mas já quero ler rsrs
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ale!
    Menina do céu que tu me deixou super curiosa para conferir esse livro.
    Infelizmente não gosto de Romeu e Julieta, então essas citações pra mim nem vão fazer efeito hahahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente a premissa desse livro não me atraiu muito, mas que bom leitura foi boa para você e levantou algumas reflexões!

    www.estante450.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Ale! Desde que vi as fotos dos evento eu estava querendo saber mais sobre este livro e fiquei encantada com tudo que você citou na resenha. Eu também tenho achado os romances deste gênero mais do mesmo ultimamente e encontrar um tão vibrante é um achado. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tive que parar de ler um pouco para conseguir voltar a lê-los empolgada.

      Excluir
  5. que resenha envolvente
    pela sua resenha parece ser um romance historicos diferentes dos que foram lançados ultimamente
    ADORO esse tipo que é quendo surge um amor meio que proibido e os mocinhos tem que lutar por esse amor UM amor puro que nos envolve
    DICA ANOTADA

    ResponderExcluir
  6. Oie Ale =)

    Sei bem como é essa sensação de achar os romances de época o mais do mesmo. Eu fiquei um tempão sem ler nada do gênero por conta disso. Já tinha visto esse livro em algumas redes sociais e confesso que achei a capa bem parecida com os livros da Julia rs..., mas a sua é a primeira resenha que leio da obra.

    Fiquei bem curiosa pela debate sobre o papel da mulher que a autora promove na história. Se tiver uma oportunidade vou dar uma chance, sim. =D

    Beijos uma linda semana para você! ;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes, esse tempo é necessário para voltarmos a ler empolgadas.

      Excluir
  7. Oi, Ale! Eu não conhecia a autora mas já anotei aqui sua dica, porque eu amo um romance de época. Eu acho muito tenso quando tem personagem que se apaixona pelo filho ou pai de alguém, só imagino tretas gsyasha
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ale, tudo bem?
    Achei bem legal a premissa e o fato da obra discutir algumas questões. Até agora, nos romances de época que li, nenhum abordou o papel da igreja na submissão da mulher, por exemplo. Achei isso muito legal, me deu vontade de ler!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha Alê. Parece ser um lindo romance de época, além de se diferir dos demais do gênero. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Ale.
    Eu adoro romances de época e a delicadeza deste me encantou. Espero poder ler em breve.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  11. Oi Alê, passando pra dizer que amei a resenha e estou adorando ler os comentários também. Fiquei muito feliz por saber que curtiu a história! Beijo, adorei te conhecer.

    ResponderExcluir
  12. Ah! E sobre Audrey.... Tenho planos para ela haha, beijos

    ResponderExcluir
  13. Que emoção ter o livro autografado pela autora. Primeira vez que vejo esse livro, ainda não conhecia...

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  14. Parece ser um livro incrível, Alê!
    Adoro quando os personagens secundários são bem explanados. Saímos um pouco da mesmice de tudo ser ao redor do casal.


    https://naoseavexe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Já quero muuuuito ler esse livro, Alê. Impossível não querer depois dessa resenha maravilhosa!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Ale, td bem?
    Adoro uma escrita poética e adoro Shakespeare, hahah
    Esse romance de época com certeza vai pra listinha! ♥
    Eu tbm estou com esse probleminha de "mais do mesmo" em relação aos romances de época, por isso não tenho lido tantos!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu cortei eles da lista até estar pronta para voltar a lê-los.

      Excluir
  17. Oi Alê,
    Faz bastante tempo que não leio romances de época. Mas acho legal que autoras nacionais também estejam investindo.
    E adoro quando os coadjuvantes também são carismáticos e tem seu lugar nas histórias.
    Ficarei de olho lá na Amazon.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto dos coadjuvantes que roubaram a cena hahaha

      Excluir
  18. Oiiiii,
    Me encantei com a capa desse livro e quando folheei fiquei muito mais encanta!
    Com sua resenha positiva com toda certeza que lerei.
    Obrigada por mais uma dica!
    Bjos
    Mamaci

    ResponderExcluir